Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Ter uma boa rede de contatos e estar próximo a pessoas que podem ajudar você a conquistar visibilidade e novas oportunidades no mercado é fundamental. Às vezes, tudo o que falta para atingir sucesso profissional é uma boa indicação de alguém que conheça e acredite em seu trabalho. Uma prática conhecida como networking.

Com os cuidados necessários para não se tornar inconveniente, essa postura é saudável e muito bem-vista por outras pessoas que valorizam a carreira. Quando um ajuda o outro, ao fim, todos são impulsionados.

Quer saber melhor como funciona essa estratégia e entender de que forma criar sua rede de contatos para ter mais sucesso? Então continue a leitura de nosso artigo a seguir e comece já a utilizar esses conceitos a seu favor!

O que é networking?

O networking consiste basicamente na habilidade de formar uma rede de contatos profissionais capaz de proporcionar a todos os envolvidos vantagem competitiva em suas respectivas profissões.

Quem tem ligações relevantes em sua carreira tende a receber mais oportunidades e indicações a vagas de emprego, promoções de cargo na empresa, parcerias de negócios e aquisição de novos clientes.

Tudo isso, claro, somado ao domínio e ao conhecimento do indivíduo na área em que atua. Para ser relevante em sua rede de contatos, você antes precisa ser um profissional competente e capacitado.

Entre técnicas comuns de aproximação, vale a prática de convidar para um almoço ou café, manter bons relacionamentos em eventos e congressos, estabelecer contato com o corpo docente de instituições de ensino que frequenta e o acompanhamento de outros profissionais por redes sociais especializadas, como o LinkedIn.

Por que é importante ter uma rede de contatos?

Seja na graduação ou no primeiro estágio, os vínculos profissionais formados são valiosos desde o início de seu caminho profissional.

Criar uma rede de contatos e cultivá-la sempre mostra que você tem ambição, desejo de crescimento profissional e se interessa por compartilhar conhecimentos e ajudar mais pessoas a crescer em suas carreiras  — independentemente de precisar de algum favor delas ou não no momento.

Saber ouvir outros e se aconselhar com eles, além disso, ainda que tenham um objetivo profissional diferente, permite que você evolua suas habilidades interpessoais. Com isso, você expande sua visão de mundo, evita uma postura de arrogância e, com humildade, aprende sempre mais. Aspectos positivos para o marketing pessoal de qualquer um!

Boas práticas de networking

Está convencido de que o networking vai ajudar a alavancar oportunidades pelas quais tem buscado? Ótimo! Então continue a leitura de nosso artigo a seguir para conhecer em detalhes práticas bem-vistas pelo mercado.

Demonstrar atenção e interesse nos diálogos

Sempre que encontrar parceiros de negócios e contatos profissionais em eventos da área, congressos, reuniões ou em momentos informais, converse de forma atenta e destaque seu interesse pelos diálogos.

Uma postura cordial, com ênfase na vontade de aprender e de acompanhar as dinâmicas do segmento, demonstra que você é um forte candidato a futuras parcerias e a vagas de emprego atrativas.

Estar atualizado nas práticas de seu setor

Já se formou e está trabalhando em uma empresa da área? Embora a situação seja favorável e você possa estar em um cargo de que gosta, esse não deve ser um pretexto para se estagnar e parar de acompanhar as atualizações do mercado.

Quem demonstra empenho em acompanhar tudo que há de novo, em um caso de constante atualização, mostra seriedade e comprometimento. Para tanto, atente a novos cursos de extensão, workshops e encontros de sua categoria.

Se achar que tem aptidão para trabalhar e estudar, ainda que opte pelo ensino a distância, considere a alternativa de ingressar em uma pós-graduação. Nela, a propósito, a tendência é aumentar cada vez mais a rede de contatos.

Confiar no potencial de suas ideias e demonstrar seu entusiasmo com elas

Busque sempre uma atitude humilde e genuína, falando com empolgação daquilo em que acredita. Claro que novas ideias profissionais requerem razão, mas há demonstrações mais emocionais e verdadeiras que dizem muito sobre a personalidade e as qualidades de cada indivíduo.

Essas, além das habilidades de carreira, são muito valorizadas e podem se tornar critérios de desempate entre dois candidatos com mesmo nível de qualidade em uma indicação.

Aceitar convites e se mostrar presente

A rotina de trabalho e estudos, muitas vezes, impede que façamos a quantidade de atividades que gostaríamos devido à falta de tempo. Quem organiza seus horários e procura ter boas práticas de networking, todavia, deve se esforçar um pouquinho mais para estar presente em eventos aos quais é diretamente convidado.

O comparecimento e a resposta aos convites, assim, demonstram que é uma pessoa atenta, interessada e, principalmente, a qual busca prestigiar colegas e, com isso, se fazer lembrada.

