Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

 

50% de desconto na matrícula utilizando a nota do ENEMPowered by Rock Convert

As dúvidas sobre o ensino superior não se resumem à escolha da instituição de ensino e do curso. Isso porque, antes de ingressar em uma graduação, é necessário decidir que categoria de formação combina melhor com os objetivos profissionais do estudante.

Sabendo que muitas dúvidas pairam no ar quando o assunto é a diferença entre ter um diploma de tecnólogo e um de bacharel, decidimos reunir tudo o que é preciso saber sobre as diferenças entre o bacharelado e a graduação tecnológica. Para conferir, acompanhe a leitura!

O diploma de tecnólogo tem a mesma validade que o de bacharelado?

A resposta é curta e simples: Sim! O Ministério da Educação e Cultura (MEC) assegura aos portadores do diploma de tecnólogo os mesmos direitos de quem se formou como bacharel. Dessa forma, é garantido aos graduados o direito de:

  • participar de concursos públicos que exigem nível superior;

  • realizar cursos de especialização e aperfeiçoamento;

  • concorrer em seleções de pós-graduação stricto sensu — e cursá-las.

É importante esclarecer que o que determina a validade de um diploma — seja ele de um licenciado, bacharel ou tecnólogo — é o reconhecimento do MEC. Sendo assim, basta realizar a graduação em uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação para receber um diploma de nível superior válido.

Caso você tenha dúvidas sobre essa questão, acesse a plataforma e-mec e faça a verificação. Ela é bem simples, veja:

  1. clique na aba “Consulta Avançada”;

  2. selecione “Curso de Graduação” no campo “Buscar por”;

  3. digite o nome do curso escolhido no campo “Curso”;

  4. selecione o seu estado no campo “UF”;

  5. marque a opção “A distância” ou “Presencial”;

  6. informe se o curso é de bacharelado ou tecnólogo no campo “Grau”;

  7. clique em “Pesquisar” para acessar a lista com os resultados.

Quais as diferenças entre os dois tipos de curso superior?

Existem alguns aspectos que diferenciam o bacharelado da graduação tecnológica. Confira quais são eles!

Duração

A principal diferença entre essas modalidades é o tempo que um universitário leva para concluir o curso superior. O bacharelado dura de 8 a 12 semestres — entre 4 e 6 anos — e os tecnólogos a metade do tempo, ou seja, de 4 a 6 semestres — entre 2 e 3 anos.

Grade curricular

Outra diferença entre os cursos é o seu enfoque. Enquanto o bacharelado conta com um currículo amplo, composto de muitas matérias teóricas e algumas disciplinas práticas, a graduação de tecnólogo é mais enxuta, pois foca nas demandas do mercado de trabalho e objetiva a prática profissional.

Classificação

Também existe uma diferença relacionada à classificação dos cursos, visto que são classificados por áreas do conhecimento.

No bacharelado estão alocadas as graduações mais tradicionais, como por exemplo:

  • Engenharias;

  • Direito;

  • Arquitetura e Urbanismo;

  • Medicina;

  • Medicina veterinária;

  • Odontologia;

  • Enfermagem;

  • Psicologia;

  • Ciências Contábeis;

  • Pedagogia;

  • Administração;

  • Comunicação social.

Os tecnológicos, por outro lado, são classificados de acordo com o trabalho que pode ser desenvolvido. O MEC elaborou o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia com a classificação em 13 eixos. São eles:

  • ambiente e saúde;

  • hospitalidade e lazer;

  • apoio escolar;

  • controle e processos industriais;

  • recursos naturais;

  • gestão e negócios;

  • informação e comunicação;

  • militar;

  • segurança;

  • produção alimentícia;

  • infraestrutura;

  • produção cultural e design;

  • produção industrial.

Formação

Cada modelo de graduação forma um tipo de profissional. Ao passo que o bacharelado forma profissionais generalistas, ou seja, aptos a atuar em diversos ramos de um mesmo campo do conhecimento, o que forma o tecnólogo fornece uma formação específica, que se traduz em uma determinada profissão. ​

Em termos práticos, um estudante que se forma em Administração pode atuar na área de processos gerenciais e, aquele que decide pelo diploma de tecnólogo pode fazer o curso de processos gerenciais. Percebe a diferença? Nós explicamos:

Enquanto um é amplo e proporciona o estudo de várias áreas, o outro se volta para uma só. Por isso, ouvimos dizer por aí que a graduação tecnológica é a resposta às demandas do mercado de trabalho.

Como escolher um tipo de graduação?

Conforme apontado, ambos os cursos oferecem os mesmos direitos aos alunos. Desse modo, a escolha depende, fundamentalmente, da carreira que o profissional deseja seguir e, claro, do quão especializado ele deseja estar ao sair da faculdade.

O bacharelado é ideal para quem sabe exatamente a área em que quer trabalhar, mas ainda não se decidiu por um ramo de atuação específico. Isso porque a faculdade apresentará inúmeros caminhos possíveis ao universitário.

Em comunicação social, por exemplo, o estudante poderá escolher entre diversas habilitações:

  • jornalismo;

  • comunicação institucional;

  • publicidade e propaganda;

  • cinema;

  • assessoria de imprensa;

  • rádio e TV.

Sendo assim, fica claro que essa formação permite ao discente decidir qual profissão seguir durante a graduação ou, em alguns casos, depois dela.

Diferentemente do bacharelado, o curso de tecnólogo é ideal para quem já sabe exatamente com o que pretende trabalhar. Isso porque forma profissionais para cumprir as exigências do mercado e suprir a falta de trabalhadores em departamentos e funções específicas.

Para quem gosta da área de administração, mas não dispõe de tempo ou recursos, pode ser uma boa ideia buscar por cursos relacionados ao campo de gestão e negócios. Confira algumas opções:

  • gestão de recursos humanos;

  • processos gerenciais;

  • comércio exterior;

  • gestão comercial;

  • logística;

  • gestão pública;

  • gestão financeira.

É importante destacar que existem cursos com nomenclatura parecida — esse é o caso, por exemplo, da graduação em Tecnologia da Informação (bacharelado) e Gestão da Tecnologia da Informação (tecnólogo). Nesses casos, é essencial saber a diferença entre os dois para tomar uma decisão acertada e evitar possíveis arrependimentos.

Como você deve ter percebido, o diploma de tecnólogo não perde em nada para o de bacharel. Portanto, cabe ao futuro universitário analisar o modelo de curso que melhor preenche suas expectativas para o futuro profissional.

Contudo, se, ainda assim você estiver com dúvidas, visite a instituição de ensino pretendida e converse com alunos das duas modalidades para tomar uma decisão bem informada. Lembre-se de que essa simples prática pode poupar muita dor de cabeça!

Gostou de saber mais detalhes sobre a graduação tecnológica e o bacharelado? Quer ficar por dentro de mais assuntos como este? Então assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão!

 

Facebook Comments