Ser psicólogo é o desejo de muitas pessoas, inclusive porque as possibilidades de atuação na área se diversificaram muito ao longo do tempo. Então, quem deseja fazer faculdade de Psicologia em Santa Catarina deve estar atento a tudo o que diz respeito ao curso de graduação.

A carreira é fundamental para promover o bem-estar às pessoas e oferece chances reais de o profissional contribuir com a manutenção da saúde mental. Por isso, entender o que faz um psicólogo e qual a importância do setor é o primeiro passo de quem deseja seguir na profissão.

Conversamos com Idiane Turra Tuni, coordenadora do curso da UCEFF, para explicar melhor sobre o assunto e auxiliar quem quer ficar por dentro dessa oportunidade. Será que vale mesmo a pena apostar nessa formação? Que diferenciais devem ser considerados ao escolher um bom curso? Quais são as áreas de atuação? Continue a leitura e descubra!

AFINAL, O QUE FAZ UM PSICÓLOGO?

No geral, o psicólogo é o profissional que se dedica ao estudo do comportamento e da mente humana. Ou seja, ele tem a responsabilidade de zelar pelo bem-estar psicológico das pessoas, auxiliando-as a enfrentar e a superar dificuldades emocionais ou, ainda, tratar determinados tipos de doenças e distúrbios mentais.

Por mais que muita gente imagine que o psicólogo apenas atue em consultórios, atendendo pacientes de forma individual, é preciso entender que existe uma variedade de abordagens de atuação na área. Por exemplo, atualmente são requeridos psicólogos para uma série de setores, como no esporte, na educação, em diferentes tipos de empresas e programas de orientação profissional.

Além disso, o psicólogo também pode exercer serviços em hospitais, em ambientes jurídicos, asilos e penitenciárias. Inclusive, como o objeto de estudo da Psicologia é, justamente, entender o comportamento humano, seus conhecimentos são valiosos nos segmentos de Marketing e em desenvolvimento de campanhas corporativas.

A carreira está em plena ascensão, pois diversas pessoas têm percebido a importância de dar mais reconhecimento aos seus sentimentos e à saúde da mente como um todo, percebendo que certas dificuldades podem impactar negativamente a vida pessoal. Portanto, a opção pela faculdade de Psicologia é uma decisão inteligente a quem deseja ter uma trajetória profissional com mais possibilidades de atuação e, sobretudo, maiores chances de sucesso.

POR QUE FAZER PSICOLOGIA?

Antes de definir uma profissão, é natural que as pessoas fiquem cheias de dúvidas e incertezas. Logo, pesquisar informações sobre a área de interesse é fundamental antes de tomar qualquer decisão.

Uma das grandes vantagens da Psicologia é oferecer uma boa amplitude de atividades. Como citamos, o psicólogo formado não é somente aquele que atua em consultórios e recebe seus pacientes para sessões de terapia. Essa é uma imagem generalizada do profissional que, na verdade, pode assumir diversas outras funções no mercado de trabalho.

Além da Psicologia clínica, é possível direcionar a carreira para o campo educacional, corporativo, esportivo, hospitalar e até judicial, como citamos anteriormente. Por cuidar da saúde mental e das relações humanas em geral, o conhecimento de um psicólogo pode ser aplicado em vários ambientes!

O essencial é identificar a vocação para seguir essa carreira e iniciar os estudos. Quanto a isso, o estudante precisa ter em mente que as Ciências Humanas serão muito exploradas ao longo do curso, especialmente em temas como Sociologia e Teorias Psicoterápicas.

QUAL É O PERFIL DO ESTUDANTE DE PSICOLOGIA?

O interesse pelos diferentes conteúdos do curso é um fator crucial à motivação do aluno — assim como o gosto pela leitura. Afinal de contas, a graduação em Psicologia envolve pelo menos 5 anos de dedicação a fim de aprofundar no estudo do comportamento humano.

Uma característica dessa profissão que chama a atenção de muita gente é a possibilidade de fazer a diferença na vida do outro. Independentemente da vertente de carreira escolhida e do local de trabalho, um dos objetivos de um psicólogo é promover a qualidade de vida das pessoas, fazendo com que elas se conheçam e lidem melhor com as situações do dia a dia.

Por isso, é fundamental ser paciente e tolerante, sendo um bom ouvinte, que escuta sem criar julgamentos de valor sobre as ações, atitudes e experiências dos assistidos. A capacidade de comunicação é outro fator que diferencia os bons psicólogos, pois é preciso saber muito bem o momento e o que dizer a cada pessoa atendida.

