Não é novidade que o crédito universitário facilita a vida de muitos estudantes. A possibilidade de financiar a mensalidade é o que permite que milhares de pessoas consigam conquistar o diploma do curso superior.

Portanto, a faculdade particular que apresenta esse tipo de alternativa para os seus alunos certamente sai ganhando. Afinal, não deixa de ser um benefício para que eles realizem seus sonhos e entrem mais preparados no mercado de trabalho, não é mesmo?

Então, aproveite para ler o post a seguir e conhecer melhor o Crefácil, que é uma oportunidade exclusiva da UCEFF!

O que é o Crefácil?

É um tipo de crédito universitário oferecido pela própria UCEFF, que possibilita financiar 50% da mensalidade do curso escolhido. Na verdade, o aluno pode fazer o financiamento de 50% da quantidade de créditos matriculados, o que varia de acordo com a situação acadêmica de cada um.

A ideia surgiu em 2016 e hoje existem cerca de 107 alunos que utilizam esse benefício. Sua importância cresceu ainda mais com a redução das bolsas de estudo e financiamento do governo federal.

As dificuldades em conseguir o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), por exemplo, fizeram com que esses programas se tornassem uma boa alternativa. Assim, a UCEFF busca reforçar cada vez mais sua iniciativa de facilitar a vida do aluno.

Como ele funciona?

Para entender melhor como o Crefácil funciona é preciso deixar claro alguns pontos fundamentais sobre o programa.

O primeiro detalhe relevante é que a matrícula e a rematrícula não são financiadas. Logo, o estudante deve pagar a mensalidade integral de janeiro e julho. O restante dos meses (que são 5 parcelas a cada semestre) pode ser financiado em 50%.

A partir disso, fica estabelecido que apenas os alunos já matriculados podem fazer a requisição do financiamento. Ou seja, se a primeira mensalidade não for paga e a pessoa ainda não fizer parte da lista de matriculados, ela não poderá ter acesso ao crédito universitário.

A solicitação é feita de forma bastante simples, pelo sistema online de gestão da faculdade — que é liberado para os matriculados. Basta fazer o login, anexar toda a documentação pedida e encaminhar o pedido para a instituição.

Então, a comissão responsável faz a análise dos dados de cada candidato e em até 10 dias responde o aluno se a sua solicitação foi aprovada ou não. Caso os documentos estejam todos corretos conforme requisitado, a carta de crédito é aprovada.

Quando o contrato for iniciado, seja no início ou no meio da graduação, começa a valer o prazo para pagamento. Nesse sentido, vale ressaltar que não há nenhum tipo de carência e logo depois de formado o aluno deve começar a pagar as parcelas do financiamento.

O prazo para a quitação total do valor é o mesmo da utilização do benefício. “Por exemplo, se a pessoa fez um curso de Engenharia, cujo prazo para conclusão é de 5 anos, ela financiará 10 parcelas por ano de estudo (já que a matrícula e as rematrículas não entram nessa conta e são pagas à parte). Sendo assim, serão 50 meses. O prazo de pagamento é o mesmo de utilização. Portanto, como utilizou em 50 meses, pagará em 50 meses”, explica a analista administrativo da UCEFF Fernanda Flores.

Outro detalhe é que o aproveitamento acadêmico deve ser de, pelo menos, 75%, o que costuma ser um pré-requisito da maioria dos programas. Isso significa que os alunos com reprovação acima de 25% podem ter o seu contrato cancelado, inclusive com a exigência de antecipação da contraprestação.

Quem pode participar?

Para participar e ser aprovado pelo Crefácil, o candidato deve cumprir determinados critérios, como:

  • estar devidamente matriculado em algum curso da UCEFF e em todas as disciplinas regulares do semestre;

  • estar em situação financeira regular junto à instituição (qualquer débito precisa ser regularizado para ter o crédito concedido);

  • ter renda mínima pessoal ou familiar per capita de 1,5 vezes o valor da mensalidade financiada, sendo que essa renda não pode ultrapassar 2,5 vezes o valor integral da mensalidade (renda máxima aceita);

  • apresentar um fiador que tenha entre 18 e 60 anos, sem restrições financeiras e que comprove ter no mínimo R$2.000,00 ou até 3 vezes o valor financiado do curso.

Além disso, é importante que o estudante não tenha bolsa ou outro financiamento que seja superior a 50% do valor da mensalidade cursada. Nesse caso, ele não terá o direito de participar do Crefácil.

Contudo, se for aprovado no FIES, Prouni ou qualquer outro programa que não ultrapasse a metade do valor, poderá ainda tentar o crédito para financiar os 50% da diferença (da quantia que não possui cobertura por outra modalidade).

Quais as vantagens do Crefácil para o aluno?

Sem dúvidas, a maior vantagem é oferecer mais uma oportunidade das pessoas fazerem um curso superior de qualidade. Ter uma qualificação reconhecida é o melhor caminho de ganhar o mercado de trabalho, além de ser um fator que abre muitas portas para o profissional crescer na carreira e conquistar os seus sonhos.

Em um país cheio de desigualdades, facilitar o acesso ao ensino é uma ótima atitude, principalmente quando o governo federal não consegue abranger toda a população com as suas iniciativas.

Pensando pelo lado prático, um outro grande benefício do Crefácil é não cobrar taxas de juros efetivas do aluno. Isso quer dizer que não há a cobrança de altos encargos financeiros, o que normalmente é realizado pelas instituições bancárias.

Dessa forma, o estudante não cria uma dívida exorbitante enquanto se dedica aos estudos. A definição da UCEFF é que seja cobrado apenas o valor atualizado do crédito de cada curso, sem qualquer outro tipo de taxa administrativa.

No fim das contas, é como se o beneficiário arcasse com as despesas do curso relativas à época do pagamento — e não do período em que estudou, pois o valor é atualizado.

É preciso considerar ainda que toda a burocracia de conseguir um financiamento também é facilitada quando o negócio é fechado diretamente com a instituição de ensino. Não há terceiros ou maiores complicações nesse tipo de crédito estudantil. “Como Crefácil é próprio da instituição, o aluno pode vir diretamente no setor e sanar qualquer dúvida de forma imediata. Não precisa acionar serviços de 0800 ou enfrentar filas em banco”, destaca a analista administrativo da UCEFF.

Todo o processo é feito de maneira simples e tranquila, sem contar que a concorrência menor e a rapidez do retorno são outros dois pontos positivos para o beneficiário.

Enfim, trata-se de uma grande chance proporcionada pela faculdade para que os seus alunos consigam chegar ao mercado mais preparados (e ganhando melhor) antes de começarem a pagar o valor total do curso.

E então, gostou de saber mais sobre a nossa opção de crédito universitário? Agora, aproveite para entrar em contato conosco e escolher o curso ideal para você!

Facebook Comments