Abrir mão de algumas horinhas de descanso da noite de sexta-feira com o propósito de comparecer a um jantar corporativo, por exemplo, é uma renúncia que só aumenta seu prestígio diante dos contatos de trabalho.

Comparecer a eventos desacompanhado e preparado

Vai a um evento que é importante para profissionais de seu mercado? Que tal comparecer a ele sozinho? Isso não significa que você deva ser antissocial. Muito pelo contrário! A prática, na verdade, é uma forma de evitar que, ao levar uma pessoa conhecida, permaneça isolado e, portanto, não aproveite para se aproximar de contatos de trabalho relevantes.

Quando estamos sozinhos, saímos de nossa zona de conforto para que nos comuniquemos com novas pessoas.

Além disso, em congressos, workshops, reuniões e encontros, esteja sempre preparado. Como? Leve cartões de sua empresa, determine quais assuntos podem gerar parcerias frutíferas e se atualize sobre todas as novidades de seu segmento para demonstrar expertise quando os assuntos forem levantados.

Apostar em networking com diferentes áreas e perfis

Quando se é especialista em uma área, há uma inclinação natural a criar uma rede de contatos com pessoas que fazem coisas semelhantes, atuando em empresas do segmento e cargos próximos.

Embora essas sejam normalmente aquelas capazes de fazer boas indicações para que você se mantenha no caminho de seu objetivo e plano de carreira, abrir a mente e se aproximar de gente de outros setores e níveis hierárquicos tende, também, a produzir bons frutos.

Se for formado em Engenharia, por exemplo, e se aproximar de especialistas em Agronomia e Direito, há parcerias de trabalhos em negócios específicos que envolvam a expertise de todos. Vale aqui a máxima de que a união faz a força, entre as ideias que tornam o networking uma excelente prática.

Manter networking com quem já está próximo a você

Às vezes, profissionais ficam tão preocupados com a necessidade de estabelecer novos vínculos de trabalho e acabam simplesmente negligenciando aqueles que já têm.

Na empresa em que você atua, por exemplo, ter um bom relacionamento com seus colegas é determinante para um bom convívio diário e, no futuro, para possíveis novos encontros de carreira.

Cultive sempre quem convive com você e demonstre seu interesse pelo caminho e pelos avanços de cada um. A postura gera um bom retorno. A curto, médio e longo prazo.

Tentativas de networking a evitar

Quer saber também o que não fazer para evitar atitudes inconvenientes ou capazes de atrapalhar seu sucesso na formação de uma rede de contatos sólida? Conheça algumas delas abaixo.

Falar demais e se promover sem ouvir o outro

Ao praticar networking, é esperado e desejável que cada pessoa fale sobre seu negócio e explique o trabalho que realiza. Todavia, quem exagera na vaidade e cai na tentação de falar exclusivamente de si pode conquistar a antipatia das demais pessoas.

Ouvir mais o que todos têm a dizer é um ato de sabedoria e um comportamento observador que ajuda a alavancar a carreira e entender as dinâmicas do mercado.

Além disso, pessoas interessadas costumam ser mais lembradas nos momentos em que há oportunidades de indicações.

Posicionar-se de forma inadequada nas redes sociais e pessoalmente

Seu perfil no LinkedIn está ótimo e atualizado, mas no Facebook, aberto, há diversas postagens com piadas ofensivas ou fotos comprometedoras? Tome bastante cuidado! Bom comportamento no ambiente de trabalho é essencial!

Às vezes, um novo contato ou recrutador as encontra e pode rapidamente perder o interesse pelo seu potencial enquanto colaborador de uma empresa de sucesso.

Pessoalmente, seja gentil, no entanto, sem forçar o contato ou tentar uma postura mais íntima, como a de fazer piadinhas inadequadas, diante de quem estabelece relações de trabalho com você.

Elogiar em excesso por conveniência

Você certamente já ouviu falar sobre alguém considerado “puxa-saco” em um ambiente de trabalho, certo? Ao fazer networking, é fato que não vai querer ser essa pessoa.

Embora construir relacionamentos sólidos envolva admiração da carreira alheia e das qualidades de cada indivíduo, os comentários elogiosos podem ser equilibrados.

Dar destaque a alguém a todo o momento e assumir uma postura exagerada de concordância e exaltação pode fazer com que você aparente ser alguém falso. Seja gentil e valorize sua rede de contatos, sim, só não exagere para não se tornar inconveniente.

Assumir uma postura controladora

Uma atitude excessivamente controladora é percebida em indivíduos que buscam sempre conduzir a conversa a eles mesmos. Esse hábito ruim revela egocentrismo e pode afastar excelentes contatos profissionais.

Em vez disso, opte sempre por um diálogo equilibrado, em que haja oportunidade para todos falarem de si e de como atuam.

