Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Está considerando a opção de ingressar na faculdade de Odontologia? Optou pela carreira de dentista e já tem bastante expectativa em relação ao início do curso? Então, é importante conhecer as especificações e saber para que serve cada item solicitado no material odontológico.

Hoje em dia, essa escolha se apresenta como bastante promissora no Brasil e oferece boas oportunidades de ascensão. Todavia, antes de começar a trabalhar, é preciso se dedicar aos estudos — o que envolve aulas práticas e, consequentemente, gastos elevados com materiais dedicados a ensinamentos sobre anatomia, cirurgia e clínica, por exemplo.

Quer conhecer em detalhes cada um dos principais itens e saber de que forma e em quais procedimentos eles são usados? Continue a leitura, compreenda a relevância dos objetos e acompanhe nossa checklist!

Importância do material odontológico para o curso

Odontologia é a escolha perfeita para quem deseja trabalhar com saúde bucal. Como um bacharelado distribuído em cinco anos de aprendizado, em meio período ou integral, nela se unem aulas teóricas e práticas.

Ortodontia, odontopediatria, endodontia, prótese, implantodontia, cirurgia, periodontia e bucomaxilofacial são algumas das áreas para as quais se pode habilitar após concluir o curso.

Entretanto, quem está no começo dele na faculdade e vai ter suas primeiras aulas fica surpreso com a lista de material odontológico requerida.

Afinal, o tamanho dela pode assustar, independentemente da instituição de ensino de escolha. E isso se refere tanto à variedade quanto aos valores, cuja soma chega a oscilar entre um custo de R$ 1.500 e R$ 8.000 ao ano, segundo guia.

Contudo, cada item é imprescindível para que o dentista possa realizar um trabalho de qualidade. Além disso, juntos, eles ajudam na evolução e no aprimoramento das técnicas odontológicas.

Alguns objetos, como espelho clínico e sonda periodontal, têm a capacidade de acompanhar seu proprietário por muitos anos, o que faz com que o investimento no início da graduação seja recompensado no futuro.

Principais itens do material odontológico

Agora que você já sabe quão relevante é a lista solicitada pela faculdade de Odontologia, a seguir, conheça detalhadamente alguns dos itens mais importantes para a prática da profissão.

Uniforme de proteção para clínica e laboratório

Utilizado em todos os semestres, é fundamental para as disciplinas práticas.

Roupas brancas

Aqui se fala sobre o traje completo, a começar pelo jaleco, também conhecido como avental. Não à toa, ele é responsável por evitar o contato com quaisquer fluidos e proteger o dentista de forma a mantê-lo limpo durante seus atendimentos.

Deve ser mantido fechado enquanto o aluno estiver colocando em prática os aprendizados de aula. Além disso, suas mangas precisam ser longas, de modo a cobrir braços e pernas.

No vestuário branco, também se inclui gorro, meias e sapatos.

Luvas

Há diferentes tipos que são necessários para a realização dos procedimentos odontológicos. Alguns deles são luvas cirúrgicas específicas, luvas de borracha para limpeza e luvas de procedimento.

Com elas, dá para esterilizar equipamentos, atender pacientes e manipular materiais necessários à prática — desde a mais simples, como uma raspagem de rotina, até um tratamento cirúrgico de canal.

50% de desconto na matrícula utilizando a nota do ENEMPowered by Rock Convert

Raspadores periodontais e curetas

Famosos equipamentos dos quais muitos pacientes têm medo. São reconhecidos por auxiliarem na remoção de placa dentária e tártaro, de forma a fazer uma limpeza completa da boca. Caso o tártaro não seja removido dos dentes e da gengiva, ele tem o potencial de levar o indivíduo a desenvolver cáries.

Sonda periodontal

Outra famosa conhecida de uma clínica odontológica. Basicamente, consiste em um gancho de metal usado para explorar a boca dos pacientes. Com ela, é possível perceber quaisquer problemas e anomalias na gengiva ou nos dentes. Ademais, a sonda serve para verificar cáries e condições que possam requerer tratamento.

