Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Pagar a faculdade com tranquilidade sem passar por privações: esse é um sonho que, para muitos, parece distante. A boa notícia é que isso pode ser uma realidade.

Sim, é possível pagar o curso superior sem abrir mão da qualidade de vida. Para alcançar esse objetivo, porém, é importante investir na organização das finanças, economizar o quanto for possível e, principalmente, tornar o planejamento financeiro o seu principal aliado.

Veja as dicas que preparamos para que você consiga pagar a faculdade sem passar por apuros. Confira:

1. Descubra para onde vai o seu dinheiro

O primeiro passo para conseguir pagar a faculdade com tranquilidade é pôr as finanças em ordem. Nesse sentido, é essencial descobrir, antes de tudo, para onde vai o seu dinheiro.

A melhor forma de fazer isso é anotar todas as suas receitas e despesas. Para tanto, você pode usar um dos diversos aplicativos disponíveis para gestão de finanças, uma simples planilha em seu computador ou até mesmo um simples caderno.

Independentemente do método escolhido, é importante registrar toda e qualquer entrada e saída, por menores que sejam, da conta-corrente e do cartão de crédito. Além do valor, especifique a origem da receita e com que o dinheiro foi gasto. Você pode criar categorias, como moradia, alimentação, educação etc.

Assim, você saberá exatamente as áreas do orçamento em que estão as suas maiores despesas e o que pode ser cortado para você ter condições de arcar com as mensalidades da faculdade sem passar por dificuldades.

2. Reveja os gastos do dia a dia

Depois de descobrir onde estão as suas maiores despesas — e se suas receitas superam seus gastos —, é hora de partir para a ação e analisar como você poderá economizar. Comece sempre pelas despesas que não são essenciais, como gastos com lazer, cuidados pessoais, vestuário etc.

Rever os gastos do dia a dia não é sinônimo de abrir mão de todo e qualquer tipo de diversão ou prazer. Você pode, por exemplo, substituir o barzinho de todo final de semana por uma reunião em casa. Outra ideia é restringir a ida ao cinema a uma vez por mês e trocar a assinatura da TV a cabo por algum serviço de streaming — bem mais barato.

Assim, você gasta menos, consegue pagar suas mensalidades com mais tranquilidade e não precisa ficar sem se divertir e relaxar.

3. Tenha metas mensais de economia

Uma das partes mais importantes do planejamento financeiro é a criação de metas mensais de economia. Agora que você já sabe para onde está indo o seu dinheiro e as áreas em que é possível diminuir os gastos, é preciso definir o quanto você pode gastar por mês em cada categoria do orçamento.

Comece o planejamento pelas despesas essenciais e fixas, como aluguel, plano de saúde e mensalidade da faculdade.

Depois, crie metas para os gastos variáveis, mas não menos importantes, como alimentação e contas de consumo. Separe determinada quantia também para prioridades financeiras (como investimentos).

50% de desconto na matrícula utilizando a nota do ENEMPowered by Rock Convert

Por fim, distribua o dinheiro restante pelas categorias relacionadas ao estilo de vida, como viagens e lazer.

Além de criar metas, é importante acompanhá-las durante o mês. Caso extrapole algum valor, tente compensar e economizar mais em outra categoria para não desequilibrar o orçamento.

4. Abra mão de supérfluos

Para conseguir pagar a faculdade sem ter dor de cabeça, é extremamente necessário abrir mão de gastos supérfluos. Cancele assinaturas de revistas e jornais que você não lê, a mensalidade da academia que você não vai mais e despesas que não são tão importantes assim, como o suco que você toma todo o dia antes de ir para a aula ou o lanchinho no intervalo.

Para ter segurança financeira, é importante se certificar de que você está gastando o seu dinheiro com o que realmente importa. Caso sinta dificuldades em fugir dos gastos por impulso, experimente deixar o cartão em casa e sair apenas com a quantia que você precisará para o dia.

5. Crie uma reserva para emergências

Imprevistos acontecem. Por isso, não abra mão de ter uma reserva financeira para emergências, como uma ida ao dentista, um material didático inesperado que você tem que adquirir ou uma cota extra da instituição de ensino que você estuda.

Assim, você não tem que recorrer a empréstimos de última hora (e seus juros altíssimos), caso seja necessário lidar com gastos que não foram planejados.

Neste sentido, para evitar qualquer dor de cabeça, é preciso criar um fundo de reserva equivalente a, pelo menos, três meses de despesas mensais. O ideal é depositar o valor em um investimento que tenha liquidez, como a poupança, pois você pode precisar do dinheiro a qualquer momento.

6. Concilie trabalho com o estudo

Para arcar com as mensalidades da faculdade, avalie a possibilidade de conciliar os estudos com trabalho. São várias as oportunidades disponíveis para quem só pode trabalhar meio período. Muitas vezes, a própria instituição de ensino oferece vagas de trabalho para seus alunos em locais como bibliotecas e restaurantes.

Caso não queira comprometer os estudos com um emprego formal, veja a possibilidade de atuar como freelancer, trabalhando de casa, ou em um trabalho temporário ajudando, por exemplo, em eventos acadêmicos, feiras de estágio etc.

7. Busque financiamento estudantil

O financiamento estudantil é uma alternativa a ser considerada por quem quer conseguir pagar a faculdade com tranquilidade. Comece a sua busca pelas opções que cobram juros mais baixos, como as oferecidas pelo Governo — como Fies e Prouni.

Pesquise, ainda, os produtos oferecidos por instituições financeiras e pelas instituições de ensino nas quais você tem interesse em estudar. Antes de tomar sua decisão, não deixe de observar atentamente alguns pontos, como o valor total do financiamento, o prazo para pagamento e as condições oferecidas.

O planejamento financeiro é o principal aliado de quem quer ter a certeza de conseguir pagar a faculdade sem imprevistos. Portanto, invista na organização das finanças, no controle dos gastos e na definição mensal de despesas para conseguir arcar com as mensalidades sem ter que abrir mão do lazer e de outras coisas que são importantes para você no seu dia a dia.

Com determinação e disciplina, é possível fazer o curso superior que você sempre sonhou!

Gostou deste conteúdo? Então, curta a nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no LinkedIn para ficar por dentro de todas as publicações e novidades.

Facebook Comments