Quem se forma em odontologia tem uma possibilidade de atuação bem diversificada. Esse é um ponto positivo do curso, pois, dessa forma, é mais fácil escolher qual carreira seguir e encontrar ainda mais satisfação na profissão.

Se você ainda não sabe para onde guiar sua vida profissional, nada melhor que conhecer as principais especializações em odontologia. Entendendo melhor sobre cada uma destas especialidades, você pode escolher aquela que melhor se encaixa em seus planos futuros.

Neste post, listamos as principais — e as que estão em alta —, para que você compreenda melhor sobre o dia a dia de trabalho destes profissionais. Confira:

1. Cirurgia geral

Terminando a graduação em odontologia, você já estará apto para cuidar da saúde bucal das pessoas, preservando os dentes limpos e saudáveis. Como você deve imaginar, essa é uma atividade mais generalista, algo como o clínico geral na medicina.

Esse profissional é o grande responsável por tratar dos dentes (assim como da língua, bochechas e gengivas), examinar radiografias mais simples, fazer limpeza, aplicar o flúor e realizar cirurgias mais simples.

Com certeza você já fez uma consulta com esse profissional, pois seu trabalho é bem comum. Logo, esse é um tipo de atuação que nunca está em baixa.

2. Ortodontia

A ortodontia é outra vertente muito conhecida — o que é muito natural, já que ela conta com uma grande demanda por serviços. Isso significa que, quem gosta da área, pode investir nesse tipo de pós-graduação e ter mais oportunidades na carreira.

O ortodontista é um profissional capacitado para instalar e fazer a manutenção dos aparelhos ortodônticos. Se você já reparou como cada vez mais pessoas têm usado o aparelho, deve entender como a procura por esse especialista tem crescido, certo?

Em termos um pouco mais técnicos, esse profissional pode também diagnosticar as maloclusões — ou irregularidades dos dentes que impedem seu funcionamento correto — e fazer um planejamento sobre o tratamento ortodôntico.

E tem mais: o trabalho vai muito além de colocar o aparelho. O profissional deve prevenir as deformações e supervisionar o desenvolvimento da dentição e do aparelho mastigatório.

3. Radiologia Odontológica e Imaginologia

Esse é outro bom caminho para seguir quando as pessoas falam sobre especializações em odontologia. O profissional estuda e aprende a investigar, de maneira profunda e sistemática, as estruturas, órgãos e sistemas por meio de técnicas de imagens — as famosas radiografias.

Isso significa que o dentista pode utilizar métodos intra e extrabucais, tudo com o objetivo de conseguir um parecer real do que acontece com o dente e com as outras estruturas da boca.

Vale lembrar também que existem hoje diversos tipos de exame de imagem. Então, o profissional precisa estudar sobre as diferenças entre eles e estar sempre atualizado, seguindo as novidades e tendências desse mercado.

Cada vez mais os softwares especializados são utilizados de maneira conjunta aos exames, emitindo laudos e percepções sobre as imagens (algumas vezes, dando até o diagnóstico, planejamento e intervenções necessárias).

Convenhamos: somente assim é possível analisar a anatomia e identificar doenças e desgastes que podem acontecer na região de forma acertada.

4. Saúde Coletiva

A saúde coletiva tem um foco mais social e humanista. É esse tipo de profissional que faz os mutirões nas escolas e regiões mais carentes para os tratamentos bucais, atuando também na assistência social em postos de saúde e unidades básicas de saúde.

Seguindo carreira nessa especialidade, o dentista também pode atuar nos planos de saúde e cooperativas. Por isso, a área vivencia uma franca expansão e pode ser uma boa aposta para os próximos anos.

5. Odontologia estética

Essa especialização ganha cada vez mais espaço, seguindo a tendência do cuidado com a beleza. O principal objetivo desse profissional, como você deve imaginar, é a melhoria estética dos dentes. Assim, ele atende pacientes que buscam, além da saúde bucal, um sorriso bonito e apresentável.

O especialista em odontologia estética é treinado para fazer restaurações, clareamentos dentais, aplicar resinas e peelings gengivais.

O desenvolvimento das novas tecnologias e técnicas tem evoluído o processo, trazendo novidades, como as lentes de contato gengival e outros procedimentos.

Uma coisa é fato: vai ser cada vez mais comum encontrar opções para deixar os dentes mais bonitos!

7. Periodontista

O nome pode parecer um pouco confuso, mas esse é o dentista que estuda e trata qualquer doença ou alteração na gengiva e periodontos — tecidos responsáveis pela fixação dos dentes aos osso.

O profissional com essa especialização é o responsável por cuidar de todo esse sistema, pois as gengivas são fundamentais no papel de suporte dos dentes.

8. Implantodontia

Se você conhece alguém que já perdeu um dente, sabe como a sensação é incômoda. Ela não está, definitivamente, entre as mais agradáveis. Por isso, para recuperar a autoestima, a implantação de dentes é o caminho mais comum — mas não é algo tão simples.

Portanto, o implantodontista é o profissional responsável por realizar esse procedimento, participando de todas as etapas — desde a cirúrgica até a implantação da prótese dentária.

Durante a especialização, ele aprende sobre enxertos ósseos, implantes imediatos e como levantar o seio maxilar. Além disso, esse especialista também precisa analisar e considerar as melhores opções protéticas para cada situação.

9. Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Faciais

Para fechar a nossa lista dos principais cursos de aperfeiçoamento em odontologia, não poderíamos deixar de falar dessa especialização. Como é mais elaborada, ela é realizada em um ambiente hospitalar e tem o objetivo de lidar com os traumas da face e dos ossos do crânio.

Como é um trabalho mais elaborado, o curso pode durar de 2 a 4 anos — um tempo maior que a maioria das outras pós-graduações.

Nesse tempo, o profissional aprende sobre como corrigir anomalias faciais (como assimetrias) doenças e tumores da boca, implantes dentários, reconstrução facial, problemas de apneia e enxertos para reposição de ossos. Como você pode perceber, o trabalho não é moleza!

Depois de conhecer um pouco mais sobre as principais especializações em odontologia, ficou bem mais fácil entender como a profissão oferece muitas vertentes, não é mesmo?

Ter um diploma de curso superior — em uma faculdade de qualidade — é o primeiro passo para se diferenciar e desenvolver uma carreira bem-sucedida.

Para começar essa trajetória de sucesso, aproveite para entrar em contato com a UCEFF e se aproxime ainda mais do sonho da graduação em odontologia.

Facebook Comments