Quem conclui um curso superior já precisa pensar nos próximos passos da sua carreira. Afinal, ter o diploma da faculdade não é mais suficiente para garantir o sucesso. A formação continuada é uma ótima estratégia para se consolidar no mercado, mas você sabe como escolher a pós-graduação ideal?

Não é todo certificado que apresenta potencial para alavancar suas oportunidades de trabalho. Há diversos detalhes importantes a considerar, tanto na escolha do curso quanto da instituição onde vai estudar. Quer saber como tomar essa decisão de maneira acertada?

Acompanhe as informações que trouxemos neste post e tenha a certeza de garantir conhecimentos que, de fato, agreguem valor para você!

Reconheça a importância de se especializar

Infelizmente, alguns profissionais não atentam para a necessidade de investir na própria formação. Tem se tornado raro encontrar trabalhadores que exercem a mesma função há anos sem apresentar diferenciais, mas esse cenário ainda existe.

Assim, algo necessário para quem está pensando nas próximas decisões da carreira é reconhecer o valor da formação continuada. O mercado de trabalho está em constante mudança. Nos próximos anos, até profissionais renomados podem se ver diante de uma crise pela modificação ou mesmo extinção do seu cargo.

Como se proteger disso? Barrar as mudanças do mercado é impossível, por isso, só resta se adaptar a elas e modificar-se junto dele. Há alguns anos, por exemplo, era aceitável que alguém formado em ciências exatas não desenvolvesse grandes habilidades comportamentais. Entretanto, hoje em dia, essa realidade vem mudando muito.

Diante desse cenário, os profissionais de áreas técnicas estão buscando cursos que os apoiem no desafio de adquirir novas competências, como as ligadas ao trabalho em grupo ou gerenciamento. As habilidades relacionadas à tecnologia são outros exemplos de saberes muito procurados por quem antes não trabalhava com esses aspectos.

É o que explica Valicir Trebien, psicóloga e coaching, especialista em Desenvolvimento Humano, Coordenação de Grupos e Estratégia Empresarial: “normalmente, o desenvolvimento profissional está em ter consistência em competências técnicas, mas, ao mesmo tempo, ter competências necessárias para o mercado de trabalho que não foram exploradas em nossa formação inicial”, analisa.

Identifique seus interesses e necessidades

O primeiro passo para escolher um bom curso é saber o que você está buscando ou precisando. As respostas para esse questionamento podem surgir ao avaliar as limitações da sua formação inicial, seus interesses para o futuro e também as exigências do mercado de trabalho na sua área.

“Hoje, convivemos com excesso de informação. O aspecto fundamental é selecionar aquilo que você realmente tenha interesse genuíno de estudar. Caso haja a percepção de oportunidades de desenvolvimento, o ideal é conseguir casar essas oportunidades com a percepção de cenários futuros da carreira e cenários futuros da empresa”, destaca Valicir Trebien.

Para quem está atuando, é muito útil se perguntar: de que habilidades sinto falta ao exercer minha função? Que conhecimentos ajudariam a melhorar meu rendimento no emprego? Qual diploma de pós-graduação pode me ajudar a conseguir melhores vagas na empresa?

Os profissionais que ainda não conseguiram uma oportunidade de trabalho têm na especialização uma estratégia muito interessante para abrir caminhos, mas é preciso cuidado ao escolher o curso. Analise com atenção o mercado e identifique conhecimentos e habilidades que estão sendo valorizados. Fazer um estudo aprofundado evita que você invista tempo e dinheiro em cursos que não serão muito reconhecidos.

“Colecionar certificados de pós-graduação sem ter realmente genuíno interesse de aplicar o conhecimento não adianta muito, porque o mercado logo identifica que essa pessoa apenas ‘colecionou’ títulos. É necessário entender que o curso precisa me agregar alguma coisa, precisa me tornar um profissional melhor no mercado”, ressalta Valicir.