Seringa carpule

Empregada para irrigar canais radiculares e aplicar anestesias, como em casos de extração do siso, mantém áreas da boca do paciente adormecidas a fim de evitar dores.

Porta amálgama

Usada em disciplinas que envolvem aprendizado sobre canais, ajuda a preparar o canal cavitário e serve para transportar e inserir o amálgama na cavidade dentária do paciente.

Espelho clínico

Você certamente já reparou no pequeno espelhinho que o dentista utiliza para examinar a boca, certo? Os espelhos clínicos são essenciais entre o material odontológico.

Em diferentes tamanhos, eles servem para oferecer melhor visibilidade da boca, com visão indireta. Dessa forma, refletem luz sobre a superfície dental selecionada, o que os torna perfeitos para locais que são mais difíceis de se enxergar. Também retraem língua e bochechas, considerados tecidos moles, de forma a dar uma melhor visualização da qualidade dentária.

Seus benefícios ao aluno e ao dentista vão além, já que permitem que a pessoa mantenha uma postura mais ergonômica e evite futuras dores na coluna, como nas regiões lombar e cervical.

Além dos itens citados, há ainda:

  • porta-agulha;

  • limas de endodontia — é preciso tê-las em diferentes tamanhos e tipos;

  • articuladores;

  • espátulas de resina;

  • alicates de ortodontia;

  • contra-ângulo endodôntico;

  • fórceps;

  • manequim para laboratório;

  • crânio para aulas de anatomia;

  • itens de biossegurança.

Embora sejam muitos e caros, em diversos casos, o benefício é que materiais de qualidade podem ser utilizados durante toda a vida. Outra boa notícia é que, hoje em dia, há instituições de ensino que oferecem os materiais gratuitamente, já incluídos no valor total da mensalidade cobrada. Assim, a perspectiva fica um pouco melhor, não é mesmo?

Grade curricular de Odontologia

Quer mesmo começar o curso, mas ainda não sabe bem quais matérias se distribuem entre os dez semestres de aprendizado? Abaixo, listamos algumas das mais importantes para o exercício da carreira:

  • Anatomia e Escultura Dentária;

  • Bioquímica Geral;

  • Microbiologia;

  • Saúde Coletiva;

  • Anestesiologia e Exodontia;

  • Patologia geral;

  • Clínica Odontológica;

  • Cirurgia;

  • Endodontia;

  • Difusão Temporomandibular;

  • Psicologia;

  • Implantodontia;

  • Prótese Dentária.

Embora os custos de mensalidades estejam acima dos de outros cursos, não desista! Informe-se e considere métodos para obter crédito estudantil ou bolsa de estudos ou, até mesmo, a fim de se organizar e começar um financiamento próprio.

Mercado de Odontologia no Brasil

Levando-se em consideração o fato de ser uma carreira pertencente à área da saúde, o curso de Odontologia tem custos altos além da aquisição do material odontológico.

O investimento, entretanto, compensa devido à rentabilidade da carreira. Atualmente, segundo guia, a média salarial do dentista no Brasil pode chegar a mais de R$ 5.000. Bastante atrativa, não é mesmo?

Após se formar e obter registro no Conselho Regional de Odontologia (CRO) para atuar de forma regular, é possível encontrar oportunidades em diferentes áreas.

Dentre as especializações mais promissoras, destacam-se:

  • estética — voltada à realização de implantes e restaurações;

  • prótese dentária;

  • saúde preventiva em órgãos públicos;

  • odontologia legal.

Ao fim, fica difícil não se interessar pela carreira odontológica, certo? Mesmo que o início se apresente com investimentos elevados e grande variedade de material odontológico, a profissão é rentável e, principalmente, é uma forma de contribuir com o bem-estar e zelar pela saúde de mais pessoas.

Gostou de nossa checklist? Aproveite que está por aqui e saiba mais sobre a importância das aulas práticas no curso de Odontologia.

Facebook Comments