Para quem quer aumentar a produtividade no ambiente de trabalho e busca crescer na carreira profissional, o primeiro passo é definir quais são os pontos que devem ser aprimorados, certo? Afinal, antes de fazer uma pós-graduação, por exemplo, é preciso pensar se ela realmente é válida. Nesse sentido, a análise SWOT pessoal pode ser importante.

No geral, essa metodologia é utilizada para criar um planejamento estratégico antes de tirar algum projeto do papel. A boa notícia é que é possível levar esse conceito para o desenvolvimento do seu currículo. A ideia é usar essa avaliação para fazer um mapeamento de competências e identificar os melhores rumos para a sua carreira.

Que tal saber como aplicar a análise SWOT pessoal e facilitar o seu desenvolvimento profissional? O objetivo dessa técnica é fornecer os caminhos ideais para que você tome decisões precisas para o seu futuro dentro do mercado de trabalho. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

O que é a análise SWOT?

Antes de nos aprofundarmos nas características da análise SWOT pessoal, é importante entender melhor como funciona essa metodologia. Também conhecida como FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças), a ideia é compreender melhor o contexto em que você se encontra, baseando-se nesses quatro tópicos para isso.

O principal objetivo é entender todos os cenários e se preparar para, por exemplo, enfrentar as ameaças, reduzir as fraquezas, otimizar as forças e investir nas oportunidades disponíveis. A ideia inicial é preservada da melhor maneira possível e você consegue colocar um projeto em ação com mais precisão.

Em vez de simplesmente tirar um projeto do papel e esperar que os efeitos disso apareçam, a matriz SWOT permite que você faça uma análise completa do que precisa ser realizado para conquistar o que almeja. Com isso, você potencializa as chances de sucesso com um melhor direcionamento das suas estratégias.

A grande vantagem ao aplicar a análise SWOT é a quantidade de insights que pode surgir após concluí-la. Afinal, a ideia é mapear os cenários interno e externo, fornecendo um panorama do que é preciso ser feito para ter sucesso.

Quais são os benefícios da análise SWOT?

Realizar a análise SWOT é extremamente importante para a vida pessoal e profissional. Isso porque a técnica auxilia no aprofundamento de conhecimentos vitais para a formulação de estratégias e planos para a carreira. O método oferece uma série de benefícios e pode ser aplicado nos mais diversos setores de um negócio.

No entanto, ao elaborar a matriz, é preciso ter objetividade para conseguir proporcionar uma visualização ágil das informações. As listas devem conter apenas o que for relevante e, de preferência, ter os assuntos organizados por tópicos. No caso de uma empresa, ao priorizar o que for impactante para ela de fato, a gestão consegue definir planos de ação adaptados para cada projeto e equipe de trabalho.

Com a ferramenta, será possível identificar tanto os pontos positivos quanto os negativos, entendendo precisamente quais são os melhores caminhos que a empresa pode optar para alcançar seus objetivos e se destacar diante da concorrência. A seguir, veja quais são as maiores vantagens da análise SWOT.

Fortalece talentos e competências

Com o auxílio da análise SWOT, os profissionais têm a oportunidade de fortalecer seus maiores talentos e competências, bem como de receber um feedback relevante para o autodesenvolvimento. A partir da avaliação, é possível compreender melhor seus sentimentos, pensamentos e comportamentos, o que faz com que você conheça seus sonhos e o que deseja perseguir e conquistar.

Contribui para a realização de metas

Do mesmo modo, o processo SWOT auxilia os indivíduos a definir e realizar suas maiores metas, de curto, médio e longo prazos. Por exemplo, a meta pode ser modificar determinado hábito, realizar um curso, aumentar a produtividade, entre outras. O resultado é que o profissional ganha mais capacidade de desenvolver um pensamento lógico e criativo eficiente, considerando o contexto no qual se encontra.

Melhora a definição dos planos de ação

Ao ter entendimento das oportunidades e metas a serem alcançadas, é possível criar planos de ação detalhados que servem tanto para fortalecer a marca no mercado quanto para auxiliar os profissionais em seu crescimento. O ideal é que cada plano seja executado e devidamente acompanhado para se obter um melhor entendimento dos problemas e das soluções ideais.

Favorece o aumento das vendas

Quando a gestão corporativa tem uma definição clara das estratégias e de seu posicionamento no mercado, ela consegue alinhar melhor os departamentos da empresa e pode aumentar significativamente a quantidade de vendas e fidelizações. Isso porque a análise SWOT é uma maneira eficaz de lidar com as questões de vendas e com diferentes modelos de captação de clientes.

Qual é a maneira mais eficaz de fazer uma análise SWOT pessoal?