Esquecer-se de salvar os contatos de pessoas relevantes que tenha conhecido

Compareceu a uma feira profissional de sua área e conheceu pessoas interessantes para manter em seu networking, mas se esqueceu de salvar os contatos delas? Tome muita cuidado com isso!

Essa atitude pode fazer com que perca ótimas oportunidades de negócios devido à pura falta de atenção. Não vai querer se arrepender de algo assim no futuro, certo?

Ainda que hoje, com as redes sociais, seja mais fácil encontrar as pessoas por seus respectivos nomes, solicitar o contato na ocasião demonstra interesse e reforça a formação de um novo laço profissional.

Não fazer follow-up

Lembrou-se de salvar os contatos dos novos profissionais que conheceu, mas simplesmente parou de se comunicar com ele depois disso? Cuidado! Fazer follow-up é uma das premissas de um networking de sucesso.

Evite ser inconveniente, como já reforçado, entretanto, demonstre interesse e crie oportunidades de diálogo interessantes. Seu colega de um novo projeto postou um artigo relevante no LinkedIn? Então deixe um comentário, mande uma mensagem dizendo que gostou ou até o compartilhe com sua rede, prestando as devidas referências.

Networking em diversas formas: como fazer?

O mundo globalizado e a grande quantidade de eventos realizados diariamente no meio corporativo proporcionam opções de como fazer networking. Conheça detalhadamente algumas delas!

Convidar para um encontro profissional

A primeira ideia de como formar uma rede de contatos é básica, porém, sempre funciona. Sabe aquele convite para um cafezinho? Para um almoço ou jantar especial? Pois bem! Aproveite esses momentos agradáveis para estreitar laços de trabalho.

Mais intimistas, permitem que conversem atentamente sobre novos projetos e ideias capazes de beneficiar ambos. Além disso, a depender do nível de intimidade que tiver com a pessoa, é uma ocasião para fortalecer amizades que vão além da carreira.

Promover uma reunião

Conhece profissionais cujos projetos podem se alinhar? Acha que colocá-los em contato vai ser benéfico para todos? Então não hesite em ser o anfitrião de uma reunião de negócios.

Escolha um bom local para realizar o evento e especifique no convite a todos, que pode ser virtual, qual é o tema e a finalidade da ocasião. A atitude vai fazer com que se torne ainda mais relevante na área, conquistando mais credibilidade diante de futuros parceiros e interessados em indicá-lo.

Ser ativo em redes sociais corporativas

Dessas, o LinkedIn certamente se destaca. Hoje, há mais de 29 milhões de usuários no Brasil, segundo dados oficiais.

Não à toa, a plataforma permite que as pessoas apresentem de forma detalhada e organizada seus currículos, redijam artigos sobre negócios e mandem mensagens umas às outras para ampliar as alternativas de networking.

Além disso, lá você encontra novas vagas, cria alertas e consegue saber quem visitou seu perfil, como potencial interessado em estreitar laços de carreira.

Iniciar uma pós-graduação

Já se formou e está em uma boa posição profissional, mas quer mais e não gostaria de estagnar? Então, a ideia de voltar a estudar é adequada a você. Pensando nisso, nada melhor do que uma pós-graduação,

Nesse ambiente, especialmente quando a escolha é voltada a algo corporativo, como o MBA, o corpo docente costuma se formado de pessoas influentes e capacitadas na área de seu interesse. Estar próximo a elas, assim, pode alavancar novos avanços em seu percurso.

Como unir pós-graduação e networking?

Estudar e manter o conhecimento atualizado são ações imprescindíveis para o currículo e para o desenvolvimento pessoal de cada indivíduo. Nesse sentido, pós-graduação e networking também têm tudo a ver!

No ambiente da pós, afinal, os alunos que são seus colegas de classe costumam ter uma bagagem profissional maior e, por conseguinte, experiências que podem agregar à sua evolução.

Além disso, há aspectos importantes nessa união a se considerar. Confira quais práticas no curso podem ser mais benéficas para o networking!

Criar uma rede de contatos horizontal

Aproximar-se de pessoas que estejam em um nível hierárquico semelhante ao seu pode ser tão importante quanto almejar a aproximação àqueles que ocupam vagas de alta influência e prestígio.

Quando duas pessoas em uma fase semelhante da carreira se unem, afinal, elas podem compartilhar experiências e crescer juntas. No meio da pós-graduação, com os novos conhecimentos adquiridos, ainda mais.

Quem sabe esses não são os contatos necessários para você abrir aquele negócio com o qual sempre sonhou? Pense bem e valorize o que cada um de seus colegas também tem a oferecer.

Participar ativamente das aulas

Demonstrar interesse e se fazer notar são ações fundamentais para a relevância de toda a carreira, independentemente da experiência já obtida pela pessoa.

