Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Uma das atitudes mais maduras que um jovem pode tomar é pensar em seu futuro profissional desde cedo. E, quando dizemos “cedo”, não é brincadeira: desde o momento em que você escolhe qual curso superior quer fazer. Afinidades, interesses, facilidade de aprendizado — tudo isso é importante, mas você não pode esquecer de avaliar quais são as opções reais de trabalho que a área proporciona. É necessário incluir esse tópico na sua lista de itens a pesquisar, antes de tomar a decisão final.

Então, este post é dedicado a você, vestibulando, que está pensando em fazer um curso em exatas e quer saber mais sobre a empregabilidade de cada um. Por isso, vamos apresentar, aqui, quais são as alternativas de carreira em Engenharia Química, um curso bastante rico e diversificado em conteúdo — e isso se reflete diretamente nas oportunidades profissionais, que também não deixam nada a desejar. Confira as opções!

1. Indústria

A primeira opção para quem vai seguir carreira em Engenharia Química é atuar na indústria, em cargos técnicos. Existe uma grande variedade de segmentos que demandam profissionais preparados para lidar com produtos, reações e fórmulas químicas.

Entre as opções, podemos destacar a indústria:

  • petroquímica;
  • de medicamentos;
  • têxtil;
  • alimentícia;
  • materiais de construção civil;
  • cosméticos.

Com as novas tendências de consumo, o Engenheiro Químico é mais importante do que nunca.

Hoje, as pessoas querem encontrar produtos desenvolvidos com responsabilidade social e ambiental — ninguém quer comprar um remédio extraído de plantas em risco de extinção ou um batom que usa ingredientes cancerígenos. Por isso, quem trabalha nessa área encontra novos desafios para atender ao interesse da indústria e, ao mesmo tempo, à demanda do cliente.

O mais interessante é que você não vai simplesmente executar tarefas. Na realidade, a parte mais importante do seu trabalho é utilizar o conhecimento técnico adquirido durante a faculdade para descobrir maneiras de otimizar os processos industriais. Ou seja, você pode encontrar um material melhor, uma maneira mais rápida ou uma técnica mais segura. É isso que distingue os engenheiros químicos de alta performance!

2. Gestão

O engenheiro químico não recebe treinamento apenas em sua área específica. Na verdade, ele também aprende conceitos básicos da administração de empresas durante o curso. Isso vai prepará-lo para ocupar cargos de gestão nas mesmas indústrias em que poderia atuar como técnico (e, eventualmente, em outras também).

Como gestor de uma equipe de Engenheiros Químicos você deve acompanhar o trabalho dos funcionários e coordená-los, corrigindo falhas e gargalos no processo. Ao mesmo tempo, é preciso incentivar e engajar os colaboradores, para que alcancem os melhores resultados.

Sendo formado na área de Engenharia Química e gerindo uma equipe de técnicos em uma indústria química, por exemplo, é um pouco diferente do que acontece com quem atua como gestor em uma área que não tem formação específica. imagine, por exemplo, um Engenheiro Químico gerenciando contadores. É possível, mas você não terá a compreensão técnica aprofundada sobre o trabalho da equipe. Portanto, vai ter de confiar muito na capacidade de cada um.

Um gestor deve colocar em prática muitos conhecimentos diferentes, todos os dias. É fundamental ter uma compreensão profunda do cenário econômico, do segmento de mercado, do perfil dos consumidores e dos colaboradores, das limitações da empresa, e assim por diante. Depois, é preciso combinar todas essas informações, para tomar decisões bem fundamentadas.

Esse é o grande desafio para aqueles que escolhem a carreira de gestão: ser um profissional completo.

Existem diversas vantagens em trabalhar nessa área: o salário, por exemplo, costuma ser mais atraente e, claro, existe o status social associado com um cargo de supervisor ou diretor. Mas não se esqueça de que o nível de responsabilidade também é alto! Afinal, você passa a ser responsável não apenas pelo seu próprio trabalho, como de toda a sua equipe.

Além disso, é preciso ter excelentes habilidades de relacionamento. Afinal, como gerente, você terá de lidar com pessoas — funcionários, clientes, fornecedores — o tempo todo. Desta forma, essa é a carreira ideal para quem tem espírito de liderança e facilidade de comunicação.

3. Pesquisa

Durante o curso de Engenharia Química, você vai passar bastante tempo dentro de laboratórios, experimentando e testando. Se gostar dessa dinâmica, você pode seguir carreira no ramo de pesquisa — em um laboratório privado ou dentro de uma instituição pública. Nesse caso, sua meta será identificar um problema e desenvolver formas práticas de resolvê-lo.

A grande vantagem de ser pesquisador é que não existe rotina. Um dia você estará no laboratório, realizando experimentos e, no outro, vai escrever um artigo científico ou participar de um grande congresso. E o mais legal é que você pode alinhar a sua pesquisa aos seus interesses pessoais!

Mas não se esqueça de que os pesquisadores nunca param de estudar. É necessário estar sempre por dentro do que outros cientistas estão fazendo, das novas teorias e descobertas. Assim, a leitura é uma atividade essencial e toma grande parte do tempo de quem escolhe se dedicar à área científica — e você deve encontrar maneiras incorporar esse hábito no seu dia a dia.

4. Educação

De maneira geral, é preciso ter licenciatura para dar aulas, mas existem exceções. Nos cursinhos, por exemplo, essa não é uma exigência obrigatória. Se você gosta de ensinar e ajudar os outros — e se todos os seus colegas dizem que você leva jeito para explicar assuntos complexos de um jeito fácil, atuar na educação pode ser o caminho certo.

E você nem precisa se limitar ao ensino básico. Investindo em uma pós-graduação — como um mestrado ou doutorado — você poderá dar aulas para jovens estudantes de graduação em Engenharia Química e cursos similares. Aliás, esse é um caminho interessante para quem busca maior gratificação financeira, pois professores do Ensino Superior podem receber um salário bem atrativo.

Mas o dinheiro não é o principal. Se você tem a vocação para a docência, vai descobrir como é maravilhoso ajudar crianças, adolescentes e até adultos a alcançar o sonho de uma vida melhor. Além disso, existem escolas que realmente valorizam o professor. Portanto, você pode crescer na profissão e, quem sabe, até decidir fazer um curso de Pedagogia no futuro!

Você ainda tem dúvidas sobre o curso de Engenharia Química ou as oportunidades profissionais que a profissão oferece? Nesse caso, convidamos você a entrar em contato com a Uceff! Envie suas perguntas para a nossa equipe e vamos ajudá-lo a tomar a decisão certa para o seu futuro!

Facebook Comments