Após concluir o Ensino Médio, um passo importante é definir qual carreira seguir e, consequentemente, qual curso superior se candidatar. Por isso, é importante saber qual é a grade curricular de determinada graduação. Conhecer, por exemplo, quais são as matérias de Engenharia de Produção pode ser muito importante para quem quer se tornar um engenheiro.

Afinal, além de conseguir cargos melhores e uma remuneração mais atraente, é fundamental gostar do que está fazendo. E parte dessa tarefa está no tempo em que você vai ficar na graduação, quando você vai ter contato direto com as disciplinas que vão ajudar na sua formação.

Que tal, então, conhecer mais sobre quais são as tendências do mercado de Engenharia de Produção atualmente? Quer saber o que é estudado no curso, o perfil profissional para se destacar e, é claro, como escolher a melhor instituição de ensino para se matricular? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre o tema. Confira!

Por que cursar Engenharia de Produção?

Para crescer dentro do mercado de trabalho, é importante fazer uma escolha precisa em relação ao curso de graduação que você vai seguir. Entender quais são as perspectivas para o setor em que pretende atuar pode evitar que você tenha decepções com a sua escolha, especialmente por ainda ser muito jovem.

No caso da Engenharia de Produção, muitas vezes o salário pode parecer um grande atrativo, porém, ele não pode ser o único motivo para justificar a sua escolha. Essa graduação é cada vez mais procurada justamente por refletir muito do que está sendo feito no mercado corporativo atualmente: otimização de processos e sistemas.

Por meio da Engenharia, os profissionais que trabalham na área tentam encontrar maneiras, por exemplo, de reduzir gastos desnecessários dentro de uma empresa ou mesmo aumentar a produtividade de um determinado setor. O foco é, portanto, a otimização de resultados, tornando a estrutura das organizações mais eficiente.

Outra vantagem do curso é justamente a variedade de opções de atuação dentro de uma mesma empresa. Com o que você aprende na faculdade, é possível, por exemplo, trabalhar com a gestão financeira de uma organização, lidando com a utilização de recursos e redução de gastos.

Além disso, o trabalho pode ser voltado para a administração de operações logísticas ou de mão de obra. O foco, porém, é a atuação na análise e reconhecimento de como funciona a estrutura de uma organização. Com isso, é possível identificar equívocos e desperdícios nos processos internos e, é claro, encontrar soluções para melhorar o desempenho da empresa.

O que é estudado nas matérias de Engenharia de Produção?

Agora que você já sabe quais são as possibilidades de atuação ao escolher seguir nessa carreira, é importante conhecer quais são as principais matérias de Engenharia de Produção que fazem parte do curso.

Cálculo

Sim, para quem quer trabalhar com Engenharia, os números são fundamentais e, por isso, o cálculo é peça-chave da grade curricular do curso de Engenharia de Produção. O foco dessa disciplina é totalmente a Matemática, com o aprofundamento em conceitos como função, limites, integrais e derivadas.

Algoritmos e Programação

Aqui, o objetivo é capacitar o estudante para conseguir escrever e desenvolver programas de computador por meio das diferentes linguagens de computação. Nas aulas, você vai ter contato com aulas sobre código-fonte, estruturas digitais, etapas de compilação e armazenamento binário.

Planejamento estratégico da produção

Voltado para o desenvolvimento da capacidade de otimizar processos de produção, essa disciplina é fundamental para o curso. Afinal, é o momento em que o aluno vai ter mais contato com práticas, técnicas, ferramentas e conceitos visando à análise e à execução de processos mais otimizados dentro de uma estrutura de trabalho.

Além disso, outras disciplinas completam a grade curricular do curso de Engenharia de Produção. Confira:

  • Organização industrial;

  • Processos de fabricação;

  • Sistemas produtivos;

  • Projeto de fábrica;

  • Segurança e saúde no trabalho;

  • Gestão de pessoas;

  • Ciências dos materiais;

  • Engenharia de processo.

Qual o perfil do engenheiro de produção?

O profissional que trabalha com Engenharia de Produção precisa, primeiro, gostar de Matemática e números. Além disso, é preciso saber levar essa capacidade analítica para a prática, ou seja, saber solucionar problemas e situações que possam aparecer e atrapalhar o planejamento inicial, por exemplo.

Outro ponto importante para conseguir se destacar na área é estar antenado aos principais conceitos e novidades. Afinal, é um setor em que as coisas mudam rapidamente, com temas como Big Data e Internet das Coisas ganhando mais espaço no cenário, especialmente quando o assunto é otimização de processos.

Querer sempre se aprimorar é fundamental, principalmente ao levarmos isso para o campo de trabalho. Um processo que funcionou bem por determinado tempo pode, de uma hora para outra, registrar uma queda de desempenho. O profissional precisa, então, estar sempre em busca de soluções que possam gerar resultados melhores.

Saber empreender e ser criativo são outras características importantes, já que é preciso lidar com imprevistos e situações em que o esperado não funciona. Ou seja, ter a capacidade de se superar, encontrar saídas para situações mais difíceis e, mais importante, sempre garantir maior eficiência dentro de um sistema, área ou setor.

Como escolher o melhor curso de Engenharia de Produção?

Para ter uma experiência satisfatória dentro no Ensino Superior, além de gostar do curso e conhecer melhor quais são as matérias de Engenharia de Produção, outro fator decisivo é qualidade da instituição de ensino que você vai decidir cursar. Afinal, é nesse local em que você vai passar alguns anos estudando.

Por isso, procure o máximo de informações sobre a IE que você estiver interessado, da nota no MEC (Ministério da Educação), passando pela estrutura de salas de aula e laboratórios, até o corpo docente do curso. Busque sempre a opção mais qualificada da região.

A Engenharia de Produção é, portanto, uma opção muito interessante para quem ainda não tem uma escolha definida em relação ao curso que vai seguir. Afinal, são diversas opções de atuação após conseguir o diploma em um mercado que demanda mais profissionais capazes de melhorar o desempenho de uma estrutura de trabalho.

Agora que você já sabe tudo sobre as matérias de Engenharia de Produção, que tal conferir um material ainda mais completo sobre o assunto? Então baixe o nosso e-book e saiba tudo sobre o Curso e a carreira em Engenharia de Produção!

 

Facebook Comments