Aliado às necessidades que o emprego impõe, é preciso pensar também nos seus interesses. Retome seus planos para o futuro e veja como uma pós-graduação pode ser útil para realizá-los. Se você está descontente com seu perfil profissional, por exemplo, pode utilizar o curso para mudar de área.

Já se o seu objetivo é aprofundar os conhecimentos no campo em que atua e consolidar cada vez mais o seu nome, uma especialização ligada à sua profissão atual será muito bem-vinda. Mesmo os profissionais reconhecidos precisam se manter atualizados para evitar que sua atuação se torne obsoleta.

Escolha o tipo de pós-graduação

Essa tarefa nem sempre é simples. Hoje em dia, existe uma enorme diversidade de cursos disponíveis para quem tem o ensino superior. Por isso, saber como escolher a pós-graduação ideal é um desafio. Entre as principais opções, podemos citar a especialização, o MBA, o mestrado e o doutorado.

Cada um deles tem objetivos e públicos específicos. O profissional precisa analisar suas possibilidades e ver a modalidade que mais se adequa ao que ele busca. O mestrado, por exemplo, é a porta de entrada para quem quer seguir carreira acadêmica e se tornar professor ou pesquisador.

Já o MBA é uma alternativa válida para quem atua (ou pretende atuar) nos ramos de gestão e finanças. Nesse tipo de curso, o profissional tem acesso ao aprofundamento de práticas no mundo dos negócios. É interessante para quem deseja se lançar ao empreendedorismo ou busca ocupar vagas gerenciais.

Por fim, os cursos de especialização são os que oferecem currículos mais diversos. Cada área profissional abre uma gama de opções para quem quer se especializar em determinado nicho. Assim, o candidato à pós-graduação que escolhe essa modalidade se vê diante de mais decisões importantes na hora de optar por qual curso será feito.

Fique atento à qualidade da instituição

Não basta decidir a especialização que você quer fazer; é preciso também garantir que ela seja cursada em um local adequado. Afinal, a baixa qualidade de uma instituição pode colocar todo o seu investimento a perder. Por isso, fique atento aos sinais de que a faculdade que oferece a pós-graduação é boa.

Comece avaliando a tradição na área que você quer. Algumas instituições já trabalham há anos com determinados cursos, o que garante melhor estrutura e um renome maior. Outro ponto essencial é o método de ensino. Analise o currículo da pós e as metodologias utilizadas para aprendizagem e avaliação.

Além disso, dê especial atenção ao corpo docente. A qualidade dos professores é uma das maiores responsáveis pelo sucesso da sua pós-graduação. Pensar no potencial de networking também é importante: pessoas que sejam referência na área podem indicar ótimas oportunidades para você.

Considere cursos em campos diferentes do seu

Muitos profissionais veem a pós-graduação como caminho para aprofundar seus conhecimentos na área. Isso não está errado, mas você já considerou que a especialização também pode abrir possibilidades mais distantes da sua formação inicial? Isso é útil especialmente para quem deseja mudanças, mas não pretende fazer uma nova graduação.

“É muito recomendado estudar coisas que ampliem possibilidades. Não é necessário ser especialista, mas ter uma visão ampliada. Normalmente, a graduação dá expertise para início de carreira. Depois, é preciso ampliar a visão”, observa Valicir Trebien.

Assim, a dica é usar essa estratégia para ampliar sua visão de mundo e expandir a abrangência da sua carreira. Isso potencializa sua atuação e torna você um profissional mais completo. O mercado valoriza, por exemplo, técnicos que têm conhecimentos de gestão ou gestores que também entendem dos aspectos técnicos de um trabalho.

Depois dessas dicas, você sabe como escolher a pós-graduação ideal. Fique atento aos detalhes e planeje sua carreira. Um dos segredos do sucesso é sempre se autoavaliar para conseguir pensar nos próximos passos profissionais com mais clareza.

E então, quer investir na sua formação? Conheça os cursos da UCEFF e construa diferenciais no mercado de trabalho!

 
Facebook Comments