A possibilidade de realizar uma graduação de qualquer lugar com conexão à internet e de estudar nas horas livres são as marcas registradas do ensino a distância (EAD). Além disso, ao emitirem certificados válidos em todo o território nacional, cursos EAD permitiram o acesso de um maior número de pessoas à educação formal, revolucionando o ensino no Brasil.

Devido à flexibilidade que oferecem a quem busca construir uma carreira de sucesso, esse se tornou um modelo muito atrativo para quem precisa conciliar os estudos com horas de trabalho. Afinal, com organização e comprometimento, é possível se qualificar sem atrapalhar o seu dia a dia.

No entanto, ainda são comuns as dúvidas sobre a visão do mercado de trabalho a respeito dos graduados nesses cursos. Será que, após um crescimento dessa modalidade nos últimos anos, a perspectiva se tornou mais favorável?

Continue a leitura deste artigo e descubra se o ensino a distância pode ser uma boa maneira de ajudá-lo a fazer a tão sonhada faculdade!

O que é o ensino a distância?

Muito em alta na atualidade, o modelo EAD apresenta especificidades que o tornam muito atrativo em rotinas caracterizadas pela falta de tempo. Pessoas que decidem estudar, mas contam com pouco tempo para se dedicarem a uma formação superior, encontram no EAD a solução ideal para se qualificarem profissionalmente.

Vamos, então, entender um pouco mais sobre esse tipo de ensino, que hoje se caracteriza pela interação pelos meios virtuais. Dizemos hoje porque nem sempre foi com o apoio do computador e da internet que essa educação chegou às pessoas: no começo, nos anos 70, esse processo de ensino e aprendizagem não contava com ferramentas tão modernas.

Os materiais de estudo eram entregues por correspondência, e quem estudava à distância baseava os conhecimentos nas leituras dos impressos. Assim, embora sua disseminação esteja diretamente ligada à evolução tecnológica e à transformação digital, o ensino a distância já era possível décadas atrás.

Dependendo do curso, a grade contava com aulas transmitidas por rádio e televisão. Veja que, ainda que sem tantos recursos, o EAD já dava muito certo nesses tempos. A partir da criação — e da enorme expansão — das modernas tecnologias da informação, os cursos EAD se tornaram ainda mais populares entre os brasileiros.

Não à toa, dados do Censo da Educação Superior 2016, realizado pelo INEP e o Ministério da Educação, revelam que 18% das matrículas feitas no ensino superior brasileiro foram em cursos EAD. Uma das justificativas é o seu encaixe facilitado nas agendas cada vez mais apertadas.

Outra modalidade que tem se tornado comum é a educação híbrida. Dentro desse planejamento, são realizados encontros periódicos entre alunos e professores. Sendo assim, é um modelo feito na medida certa para quem quer otimizar o tempo sem abrir mão da vivência proporcionada pelo ambiente acadêmico, além de ter, muitas vezes, um custo atrativo.

Como o EAD está estruturado atualmente?

A graduação superior na modalidade EAD utiliza, hoje em dia, modernas plataformas, tutores especializados e videoaulas — tudo isso por meio do ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

Nessa plataforma digital, há seções nas quais são disponibilizados os materiais pedagógicos, a exemplo de textos e exercícios, além das notas dos trabalhos e das avaliações.

Chats que promovem ampla interação com colegas de turma e professores, aulas transmitidas em tempo real e muitos outros recursos tornam os cursos EAD ainda mais efetivos.

Vale destacar que, para os cursos que têm parte técnica ou prática, pode-se usar até mesmo laboratórios virtuais. Nesses ambientes, simuladores são empregados para desenvolver atividades essenciais à formação do futuro profissional.

Essa ampla gama de recursos, colocada a serviço do ensino, resulta em uma jornada formativa plena e abrangente. Claro que a escolha da faculdade vai determinar a qualidade dessa formação, pois a entidade educacional é responsável pela elaboração dos conteúdos e por sua apresentação aos alunos.

Assim, é fundamental escolher uma faculdade séria e conceituada, pois essa é a base de uma formação sólida e realmente capaz de dar à sua carreira.

Como é o diploma da graduação no EAD?

Ao concluir uma faculdade a distância, você vai receber diplomação, comprovando que cursou graduação em nível superior. Dependendo do curso escolhido, receberá o seu título, que pode ser de bacharel ou tecnólogo.

Cursos superiores voltados à formação de docentes atribuem o grau de licenciado a quem opta pela carreira de professor. A expedição do diploma ao término do curso EAD está ligada ao reconhecimento do curso pelo Ministério da Educação (MEC).

Portanto, cursos regulamentados, ministrados em instituições credenciadas, conferem diploma válido em todo o território nacional. Importante destacar que o diploma recebido ao terminar uma graduação a distância é exatamente igual ao obtido em uma graduação presencial.

Não há nenhuma diferença entre ambos os documentos, que possuem valor idêntico, tanto como prova de títulos — para concurso público — quanto para comprovar escolaridade.

