“Como desenvolver a minha carreira profissional e evitar que ela fique estagnada ou não tenha os avanços que eu gostaria?” — essa é uma pergunta compartilhada por muitos estudantes de curso superior, recém-formados e profissionais atuantes no mercado.

Isso, porque há um volume grande de pessoas em busca de emprego ou uma melhor colocação no local de trabalho que não só têm uma qualificação acadêmica extensa, como também contam com passagens por grandes organizações, portfólios diversificados e premiações por projetos anteriores.

Logo, é natural que a competitividade aumente, as empresas fiquem ainda mais exigentes quanto à contração e/ou promoção de funcionários, e os processos seletivos se tornem mais seletos do que já são.

Por esse motivo, elaboramos um post para inspirar você na sua trajetória profissional e lhe mostrar como se sobressair na carreira de maneira concreta diante desse cenário cheio de adversidades. Tome nota!

soft skill

Estabeleça quais são as suas metas

Para desenvolver a sua carreira profissional, é preciso, antes de tudo, ter metas claras. Isso, porque, quando não se tem um destino, o máximo que você consegue é dar voltas e mais voltas (e, às vezes, nem sequer sai do lugar). Portanto, reflita sobre o tipo de trabalho que você deseja realizar, qual cargo almeja ter, qual é a renda e quais são os benefícios que quer receber mensalmente e por aí vai.

Tudo isso ajudará você a traçar não só o emprego ideal, mas também as empresas capazes de oferecê-lo. Isso sem falar, é claro, nos requisitos que você deverá cumprir para conquistá-lo.

Leia e estude mais

A segunda sugestão é ler e estudar mais, principalmente conteúdos que envolvam a sua profissão. Tenha em mente que essa é uma boa forma de recordar os temas aprendidos na faculdade — em especial, aqueles dos primeiros semestres —, acompanhar novidades para otimizar tempo e trabalho na sua área, informar-se sobre as mudanças do setor, ficar por dentro das perspectivas de crescimento e expansão dele para os próximos anos etc.

Para isso, não faltam publicações científicas, revistas acadêmicas, pareceres jurídicos, resoluções oficiais e publicações produzidas (como jornais, revistas, cartilhas, informes e censos) pelos próprios conselhos federais e regionais das categorias profissionais.

Aprenda um novo idioma

Aprender um novo idioma é essencial para quem deseja uma carreira profissional bem-sucedida. Afinal, a fluência em outras línguas abre muitas portas para o conhecimento e para a sua atuação no mercado de trabalho.

Por exemplo, você pode realizar cursos complementares para a sua formação acadêmica em institutos no exterior e ler e revisar materiais científicos que envolvam descobertas e novas apostas da profissão — algo que é muito frequente nas áreas da saúde e tecnologia.

Além disso, você se torna apto a trabalhar em equipe com colegas do exterior que não dominem o português, participar de reuniões com parceiros e fornecedores internacionais, representar a empresa em eventos fora do país e atuar em filiais sediadas em outras nações.

Faça um MBA ou uma especialização

Investir numa pós-graduação é um passo indispensável para avançar com a sua carreira profissional e ter uma formação acadêmica mais delineada e apurada. Com um MBA, por exemplo, você se capacita quanto à gestão corporativa e as práticas mercadológicas envolvidas na administração de negócios.

Já com uma especialização, você tem a chance de estudar sobre um segmento específico de trabalho, os aspectos sociais, éticos e legais que ele envolve e as aplicações práticas desse campo de saber nos mais diversos setores.

Realize cursos de pequena duração

Os cursos de pequena duração são ótimos para enriquecer e diversificar o seu currículo. A razão disso é que eles o levam a desenvolver soft skills, a aprimorar habilidades técnicas necessárias para o exercício da profissão, a aprofundar o conhecimento sobre temas contemporâneos do mercado e a ter uma visão mais atual sobre diferentes atuações (empreendedorismo, funcionalismo público, CLT, freelancer e autônomo, por exemplo).

Participe de eventos da sua categoria profissional

Fora o que já foi dito, tente participar ao máximo de eventos que envolvam profissionais da sua área, para trocar informações, criar uma rede de contatos, aprofundar nos desafios do mercado e saber mais sobre os segmentos de especialização.

O ambiente de ensino superior, por exemplo, costuma receber muitas palestras, oficinas, conferências, rodas de debate e afins. Além disso, você pode acompanhar os eventos realizados pelos conselhos federais e regionais do seu campo de atuação, pois esses órgãos promovem frequentemente fóruns, congressos, encontros internacionais, assembleias e muito mais.

Inscreva-se em um programa de trainee

Caso você esteja prestes a concluir a graduação ou tenha acabado de se formar, preste atenção aos programas de trainee disponíveis para o seu ramo. Eles são ótimas oportunidades de entrar em grandes empresas do mercado e obter mais conhecimento tecnológico, experiência em criação e gestão de projetos de alcance regional/nacional, mentoria de profissionais gabaritados e influentes no mercado e vivência de operações e processos internacionais.

Faça um intercâmbio de trabalho

Por fim, uma última dica para se desenvolver profissionalmente é fazer um intercâmbio de trabalho. Muitas agências de intercâmbio contam com essa modalidade de programa que permite que os interessados passem uma temporada no exterior — de seis meses ou mais — para desempenhar atividades remuneradas na própria área de atuação.

O mais interessante é que é possível optar não só pelo trabalho, mas também por um curso de aperfeiçoamento de idiomas, curso de extensão na faculdade ou mesmo uma graduação sanduíche em paralelo.

Essa oportunidade é excelente para ter uma visão mais abrangente sobre aspectos econômicos nacionais e globais, vivenciar o ritmo e as especificidades do mercado de trabalho de outras nações, ganhar experiência profissional e conquistar contatos que o ajudem a internacionalizar a sua atuação.

Como mostrado, há muitas maneiras para você alavancar a sua carreira profissional, aumentar a excelência e o nível de competitividade do seu currículo e, consequentemente, seguir uma trajetória ascendente dentro do mercado. Por isso, é importante se empenhar, investir bastante nos estudos e buscar continuamente a imersão na sua área de atuação.

Gostou das sugestões levantadas no decorrer do post? Tem alguma ideia extra para incluir entre elas? Então, compartilhe a sua opinião nos comentários!

Facebook Comments