Engenharia de Produção e Administração: qual é a diferença?

Engenharia de Produção e Administração: qual é a diferença?

Engenharia de Produção e Administração: qual é a diferença?

O ingresso à universidade é um objetivo de muitos, seja para crescer na empresa onde trabalham ou para seguir uma carreira com a qual se identifica. E uma dúvida muito comum entre os estudantes que estão prestes a se candidatar para o vestibular é: qual é a diferença entre Engenharia de Produção e Administração?

Portanto, se você deseja se graduar, mas ainda não sabe qual curso escolher, acompanhe este artigo. Aqui, nós vamos apresentar tudo o que você precisa saber sobre esses dois cursos. Vamos abordar as possíveis áreas de atuação, as disciplinas estudadas, o objetivo da formação, a média salarial e as opções de especialização.

Por isso, continue a leitura e confira!

Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção tem duração de 5 anos e é focado no ensino dos princípios relacionados aos processos produtivos.

Mais direcionado para as Ciências Exatas, o aluno é preparado para desenvolver os procedimentos produtivos que envolvam todo e qualquer tipo de estrutura referente aos produtos ou serviços. Nesse sentido, engloba também os conhecimentos para a gestão dos processos.

Matérias estudadas em Engenharia de Produção

As disciplinas principais serão voltadas para as áreas de:

  • Cálculos e Matemática;

  • Física;

  • Química;

  • Informática;

  • Gestão de Projetos;

  • Gestão de Qualidade;

  • Logística.

Recurso Humanos e Economia também são tópicos abordados no curso. No entanto, o enfoque dessas áreas aqui é secundário.

Opções de especialização

Após o término da graduação, é possível verticalizar os conhecimentos com as opções de especialização. Basicamente, os cursos de pós-graduação disponíveis para quem se forma em Engenharia de Produção, abordam matérias como:

  • Sistemas Produtivos;

  • Gestão de Inovação;

  • Gestão Estratégica de Custos;

  • Sistemas de Qualidade;

  • Análise de Demanda.

Objetivo da formação

O objetivo do curso de Engenharia de Produção é formar profissionais que sejam capazes de otimizar os processos produtivos de uma empresa de forma criteriosa e econômica, sempre buscando a máxima eficiência das operações.

Profissão e mercado de trabalho

Devido à ampla formação, o engenheiro de produção estará apto para trabalhar em diversos setores da economia — tanto em indústrias como em empresas de serviços, públicas ou privadas.

A seguir, veja o que esse profissional pode fazer nas áreas de sua competência:

  • gerenciar o departamento de logística;

  • desenvolver projetos do setor químico, elétrico ou mecânico;

  • implantar e controlar sistemas de produção;

  • realizar o controle de qualidade dos processos;

  • atuar na gestão organizacional;

  • gerir os recursos envolvidos nos processos de produção (humanos, financeiros e materiais).

E sobre a média salarial, o que pode-se esperar da profissão? Bem, de acordo com uma pesquisa realizada pela Catho, maior site de empregos do Brasil, o salário de um engenheiro de produção varia entre R$ 3.000,00 e R$ 9.500,00 — sendo que a média aproxima-se dos R$ 5.500,00.


Administração

Já a graduação em Administração tem duração de 4 anos e possui um olhar mais voltado para as Ciências Humanas, tendo como objetivo principal capacitar os alunos no que corresponde às competências necessárias para a gestão de uma empresa.

Diferentemente da Engenharia de Produção, em que o próprio nome já sugere o enfoque nos processos produtivos, a Administração compreende uma esfera de conhecimento um pouco mais abrangente, o que inclui recursos humanos, finanças, vendas etc.

Em outras palavras: o curso envolve os assuntos considerados importantes para a análise de desempenho de uma organização, para a gestão do negócio e também para as tomadas de decisão.

Matérias estudadas no curso de Administração

Geralmente, a grade disciplinar será composta por matérias como:

  • Sociologia;

  • Comunicação;

  • Empreendedorismo;

  • Marketing;

  • Gestão (de pessoas, comercial, financeira etc);

  • Economia;

  • Matemática;

  • Contabilidade.

Cada qual pode ter suas variantes, como exemplo dos diversos tópicos abordados em Gestão. Além disso, vale ressaltar que um bom curso de Administração oferece a oportunidade de o aluno dominar as ferramentas essenciais para o mundo corporativo atual, como Tecnologias da Informação e Comunicação e as mais recentes técnicas e metodologias empresariais.

Opções de especialização

Para os já graduados, as opções de especialização são inúmeras. Por se tratar de uma área bastante ampla, normalmente é o campo específico de atuação do profissional que servirá de base para a escolha.

Com exemplo, veja logo abaixo algumas das aplicações possíveis:

Objetivo da formação

Quanto ao objetivo de formação, a graduação em Administração visa preparar os alunos para o dia a dia organizacional de uma empresa, especialmente sobre as questões que remetem ao gerenciamento das atividades.

No entanto, isso não quer dizer que o administrador terá cargos apenas de supervisão. Pelo contrário, na maioria das vezes será preciso estar diretamente envolvido na realização das tarefas.

Profissão e mercado de trabalho

Dificilmente haverá uma profissão tão versátil como a do administrador. Esse profissional é habilitado para atuar em praticamente todos os campos de trabalho, seja na indústria, no comércio ou nos serviços.

Suas atividades podem incluir:

  • gerenciar as finanças (capital de giro, fluxo de caixa, contas a pagar e receber);

  • montar equipes e promover treinamentos;

  • planejar e definir estratégias (vendas, marketing e investimentos);

  • supervisionar os processos produtivos;

  • gerir a logística e controlar o estoque.

​Diante de tudo isso, qual é o salário médio do Administrador? Primeiramente, é preciso compreender que essa função é muito diversificada, tanto em termos de mercado quanto nos níveis hierárquicos.

Assim sendo, os dados mais relevantes são os fornecidos pelo Conselho Federal de Administração (CFA). A entidade recomenda uma remuneração de aproximadamente R$ 2.500,00 para quem está iniciando a carreira, e algo em torno de R$ 5.900,00 para os profissionais mais experientes — aqueles com, no mínimo, 2 anos de atuação.

Para concluir, tenha em mente que as diferenças entre Engenharia de Produção e Administração são consideráveis. Analise as particularidades de cada área e não se esqueça de considerar o que você deseja para o seu futuro. Isso é o mais importante!

Esperamos que este artigo tenha ajudado a guiar a sua escolha. Nossa equipe estará à sua disposição para solucionar qualquer dúvida. Se tiver alguma, entre em contato conosco. Teremos prazer em ajudar!

Facebook Comments

About The Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Quer ainda mais dicas?

Cadastre-se agora para receber gratuitamente por e-mail.

guia-da-graduacao-ead

guia-da-transformacao-digital

UNIDADE CENTRAL

Rua Lauro Müller, 767 Bairro Santa Maria Chapecó - SC | Contato: (49) 3319-3838 / 89812-214

CENTRO UNIVERSITÁRIO

Rua Carlos Kummer, 100 Bairro Universitário Itapiranga - SC | Contato: (49) 3678-8700 / 89896-000

UCEFF Palmital

Av. Irineu Bornhausen, 2045 Bairro Quedas do Palmital Chapecó - SC | Contato: (49) 3319-3800 / 89814-650

Share This