No momento de prestar vestibular e dar início à sua vida acadêmica, algumas habilidades são muito úteis para garantir o seu sucesso. Entre elas está a leitura. Ter uma boa capacidade de assimilar os conceitos — e, de preferência, com rapidez — é uma característica fundamental para o seu desenvolvimento enquanto estudante.

A boa notícia é que isso pode ser aperfeiçoado com o tempo. Basta criar um hábito saudável de leitura e praticar sempre. Quer algumas dicas para ler mais rápido e aprimorar o seu tempo de estudo? Então siga conosco e confira.

1. Encontre um ambiente tranquilo

Isso vale para a leitura e para a sua prática de estudos de uma maneira geral. Na hora de estudar, você precisa ter um ambiente preparado para esse tipo de tarefa.

Se a ideia é se concentrar para ler bem e rápido, nada melhor do que contar com um local propício para essa atividade. É muito mais fácil se manter focado na leitura se ela ocorrer em um espaço silencioso e com boa iluminação.

Você pode estudar no seu quarto, em um parque ou na própria escola. Pode, ainda, usar uma biblioteca pública — mas o importante é que não existam distrações para tirar a sua atenção. Não é preciso mais do que o material de leitura, uma mesa limpa e o máximo de silêncio possível.

2. Entenda o processo de leitura dinâmica

Você já ouviu falar em leitura dinâmica? Provavelmente sim, mas se nunca procurou saber mais sobre o assunto, então chegou o momento de conhecer um recurso que pode ser de grande ajuda.

A leitura dinâmica é uma técnica que favorece a velocidade de leitura. Com ela, você pode ler uma quantidade muito maior de palavras por minuto e, dessa forma, ganhar tempo. A questão aqui é a retenção da informação.

Mesmo lendo de maneira mais rápida, com a prática da leitura dinâmica seu cérebro passa a se adaptar a receber informações em um ritmo mais intenso, trazendo benefícios para o seu aprendizado.

3. Desligue os aparelhos eletrônicos

Nada de distrações. Acostume-se a dedicar o máximo de atenção à leitura. Essa deve ser a única atividade a ocupar a sua mente. Do contrário, você demorará sempre mais para assimilar os conteúdos.

Para tanto, evite ler diante da TV, como muitas pessoas costumam fazer. Desligue os outros aparelhos eletrônicos como o notebook e, principalmente o smartphone.

Se você consegue se manter focado em lugares movimentados, não há problema em ler no metrô ou em uma praça de alimentação, mas evite esse tipo de ambiente caso tenha maiores dificuldades.

O ideal é que a prática de leitura seja desenvolvida de maneira criteriosa e, para tanto, é preciso eliminar objetos e elementos que em nada contribuem com o processo.

4. Estude técnicas de concentração

Se você acha que lê devagar, saiba que o seu problema pode estar na dificuldade para se concentrar. Mas não se preocupe, pois existem soluções para esse problema. Uma delas é a técnica Pomodoro, que consiste em concentrar todo o seu foco em uma atividade por 25 minutos e descansar por 5 minutos. Faça isso 4 vezes e descanse por 30 minutos. No fim do ciclo, você terá estudado 100 minutos. Se você repetir a atividade em diferentes períodos do dia, poderá estudar por muito tempo mantendo a concentração e retendo as informações.

Outras técnicas são até mais simples: faça resumos daquilo que leu para absorver melhor as informações, leia em voz alta, para não esquecer do conteúdo — acredite, isso ajuda a memorizar —, grave resumos e ouça a leitura na sua própria voz posteriormente. Aplicando essas técnicas constantemente, a tendência é que, com o tempo, você se concentre mais fácil e leia mais rápido.

5. Tenha critérios para ler

Conheça os seus limites. De nada adianta pegar 4, 5 livros por vez se você não tem o hábito da leitura. Isso é prejudicial, principalmente em épocas de maior pressão, como no vestibular — ou no período de provas da faculdade.

Experimente, então, ler um livro por vez. Com calma e atenção total ao texto, você mergulha no conteúdo e diminui as chances de confundir dois ou mais livros com conteúdos semelhantes. É uma força que você dá para a sua memória seguir trabalhando sem falhas.

Além disso, procure começar e concluir cada ideia do autor. Considere as divisões como capítulos, intervalos, subtópicos, listas, gráficos etc. Jamais pare de ler sem concluir um raciocínio — isso pode confundir você depois. Portanto, planeje bem as suas leituras. Tem 5 minutos? Então, calcule o que pode ser lido nesse tempo. Tem 1 hora? Faça o mesmo. Nunca leia sem critérios.

Também é possível fazer uma pesquisa prévia sobre a obra. Em alguns casos, isso é o que basta para você começar a leitura com um entendimento maior sobre o assunto.

6. Elimine a releitura

Outro elemento fundamental na leitura dinâmica: não fique retornando cada vez que achar que não entendeu algo, a não ser que isso seja essencial para a sequência da leitura. O ideal é que, diante de uma situação como essa, você busque uma concentração maior para tirar o sentido daquilo que ficou para trás. Essa ação exige mais de você e de sua capacidade de se envolver com aquilo que lê.

Parar a leitura a todo momento para resgatar uma informação que não possui uma importância tão grande no contexto geral pode tornar a atividade improdutiva e cansativa. Quando você assiste a um filme e, sem querer, deixa passar uma informação, isso não impede você de continuar assistindo, não é? Pois é, use essa lógica também durante a leitura.

7. Leia pouco para ler mais rápido

Isso mesmo. Vá devagar no começo. Se você tem dificuldade para ler muitas páginas, experimente começar aos poucos. Você pode reservar os 25 minutos da técnica Pomodoro para determinada leitura e ir aumentando esse tempo à medida que você se acostumar com o texto e com as técnicas de leitura.

Mantendo o ritmo e o hábito, você terá o costume de ler mais e, com disciplina, será possível ler obras inteiras em pouco tempo. O segredo é praticar. Com uma rotina diária, você pode se tornar um leitor voraz.

Esteja sempre atento a isso: quanto mais você se dedicar à leitura, mais fácil tornará a assimilação de conceitos.

Enfim, o hábito da leitura é algo que pode ser aperfeiçoado com o tempo. Então, comece desde já a praticar as dicas apresentadas neste post e aumente o seu repertório de estudos. Isso certamente fará a diferença para os seus resultados no vestibular e na vida.

Agora que você já sabe como ler mais rápido, compartilhe este conteúdo com seus amigos nas redes sociais e mostre para eles como se concentrar com essas técnicas de leitura!

Facebook Comments