No entanto, a depender da abordagem e da área de atuação, é preciso ser flexível para trabalhar sob pressão, sabendo analisar e tratar adequadamente os indivíduos em cada caso específico. Assim, estar atualizado das tendências e inovações da carreira também é imprescindível ao desenvolver as habilidades exigidas de um bom profissional.

COMO É O MERCADO DE TRABALHO PARA OS RECÉM-FORMADOS?

Existem inúmeras questões práticas ligadas ao universo da Psicologia. O mercado é bastante competitivo, o que exige muita qualificação e esforço por parte do profissional para se destacar. O salário também pode variar de acordo com a experiência, especialização e cursos que o psicólogo apresenta no currículo.

Quem conquista reconhecimento e uma boa agenda de pacientes também consegue um retorno bacana. Já os contratados por empresas ou instituições nem sempre começam com um valor alto, mas podem crescer gradativamente e atingir posições privilegiadas (e que paguem melhor). 

Segundo o Guia de Profissões e Salários da Catho, a média salarial de um psicólogo no Brasil é de R$2.327,41. Um fato positivo para o crescimento e valorização da área tem sido o entendimento de que esse especialista é como uma ferramenta para a qualidade de vida. 

As pessoas e as empresas estão perdendo o preconceito e percebendo que a saúde mental é muito valiosa — o que configura um ótimo cenário a quem está pensando em estudar Psicologia. Nas instituições escolares, por exemplo, o psicólogo deve ter um conhecimento aprofundado do comportamento de educadores, diretores e alunos, de modo a apresentar melhores resultados no segmento.

Já quando atua em ambientes corporativos, ele deve contribuir com a saúde dos colaboradores e gestores, de forma a planejar e executar da melhor maneira os seus atendimentos e ter a chance de obter destaque. Ou seja, o sucesso vai depender bastante do comportamento e dos diferenciais oferecidos pelo psicólogo, independentemente do ramo no qual oferece seus serviços.

QUAIS SÃO AS ÁREAS DE ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO? 

Durante a faculdade de psicologia você já poderá considerar qual área de atuação deseja seguir. Nesse período, é importante avaliar quais são as suas principais habilidades e aptidões, além de sempre observar o que trará felicidade e satisfação pessoal ao trabalhar no dia a dia. Abaixo, conheça melhor algumas das principais áreas de atuação do psicólogo e veja com qual você mais se identifica!

PSICOLOGIA CLÍNICA

Esse é o campo de atuação mais tradicional da Psicologia. Nele, você pode trabalhar tanto de forma particular, com o próprio consultório, quanto em instituições (privadas ou do governo).

O seu papel é auxiliar as principais questões psíquicas dos seus pacientes e contribuir para que eles possam solucioná-las. Isso pode ser feito por meio de diferentes métodos terapêuticos estudados ao longo da graduação, como a psicoterapia individual, lúdica, psicomotora etc.

Além disso, dependendo do seu tipo de atendimento, é possível adotar as modalidades de casal, familiar ou em grupo. Será durante a faculdade de Psicologia também que você poderá escolher a abordagem técnica para a sua carreira, como a Psicanálise, Behaviorismo, Existencial-Humanista, entre outras.

PSICOLOGIA EDUCACIONAL 

O profissional que decide se especializar na Psicologia Educacional exerce papel fundamental no âmbito acadêmico, tanto para aprimorar o ensino quanto para tratar problemas psicossociais. Você poderá propor e estabelecer ações necessárias em auxiliar as dificuldades de aprendizagem dos alunos. Somado a isso, dará o suporte necessário a pais e professores sobre quais são as melhores estratégias educacionais a serem adotadas.

PSICOLOGIA SOCIAL 

Mais do que um trabalho específico com cada indivíduo, o seu trabalho, nesse campo de atuação, exercerá reflexos na sociedade como um todo. A Psicologia Social abarca o cuidado com pessoas em situação de vulnerabilidade e suas interações sociais. Normalmente, você trabalhará em asilos, creches, ONGs ou penitenciárias. Poderá, também, desenvolver pesquisas na área e elaborar programas de desenvolvimento que visem a promoção do bem-estar dessas pessoas. 

