A Engenharia Química é uma profissão que oferece uma série de possibilidades aos profissionais da área. Entre elas estão a elaboração de projetos, a operação industrial e o desenvolvimento de processos de transformação de natureza físico-química.

Assim, o engenheiro químico é o profissional qualificado para vivenciar cada uma dessas etapas, participando dos processos que vão desde a fase da concepção dos produtos até o controle da qualidade.

Trata-se de uma profissão que chama a atenção de muitos jovens em fase de vestibular. Por isso, preparamos aqui algumas dicas sobre a rotina do profissional da área. Assim, caso você se interesse por essa atividade, terá ferramentas para embasar sua escolha com bons critérios. Então, confira o artigo até o final!

Principais habilidades requisitadas na rotina de trabalho

De maneira geral, podemos dizer que o engenheiro químico precisa unir capacidade analítica, pensamento lógico e senso prático em suas ações no dia a dia. Isso porque, no trabalho, ele terá que lidar quase exclusivamente com ciências exatas. Ou seja, se você tem afinidade com Matemática, Física e, principalmente, Química — mais do que com matérias de Humanas, por exemplo —, então essa profissão pode ser a ideal para o seu futuro.

Mas essas não são as únicas características do profissional da área. A criatividade também é importante, pois, no caso de profissionais que trabalham com inovação, ela é exigida na busca por novos produtos que serão apresentados ao mercado.

É válido destacar, ainda, que esse tipo de profissional precisa ser bastante organizado, pois isso permite definir prioridades e, dessa forma, ser mais eficiente na busca por resultados.

Outro ponto importante é a facilidade não só de encontrar problemas, mas também de solucioná-los. Ao optar por um procedimento e não por outro, a partir da análise de diversos critérios, o engenheiro químico se torna fundamental para que uma empresa consiga gerar economia em suas atividades. Outro requisito é a capacidade de trabalhar em equipe, pois a atuação do engenheiro químico envolve pesquisas que dependem de outros profissionais para serem efetivas.

Nesse sentido, ter equilíbrio emocional para lidar com pessoas, manter o foco nos objetivos e executar corretamente as tarefas, mesmo diante de prazos apertados, também são essenciais para ser um profissional bem-sucedido na área.

Um bom engenheiro químico é muito atento aos detalhes e isso permite atuar nos projetos com maior segurança. Da mesma forma, ele procura estar sempre atualizado, desenvolvendo habilidades para lidar com sistemas modernos capazes de otimizar os processos.

Tarefas que o profissional pode desempenhar

É importante saber o que pode ser feito na prática dentro dessa profissão. O engenheiro químico cria e aprimora produtos. Isso pode ser feito tanto na indústria química quanto na petroquímica e na alimentícia. Além disso, ele é o responsável por analisar a viabilidade técnica e econômica dos produtos desenvolvidos, atuando no aperfeiçoamento de processos produtivos e das tecnologias empregadas na fabricação.

Ele também pode definir normas e métodos de preservação ambiental e trabalhar com reciclagem e tratamento de resíduos industriais, tendo uma atuação mais voltada para a questão do meio ambiente.

Outra tarefa que o engenheiro químico pode desempenhar é planejar e supervisionar diferentes operações industriais. Visando aumentar a produtividade, reduzir custos e tornar as atividades mais seguras, esse profissional se concentra na implementação de métodos e na otimização das ações de uma empresa.

Além disso, o engenheiro químico é capaz de projetar fábricas, determinar processos de produção, fazer instalações e atuar na logística de estocagem e movimentação de materiais e produtos.

Áreas de atuação disponíveis para trabalho

Além dos salários e da compatibilidade entre seu perfil pessoal e a atividade que pretende exercer, outra grande preocupação dos estudantes, geralmente, está relacionada às áreas de atuação disponíveis no mercado de trabalho.

Nesse sentido, é importante destacar que o trabalho do engenheiro químico não se restringe a uma única área. Uma vez formado, ele pode atuar na criação de técnicas de extração de matérias-primas, na utilização desses materiais e em sua transformação em produtos de natureza química e petroquímica, tais como papel e celulose, plásticos, têxteis e tintas.

Outra área de atuação é no desenvolvimento de equipamentos e produtos, além da elaboração de pesquisas em busca de soluções tecnológicas mais eficientes para determinado processo. É o engenheiro químico o responsável por projetar e dirigir tanto a construção quanto a montagem de fábricas, estações de tratamento de rejeitos industriais e usinas, podendo também se dedicar à pesquisa e à implantação de processos não poluentes, visando o desenvolvimento sustentável.

Assim, o profissional encontra espaço em usinas sucroalcooleiras, por exemplo, atuando na produção de etanol e no estudo do biocombustível. Já no setor petroquímico, ele cuida do processamento que ocorre após a extração do petróleo e vai até a produção dos combustíveis. Trata-se de uma carreira que oferece boas oportunidades para quem tem interesse por essas atividades.

Mercados em que o engenheiro químico pode se inserir

As possibilidades para o Engenheiro Químico são boas em comparação com outras ramificações da Engenharia e com o mercado de uma maneira geral. É possível encontrar uma quantidade considerável de vagas em indústrias de:

  • alimentos;

  • combustíveis;

  • cosméticos;

  • farmacêuticas;

  • polímeros;

  • tintas.

Além disso, existe um aumento na oferta no setor agroindustrial, na produção de fertilizantes e defensivos químicos, bem como na indústria de papel e celulose, com destaque especial para a pesquisa e desenvolvimento de processos de produção e métodos de tratamento de resíduos provenientes das atividades industriais. Também junto ao meio ambiente, o profissional tem encontrado boas ofertas na geração de energia de fontes renováveis e no reaproveitamento de matéria-prima — também chamado de logística reversa.

Enfim, trata-se de uma profissão que, além de desafiadora, oferece boas condições para alcançar o sucesso profissional. Nesse caso, o caminho é um só — e ele começa com a graduação em Engenharia Química. Caso você tenha se identificado com a área, e com o que foi apresentado, não deixe de se preparar para essa carreira!

Agora que você sabe o que faz um engenheiro químico, compartilhe este post em suas redes sociais. Ele pode ajudar seus amigos também na decisão de qual graduação seguir!

Facebook Comments