Outro ponto relevante a favor do ensino EAD é que, para autorizar um curso, o MEC o submete a rigoroso controle de qualidade. São levados em conta, nessa avaliação, os seguintes aspectos:

  • qualificação do corpo docente;
  • infraestrutura tecnológica;
  • polos de apoio presencial;
  • recursos pedagógicos da instituição.

Além dos pontos acima elencados, é verificado se o curso cumpre a legislação educacional e se está de acordo com os parâmetros definidos para seu funcionamento. Essas avaliações dão mais segurança a quem pretende ingressar no ensino superior e quer fazer uma graduação EAD. Inclusive, vale mencionar que não há diferença entre os padrões utilizados para analisar os cursos presenciais e os cursos a distância.

Como o mercado de trabalho enxerga a pessoa formada por EAD?

Como dito anteriormente, no diploma da graduação a distância não consta nenhuma informação a respeito da modalidade do curso concluído. Isso significa que não existe a menor chance da certificação do estudante formado no EAD ser diferenciada da presencial.

Por isso, ao ingressar no mercado de trabalho, após terminar a graduação superior cursada a distância, o risco de ter menor reconhecimento é nulo. O que vai ser avaliado, nesse caso, será o conhecimento adquirido durante os anos de estudo.

Suas habilidades e as competências profissionais desenvolvidas é que importam no momento de uma contratação. Então, independentemente de você escolher frequentar todos os dias a graduação ou acompanhar seus conteúdos a distância — por meio do computador, tablet ou smartphone —, é a sua qualificação que será analisada.

Inclusive, estudar a distância demanda articular diferentes talentos, que são muito bem-vistos pelos recrutadores das empresas. Dentre eles, elencamos os seguintes:

Organização

Como quem determina o ritmo dos estudos no EAD é o aluno, é indispensável alcançar um bom nível de organização da rotina. Essa prática cotidiana, essencial para quem pretende progredir nos estudos e se diplomar, tende a se transformar em um saudável hábito.

Desse modo, contribui para o sucesso nos vários aspectos da vida, com ênfase para o profissional.

Disciplina

Quem faz um curso superior a distância precisa desenvolver disciplina, caso contrário vai ter baixo desempenho acadêmico. Afinal, não dá para evoluir nos estudos sem acessar regularmente os conteúdos ou fazendo o curso “de qualquer jeito”.

Essa persistência é necessária: além de levar o aluno a concluir a graduação, é um valioso ganho para a sua carreira.

Proatividade

Estudar remotamente implica fortalecer a capacidade de tomar iniciativas, combater a procrastinação e buscar interações com professores e colegas. Essas atitudes são fundamentais para estar sempre em dia com as matérias.

Tal capacidade, muito requisitada em diversas áreas, é especialmente valorizada em quem almeja um cargo de liderança, por exemplo.

Quais as vantagens de realizar um curso EAD?

Mas, na prática, quais são os benefícios de escolher o ensino a distância como opção para qualificação do seu currículo profissional? A seguir, listamos alguns. Confira!

Sem barreiras

A grande vantagem do EAD é justamente acabar com as barreiras geográficas que impedem, por exemplo, que você realize um curso ministrado por uma instituição de ensino relevante dentro do seu segmento de atuação. Dessa forma, você pode ter acesso aos melhores professores e conteúdos sem sair de casa.

Maior flexibilidade

Consequentemente, você pode se organizar para assistir às aulas no melhor horário possível para a sua rotina. Em vez de se adequar ao calendário da instituição, você pode definir quais são os melhores horários para ser produtivo, por exemplo. Tudo isso contribui para que você não tenha uma queda de produtividade no trabalho ou nos estudos.

Custos mais baixos

Em média, os cursos EAD são mais baratos e, portanto, fáceis de serem encaixados no seu orçamento. Afinal, além de não demandar gastos com transporte, a própria instituição tem os custos reduzidos e, por isso, pode oferecer aulas por um preço mais amigável para quem decide se matricular no curso.

Ganho em custo-benefício

Não é porque a aula é a distância que a qualidade do ensino vai ser prejudicada. O professor não deixa de se esforçar para passar o conteúdo. Portanto, o custo-benefício de se matricular em um curso de ensino a distância é maior que o de fazer um curso presencial.

Além disso, você ganha em outros pontos já citados, como a facilidade e flexibilidade para encaixar as suas aulas ao seu dia a dia de trabalho. Tudo isso acaba contribuindo para que a relação entre custo e benefício se torne ainda melhor.

Vale reforçar que a graduação na modalidade ensino a distância é reconhecida pelo MEC e tem diploma igual ao dos cursos presenciais. Tal equivalência se estende à qualidade, que segue o mesmo padrão nas formações com frequência diária. Soma-se a isso a possibilidade de se estabelecer o próprio ritmo, tornando mais fácil conciliar faculdade e trabalho.

Que tal, então, conhecer mais sobre as instituições que oferecem cursos com ensino a distância em sua grade curricular? Entre em contato conosco e saiba mais sobre as disciplinas que são contempladas em nossas aulas e escolha o curso que vai ajudá-lo a conquistar melhores chances no mercado de trabalho!

Facebook Comments