Agora que falamos sobre as aplicações nas empresas, que tal levar esse conceito para o desenvolvimento da sua carreira? A seguir, vamos mostrar como fazer uma análise SWOT pessoal e garantir as melhores escolhas para o seu futuro profissional ao preencher os quadrantes dessa matriz. Confira!

Forças (strengths)

O primeiro passo é listar quais são as suas competências, que são as suas forças, as características que fazem com que o seu currículo possa se destacar aos olhos dos recrutadores e das empresas. Elas variam de pessoa para pessoa, mas seguem a linha de experiência, formação acadêmica, liderança em projetos ou outras habilidades específicas.

Como identificar esses pontos? Perguntando-se quais são suas maiores habilidades e competências e como elas se encaixam em seu trabalho. Formas adicionais de fazer isso é analisar o seu currículo e observar o que já foi conquistado e pode ser visto como um diferencial para cargos que você almeja.

Ao adicionar uma pós-graduação ou um MBA ao seu currículo, por exemplo, isso pode ser uma das suas forças, ou seja, tudo aquilo que torna você um profissional melhor.

Fraquezas (weaknesses)

Essa talvez seja a parte mais difícil, já que é necessário trabalhar o autoconhecimento de maneira severa, a fim de identificar as suas principais dificuldades e limitações. A ideia é separar todos os pontos negativos que você nota em si e que se tornam obstáculos na sua busca por cargos mais altos ou uma valorização financeira, por exemplo, e refletir sobre como eles podem afetar a sua atuação profissional.

Além disso, o seu comportamento pode ser avaliado. Você costuma se atrasar regularmente para o trabalho? Tem problemas para cumprir prazos de entregas? Essas características também devem ser listadas como suas fraquezas — o que, na prática, significa os pontos que precisam ser melhorados.

Oportunidades (opportunities)

Entramos na análise dos fatores externos. As oportunidades são os pontos que contribuem para que você alcance os seus objetivos profissionais. Pode ser um aumento na procura por profissionais da sua área de atuação ou até algo mais específico, como uma vaga na sua empresa para quem tem uma especialização em determinada área.

Uma forma de identificar essas oportunidades que podem potencializar o sucesso do seu currículo é a partir de uma análise do mercado em que você atua. Veja na sequência alguns questionamentos importantes que podem ser feitos.

  • O que os melhores profissionais da área recomendam?
  • Qual é o perfil profissional que as empresas buscam?
  • O que falta no mercado e que você pode oferecer?
  • Quais são os seus diferenciais?
  • Algum curso que você fez oferece novas oportunidades?
  • Quem da sua rede de contatos pode auxiliar no seu crescimento?

Ameaças (threats)

As ameaças são os fatores que tornam o caminho para alcançar os seus objetivos ainda mais difícil. Pode ser a concorrência grande ou a necessidade por profissionais que tenham conhecimentos técnicos que você não tem, por exemplo. Na prática, é tudo o que você deve observar para superar e conseguir se destacar no mercado.

Também vale considerar se as fraquezas podem se tornar ameaças e se você tem conhecimentos suficientes para aperfeiçoar seus pontos negativos. O ideal é que você liste todas as ameaças possíveis e analise qual é a melhor maneira de lidar com cada situação, antes mesmo de elas se tornarem obstáculos para o desenvolvimento da sua trajetória profissional.

Como aplicar a análise SWOT pessoal na sua carreira e decisões?

Como falamos, o principal objetivo da matriz original é auxiliar na tomada de decisões. No caso da análise SWOT pessoal, a situação não é diferente. Por isso, ao aplicar essa matriz, você consegue identificar aquilo que vai contribuir para o seu crescimento profissional e os pontos que precisam ser melhorados.

Caso a sua análise aponte que uma das suas fraquezas é a organização pessoal, por exemplo, você pode procurar soluções para esse problema, como o Método GTD. A concorrência é cada vez maior e busca profissionais especializados em determinado assunto? Talvez seja hora de fazer uma pós-graduação que lhe garanta essas credenciais.

A análise SWOT pessoal é parte importante ao estabelecer um planejamento pessoal, uma vez que aumenta a sua produtividade e faz com que seu tempo seja mais bem aproveitado. Uma das consequências disso é que os seus objetivos começam a ser alcançados com mais facilidade.

A grande vantagem ao aplicar a análise SWOT pessoal na sua carreira é justamente a possibilidade de tomar decisões precisas em relação ao seu futuro profissional. O resultado obtido pela matriz vai fornecer um norte para que você saiba o que é melhor para o crescimento, independentemente do seu setor de atuação no mercado de trabalho.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e veja também como fazer um plano de carreira pessoal e alcançar o sucesso profissional!

Facebook Comments