Ao participar ativamente das aulas, além de reforçar seu aprendizado, você mostra a professores e a colegas que é uma pessoa com potencial para crescer no mercado.

Às vezes, você pode ter a impressão de que não é notado, mas em algum momento vai perceber que tem sido muitíssimo bem observado.

Aproximar-se do corpo docente

Se optar por uma pós-graduação stricto sensu, como mestrado ou doutorado, saiba que ter contato com o corpo docente é fundamental para formar parcerias de pesquisa e receber indicações de quais linhas seguir ou de como melhorar o projeto de sua tese.

Já quando a escolha é por cursos lato sensu, como especializações profissionais e MBA, o corpo docente tende a ser gabaritado em sua área de atuação. Escolheu MBA em Gestão Empresarial, por exemplo? Então, tenha certeza de que os professores terão em seu currículo passagens por empresas e cargos notáveis.

Tem considerado um MBA em Comunicação Empresarial e Marketing? Invista esforços no contato com seus docentes a fim de conhecer mais agências de comunicação, organizações e outras pessoas que estejam em busca de novos talentos a seus projetos.

Ampliar a área em que atua

Mora em Santa Catarina, trabalha e estuda aqui? Ótimo, mas que tal aproveitar os benefícios da hiperconexão das redes sociais e até mesmo dos meios de transporte mais acessíveis e rápidos de hoje para fortalecer sua marca profissional em locais diferentes?

Para tanto, organize seu orçamento pessoal, economize dinheiro e planeje a cada ano algumas viagens a eventos estratégicos para desenvolvimento e manutenção de networking.

Avalie a programação em outras cidades, estados e regiões brasileiras. Em algumas carreiras, como Odontologia, a oferta de especializações internacionais, ainda, embora exija mais investimento, promove um retorno alto e mais credibilidade diante dos pacientes.

Quem sabe um contato de trabalho em outro país não é a oportunidade de que precisa para decolar e passar algum período fora para seu crescimento pessoal e de carreira? A fim de ter certeza, não deixe de tentar.

Comparecer a eventos

Ainda que sua escolha tenha sido a pós-graduação a distância, devido à organização pessoal de tempo, instituição de ensino e curso escolhido, não deixe de comparecer aos eventos temáticos.

Neles, além do incentivo à atualização e à expansão de conhecimentos, há sempre gente interessante, cujas ideias profissionais fervilham à procura de mais pessoas dispostas a concretizá-las.

Além disso, é válido apresentar seus trabalhos e utilizar boas técnicas de marketing pessoal. No mercado, ser visto é ser lembrado. Boas marcas, afinal, investem sempre em seu grau de reconhecimento.

Conquistar a almejada recolocação profissional

Você optou por dar início a uma pós-graduação de forma a conquistar sua recolocação profissional? Pois saiba que ela também tem um relacionamento bastante próximo com o networking.

Ao se destacar em sala de aula e manter o contato com colegas e professores, além das pessoas que encontra em eventos do curso, você convence novos empregadores a darem uma chance em forma de vaga no cargo que tanto tem buscado.

Posicionar-se para mudar de área

Decidiu subir mais um grau acadêmico por estar insatisfeito com as possibilidades de atuação da carreira em que se graduou e acredita que essa seja a grande oportunidade para mudar de área? Então, invista também em networking.

Saindo da zona de conforto da rede de contatos de seu segmento, estar próximo às pessoas que já atuam no setor em que está focando agora vai ser determinante quando concluir essa etapa de sua vida. Só não vale se acomodar!

A pós-graduação, para esse perfil de aluno, marca, afinal, o início do percurso na mudança de área de estudo. Dedicação e concentração nos conhecimentos apresentados são as referências iniciais aptas a apontar os rumos de seu crescimento.

A riqueza de experiências pessoais e profissionais torna um candidato diferenciado diante da concorrência.

Além das maneiras que apresentamos, a pós-graduação é uma fonte de oportunidades a todos os alunos atentos e participativos que reconhecem o quanto devem se destacar sem que, para isso, precisem desvalorizar o esforço e o posicionamento de seus colegas. Mais unidos, afinal, como no mercado de trabalho, todos têm a ganhar.

Enfim, para fazer networking, embora não seja necessário nenhum talento especial, é desejável investir sempre em interesse, habilidades de comunicação interpessoal, atualização profissional e vontade de crescer, seja na área em que se encontra ou naquela em que deseja seguir. Sua rede de contatos, em algum momento, vai fazer toda a diferença!

Gostou das dicas que apresentamos neste artigo e se interessou pela possibilidade de ingressar em uma pós-graduação? Então conheça um pouco mais sobre as opções de cursos que oferecemos e veja qual se adapta mais a seu perfil!

 

Facebook Comments