Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Muitas pessoas têm o sonho de fazer carreira em uma grande empresa, principalmente naquelas que têm sede ou atuam em outros países. Porém, um grande obstáculo nesse processo pode ser não saber como trabalhar em multinacional.

A competitividade do mercado de trabalho e as exigências para uma vaga em uma organização como essa são capazes até mesmo de amedrontar e afastar bons candidatos.

Sendo assim, buscar algumas dicas para conseguir uma oportunidade como essa pode fazer toda a diferença na sua preparação. Quer saber mais? Não deixe de ler o post de hoje!

1. Invista em um curso superior de qualidade

Por mais que você tenha outras diversas qualidades, não adianta: a sua formação sempre será um fator de destaque no seu currículo. Por isso, investir em um bom curso superior é um dos requisitos para se dar bem e conseguir uma vaga em uma grande empresa.

Na verdade, muitas vezes isso é até uma condição para determinados cargos, ou seja, se você não tiver pelo menos um diploma do Ensino Superior não será possível conquistá-los.

Esse deve ser o primeiro passo para aprender sobre alguma área de conhecimento como Administração, Marketing, Logística, Finanças, Comércio Exterior, Recursos Humanos, Engenharia de Produção, entre tantas outras.

A fase da faculdade é essencial para a construção dos conhecimentos práticos e teóricos, proporcionando grande parte da base que o aluno precisará para exercer sua profissão.

Contudo, é importante não pensar que depois de formados podemos parar de estudar. Ao contrário, essa é uma missão para a vida inteira, principalmente se você deseja crescer na carreira.

2. Busque estágios durante a faculdade

Outra dica que deve render bons frutos na sua experiência profissional é fazer um estágio. A princípio, pode parecer que a sua vida vai ficar muito corrida e que você não vai ter tempo para estudar, mas saiba que, organizando a rotina, é possível conciliar as duas coisas.

A importância desse esforço é que você vai conseguir potencializar ainda mais a sua formação, sobretudo porque o estágio é uma ótima oportunidade para colocar em prática os conhecimentos adquiridos na faculdade.

À medida que as dificuldades aparecerem, você poderá identificar quais são os seus pontos fracos (que precisam ser melhorados) e quais são as suas preferências. A partir de então, poderá direcionar melhor o seu caminho, focando naquilo que lhe atrai mais.

O estudante que não passa pela função de estagiário tende a entrar no mercado mais despreparado e até perdido, sem saber bem qual área deseja seguir. Se o seu interesse for trabalhar em multinacional, aproveite para tentar uma oportunidade nesse tipo de empresa para já começar a entender como ela funciona.

3. Aprenda uma nova língua

Dominar um outro idioma é quase como uma obrigação para quem quer entrar em uma multinacional. Ainda que inicialmente não faça parte das suas funções manter contato com pessoas em outro(s) país(es), essa possibilidade sempre existe se você mudar de cargo ou evoluir na profissão.

Aqui no Brasil, as fluências em inglês e espanhol são as mais comuns e recomendadas — a primeira por ser uma língua conhecida praticamente no mundo todo, e a segunda pela proximidade com a América Latina.

No entanto, às vezes é necessário ir um pouco mais além, procurando aprender algum outro idioma. É o caso de quem trabalha em companhias com origem alemã ou chinesa, por exemplo. O domínio da língua e de alguns detalhes da cultura do país pode ser um diferencial a seu favor.

4. Seja proativo

Muito se fala nesse termo, embora nem todo mundo saiba exatamente o que ele significa. Ser proativo quer dizer agir antecipadamente frente a uma questão ou um problema.

No dia a dia, o profissional proativo é aquele que assume suas responsabilidades e tem iniciativa para fazer as coisas — isto é, não fica esperando que elas se resolvam sozinhas ou que outra pessoa tome atitude. É aquele funcionário que vê que um relatório precisa ser feito e decide fazê-lo antes mesmo que alguém te peça.

A proatividade é uma habilidade das pessoas que se antecipam e trabalham para entregar soluções. Para isso, elas têm o costume de pensar em situações futuras, tentando identificar boas oportunidades e evitar prejuízos.

No fim das contas, ser proativo indica que o profissional é comprometido, característica que todo empregador procura.

5. Saiba ouvir

O forte desejo de conseguir uma vaga ou de demonstrar um bom serviço é capaz de sabotar os nossos planos algumas vezes. Reações impulsivas e que reflitam essa ansiedade nem sempre são bem-vistas.

Diante disso, um conselho dado por várias pessoas que trabalham com Recursos Humanos é saber ouvir. A ânsia por falar e contribuir de alguma maneira não deve ser maior que a vontade de escutar, perceber e tentar compreender o que está sendo falado. Ouvir mais do que falar é uma sabedoria nos ambientes profissionais.

6. Crie o seu networking

Criar a sua própria rede de contatos é um dos segredos para ser reconhecido no mercado e, consequentemente, conseguir o seu emprego dos sonhos. Mesmo que isso leve um tempo, conhecer as pessoas da área e ser conhecido por elas pode fazer toda a diferença.

Para tanto, participar de feiras, congressos, cursos, palestras e até de comunidades virtuais é relevante nessa fase de ampliar os contatos. Com cautela e discrição, deixe as pessoas saberem o que você faz ou o que deseja fazer e aonde quer chegar.

O maior cuidado nessa tarefa é construir uma imagem de credibilidade de maneira que as pessoas o considerem com um potencial candidato. Então, quando souberem de alguma vaga com o seu perfil, provavelmente elas se lembrarão de você.

7. Procure conhecer o mundo

Para trabalhar em uma multinacional é preciso saber como esse tipo de negócio funciona, como essas relações entre dois ou mais países acontecem. A curiosidade e o interesse em conhecer o mundo também são diferenciais nesse sentido.

Não que isso queira dizer viajar para fora, fazer mil intercâmbios ou ter um passaporte lotado de carimbos. A ideia é muito mais estar antenado ao que acontece ao seu redor do que colecionar páginas carimbadas.

Aliás, se você tiver a chance de aprender de perto sobre outras culturas será ótimo, mas o seu conhecimento de mundo não precisa ficar restrito a esse tipo de experiência. Bons livros e até a própria internet são excelentes companheiros para isso.

Você pode começar tentando entender melhor o país original da empresa, seu mercado de atuação (ex.: farmacêutico, tecnológico, alimentício etc), seus parceiros de negócios, principais concorrentes, entre outras informações. Assim, certamente você se tornará um profissional mais completo e atualizado, capaz de pensar (e atuar) globalmente.

Enfim, essas são algumas dicas que podem fazer você se dar bem se ainda não sabe como trabalhar em multinacional. O ideal é nunca deixar de lado sua vontade de aprender para preparar-se para alçar voos cada vez maiores.

Gostou das nossas sugestões? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e continuar recebendo outras publicações como esta!

 

Facebook Comments