Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Algumas pessoas acreditam que só existe uma época na vida em que é possível fazer faculdade, como se houvesse um prazo de validade para a capacidade humana de estudar. É claro que não! Cada diferente faixa etária traz seus obstáculos, mas também suas vantagens.

Por isso, neste post, vamos mostrar os prós e os contras de cursar uma graduação em vários momentos. Você vai descobrir que não existe idade ideal para começar a faculdade. Vamos lá?

Aos 17 ou 18 anos

Você acabou de sair do Ensino Médio. Nessa idade, você está com todos os conteúdos básicos ainda frescos na memória, o que será muito bom quando o professor de faculdade começar a explicar matérias que dependem desses conhecimentos.

Além disso, essa é a idade de uma boa parte das pessoas que entram na faculdade, e isso pode tornar mais fácil a missão de se enturmar com seus colegas. Acredite, essa facilidade tem um peso importante, pois a faculdade é uma experiência coletiva — você não pode chegar ao fim dela sozinho.

Por outro lado, nessa idade você ainda não tem (provavelmente) a maturidade que a faculdade exige.

Muitos jovens encontram dificuldades em manter a responsabilidade de estudar, já que não há mais nenhum adulto cobrando certos comportamentos. É por isso que escutamos tantas histórias de alunos dessa faixa etária que, em vez de assistir aulas e fazer as atividades do curso, passam seus dias “matando aula” nos bares com os amigos.

A má notícia é que essa postura acaba levando a um efeito bola de neve que atrapalha toda a sua experiência com a faculdade. Muitos estudantes que entram com 18 anos acabam adiando a formatura por um ou dois anos extras, porque pegaram muitas notas baixas logo no começo. O motivo? Deixaram que a diversão interferisse em seus estudos.

A boa notícia é que, se for capaz de exercer o autocontrole e equilibrar, de maneira saudável, diversão com estudos, você vai eliminar esse obstáculo. Dessa maneira, seria possível considerar 17 ou 18 anos como a idade ideal para começar a faculdade.

Aos 20 anos

Você fez dois ou três anos de cursinho ou deu um tempo nos estudos para trabalhar. Esse período não foi suficiente para esquecer tudo que aprendeu na escola, mas serviu para ganhar uma maturidade extra. Portanto, nessa idade, você valoriza mais a faculdade, enquanto ainda consegue aproveitar dos mesmos benefícios que um aluno de 17 anos.

É claro que nem tudo são flores. Para o aluno que já está com 20 anos, a faculdade vem com uma pressão maior. Sendo um pouco mais velho, você sente que não pode se distrair com a experiência da mesma maneira que seus colegas adolescentes. Eles estão querendo aproveitar a liberdade e as possibilidades dessa nova fase; você quer focar na sua meta, conseguir o diploma e cair fora.

Aos 30 anos

O aluno de faculdade que está nessa faixa etária ou abriu mão de uma carreira para estudar ou está tentando conciliar trabalho e estudo. No primeiro caso, vai sofrer um pouco financeiramente. No segundo caso, vai lutar contra o cansaço e a falta de tempo.

E nem começamos a falar sobre a situação da família. Indivíduos a partir de 30 anos têm maiores chances de ser casados e ter filhos. Quando você tenta começar a faculdade, o tempo disponível para ficar com seu parceiro e seus filhos diminui, o que pode gerar crises no ambiente familiar. A situação ainda fica pior se o seu parceiro não apoiar a decisão de voltar a estudar.

Para compensar esse pequeno caos pessoal, o aluno de 30 anos também tem suas vantagens. É um aluno que já superou a ideia de que “ir bem” é sinônimo de “tirar notas altas”. Por isso, ele não se envolve em competições pela melhor nota da sala e sabe que o importante é aprender.

Além disso, sua experiência de vida permite que ele relacione os estudos com a realidade, o que significa que ele compreende como aquela teoria se aplica à prática do mundo fora da sala de aula.

Para completar, a idade permite que ele tenha um relacionamento mais igualitário com os professores, e isso abre portas a muitas oportunidades, inclusive boas ofertas de emprego.

Depois dos 40 anos

Para muitas pessoas acima de 40 anos, fazer faculdade é a realização de um sonho de vida. Quem busca o ensino superior nessa faixa etária ou nunca teve a oportunidade de estudar ou se viu preso durante muitos anos a uma área de trabalho da qual não gostava de verdade.

Quem nunca viu histórias de profissionais com carreiras estáveis, de sucesso, que abandonaram tudo para estudar? Ou então histórias de pessoas que completaram uma graduação depois dos 70 ou 80 anos?

São casos inspiradores, mas pode ter certeza de que eles também enfrentaram dificuldades. Quanto maior a idade, mais difícil torna-se para o aluno se relacionar com o grupo em geral. Alunos de 40 anos ou mais podem sentir-se isolados na sala de aula.

Eventualmente, esses estudantes podem ter grande dificuldade em acompanhar o ritmo das matérias. Afinal de contas, faz muitos anos desde a última vez que eles viram os conteúdos essenciais de Matemática, Português, História…

Além disso, existem as limitações práticas do uso desse diploma. Em outras palavras, se você realmente quiser trabalhar na área em que se formou, terá dificuldades em encontrar alguém disposto a contratá-lo, pois as empresas dão cada vez mais preferência aos profissionais jovens.

Você deve ter visto que todas as faixas etárias apresentam prós e contras. Não existe uma idade ideal para começar a faculdade, isto é, não há uma idade em que não existam dificuldades. Assim, o velho ditado “antes tarde do que nunca” se encaixa muito bem nessa situação.

Porém, temos que admitir: as dificuldades enfrentadas por um aluno de 18 anos são bem menores do que aquelas encaradas por um de 35 anos ou de 50 anos.

Agora, que tal motivar seus amigos a começarem a faculdade o quanto antes? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais!

 

Facebook Comments
50% de desconto na matrícula usando nota do ENEMPowered by Rock Convert