Aquele profissional que você tanta admira e conseguiu um cargo de destaque em uma multinacional não chegou lá por acaso. Pelo contrário. Foi preciso se dedicar ao trabalho, tendo comprometimento e força de vontade.

Então, se você também quer alcançar voos mais altos, saiba de antemão que é fundamental se preparar desde cedo.

É nesse cenário que entra a importância de montar um plano de carreira. Com essa ferramenta, você será capaz de orientar as suas ações tendo em vista um objetivo maior: o crescimento profissional e pessoal.

Lembre-se de que um planejamento adequado é capaz de evitar transtornos e oferecer mais segurança para alcançar os resultados esperados, conquistando assim uma carreira promissora.

Quer, saber, então, como elaborar um plano de carreira eficaz e concreto? Continue a leitura e confira estas sete dicas:

1. Defina as suas metas

O primeiro passo para obter êxito é definir suas metas. Pense bem: como você se enxerga daqui a alguns anos? Onde você quer atuar? Pretende morar ainda na sua cidade ou em alguma capital?

Perceba que é fundamental ter em mente essas respostas para conseguir criar um plano de carreira adequado.

Vale ressaltar que não basta traçar objetivos apenas de longo prazo. Afinal, para alcançar o topo é fundamental subir de degrau em degrau, não é mesmo? Por isso, estipule as metas a curto, médio e longo prazo.

Essa é a melhor forma de lembrar que cada estágio da sua vida tem extrema importância. Ou seja, cada obstáculo superado é um passo a mais dado em direção ao objetivo principal.

2. Invista na capacitação

Mais do que nunca os profissionais precisam se preocupar com a qualificação — uma vez que o mercado está cada vez mais acirrado e exigindo habilidades e aptidões singulares.

Nesse aspecto, é essencial apostar em alternativas que vão torná-lo diferenciado no mercado, começando pela própria graduação.

Tenha em mente que, ao cursar o ensino superior, existe grande chance de você conseguir colher bons frutos. Os resultados podem ser ainda melhores se a faculdade for referência na área em que você pretende ingressar.

Mas não é só isso. Também é preciso se programar para realizar outros cursos e formações continuadas, como pós-graduação, MBA, mestrado, doutorado, aulas de idiomas e outras atividades que vão turbinar o seu currículo, deixando-o mais atrativo aos olhos dos empregadores.

3. Estabeleça prazos

Nada de deixar acontecer naturalmente. É preciso se programar para que você vivencie as devidas fases nas épocas adequadas.

Quer um exemplo mais claro? Então, vamos lá! Imagine uma graduação com 8 períodos ao todo, o que corresponde a 4 anos. O ideal, nesse contexto, é que você consiga completá-lo dentro desse prazo.

O motivo é simples. Ao extrapolar o prazo de uma etapa, você prejudica todo o planejamento. Portanto, estipule um período realista para concluir cada missão.

4. Estipule estratégias

De nada adianta saber aonde quer chegar e ter aptidões diferenciadas, mas não possuir um plano de ações claro e efetivo.

Por isso, você precisa traçar estratégias palpáveis desde o momento em que entrar na faculdade. Comece, por exemplo, a apostar no networking, aumentando assim os seus contatos profissionais e, consequentemente, suas possibilidades de conseguir um emprego.

Além do mais, vá a palestras, workshops, encontros de estudantes e seminários realizados na instituição, ampliando tanto o seu conhecimento como seus contatos.

De forma geral, você deve pensar no que pode ser feito para ficar ainda mais próximo da sua meta. Não existe uma fórmula mágica aqui. Então, seja criativo e comece a colocar em prática o que é necessário para alcançar os seus sonhos.

5. Tenha disciplina

Não caia na cilada de deixar para depois. Quando o assunto é plano de carreira, você deve fazer o máximo para ser disciplinado e seguir o que foi estipulado.

Isso não significa, porém, que você não pode fazer alterações no decorrer do processo — até porque imprevistos acontecem. Por isso, é recomendado ter sempre um plano B.

No entanto, o mais indicado é cumprir à risca os planos estipulados. E para isso é fundamental ter muito foco e empenho.

Não se deixe abalar por fatores externos e nunca se esqueça de que todo o percurso, por mais árduo que seja, será recompensador quando, enfim, você conquistar o que tanto desejou.

6. Acompanhe as tendências do mercado

A cada momento surgem novas ferramentas, outras são substituídas e estratégias são criadas. Assim, o profissional de destaque deve acompanhar as tendências do mercado.

Aliás, ele não só deve acompanhá-las como se preparar para tirar de letra todas as dificuldades para se adequar às mudanças. Isso significa que você precisa atualizar constantemente suas estratégias e o seu planejamento, garantindo que o seu plano esteja compatível com a realidade do mercado.

Nesse contexto, é fundamental adotar uma postura mais flexível. Lembre-se de que, atualmente, as empresas buscam por profissionais multifacetados, que possuem habilidades não só técnicas, mas comportamentais — e conseguem atender às diferentes demandas.

A dica de ouro aqui é: siga as novidades do mundo corporativo e de sua área de atuação, ajustando regularmente os seus planos. Essa é a melhor forma de garantir êxito na tarefa.

7. Seja proativo

Dinheiro não cai do céu, assim como o sucesso profissional não é conquistado se você não correr atrás. Então, saia da sua zona de conforto!

Leve sempre em consideração as ações que são capazes de deixá-lo ainda mais próximo do seu objetivo. Se você ainda não tem o conhecimento necessário para executar determinadas tarefas, estude e pratique!

Em outras palavras: seja proativo. Afinal, aquele emprego dos sonhos não vai aparecer do nada. É preciso criar as oportunidades e facilitar o processo. E isso só é possível se você tiver iniciativa.

Pode apostar: ao montar um plano de carreira detalhado, priorizando metas realistas, existe grande chance de você conseguir tirar do papel os seus desejos profissionais. Então, comece a se organizar desde cedo. O ideal é que tal planejamento já se inicie logo na faculdade. Afinal, lá você encontrará suas primeiras oportunidades por meio dos estágios.

Agora é sua vez! Conte para nós o que você achou das dicas. Você está apto a montar o seu plano de carreira? Deixe um comentário abaixo!

Facebook Comments