PSICOLOGIA ESPORTIVA

O desempenho físico de qualquer atleta está diretamente atrelado ao seu estado emocional. Para que ele alcance os resultados esperados, seja em uma competição ou em seu próprio desenvolvimento no esporte, é preciso que seja trabalhada a inteligência emocional.

O psicólogo esportivo poderá aprimorar a forma como cada atleta lida com as pressões do dia a dia e ainda contribuir com a harmonia entre um mesmo time. Até a própria equipe do esportista pode precisar de um suporte especializado nesses casos. Isso refletirá nos resultados obtidos e na performance de cada um.

PSICOLOGIA HOSPITALAR

O dia a dia de um paciente em um hospital não é fácil. Por mais que a sua condição seja estável, muitas são as preocupações e anseios que surgem apenas por estar nesse local. Em casos mais graves, tanto os familiares quanto os próprios enfermos necessitam de um amparo especializado a fim de passarem pela situação da melhor forma possível.

O profissional da área de Psicologia Hospitalar atuará em conjunto com o corpo médico do paciente, orientando e dando o conforto psicológico necessário à situação, seja devido a algum procedimento ou a questões decorrentes do estado da pessoa.

COMO ESCOLHER A MELHOR FACULDADE DE PSICOLOGIA PARA VOCÊ?

Sabendo da importância da área e de como ela é interessante, a pessoa que decidir fazer uma faculdade de Psicologia precisa encontrar um curso que atenda as suas expectativas. Passada a fase de definir a profissão, a próxima etapa é escolher uma formação de qualidade e que vá agregar valor ao seu currículo.

Nesse sentido, é válido fazer uma pesquisa do que é oferecido pelas instituições de ensino. Entre os principais fatores a serem analisados estão:

  • avaliação do curso no Ministério da Educação (MEC);
  • matérias que compõem a grade curricular;
  • qualificação e experiência dos professores;
  • localização e infraestrutura física do campus;
  • atividades extracurriculares para os alunos;
  • parcerias e oportunidades oferecidas;
  • reconhecimento do mercado e nível de empregabilidade;
  • custo-benefício.

Essas informações podem ser checadas pela internet ou, até mesmo, entrando em contato com a faculdade. Os estudantes que já passaram pelo curso também são capazes de ajudar bastante a ter uma visão realista do ensino.

No caso da UCEFF, esses requisitos fazem parte das suas prioridades. Não há razão em formar um aluno desabilitado para exercer o seu ofício, não é mesmo? Contudo, é preciso ter consciência de que esse não é um papel apenas da instituição. Por isso, Idiane Tuni confirma que “os alunos que mais se sobressaem são aqueles que vão além do que o professor pede”.

QUAIS SÃO OS DIFERENCIAIS DA UCEFF?

Sempre atenta ao que está acontecendo no mercado, a UCEFF busca proporcionar uma experiência diferenciada para os seus alunos. Isso quer dizer investir em coisas que devem motivar os futuros profissionais a serem cada vez melhores no que fazem.

Idiane destaca como exemplo o acesso à prática desde o segundo período. Normalmente, os estudantes passam por um longo tempo de estudo teórico até ter um pouco de contato com a realidade da profissão. Porém, a UCEFF acredita que esse trabalho de campo ajuda muito no desenvolvimento da carreira.

Então, desde o início do curso há uma programação de palestras sobre as áreas de atuação para que as turmas conheçam as oportunidades. Como diz a coordenadora: “isso ajuda a mudar o olhar sobre áreas que eles nem sabiam que existiam e também em relação àquelas que tinham certo preconceito”. Além disso, os alunos são convidados a entrevistar profissionais da Psicologia com o intuito de entender como funciona cada segmento.

Outro diferencial do curso da UCEFF é ter uma grade curricular rica, multidisciplinar e atual. Patologias comuns na sociedade — como ansiedade e depressão — recebem atenção especial para que o aluno saia verdadeiramente preparado ao tratar os seus pacientes. Disciplinas de empreendedorismo, planejamento de carreira e gestão de talentos ainda ajudam a completar a formação.

Tudo isso é cuidadosamente acompanhado pelos mestres e especialistas que fazem parte da instituição. Para a construção de uma carreira de sucesso, o ideal é conciliar todo o suporte proporcionado pela faculdade de Psicologia, somando-o à experiência e à dedicação do aluno.

Portanto, não perca mais tempo e conheça agora mesmo a graduação de Psicologia da UCEFF! Entre em contato com a gente e entenda todos os diferenciais que oferecemos aos nossos alunos.

Facebook Comments