Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

A transformação digital e as novas tecnologias têm criado excelentes oportunidades para quem deseja empreender no agronegócio. O setor, afinal, tem notável relevância no Brasil. Em 2017, por exemplo, juntamente à agricultura, foi responsável por mais de 23% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo a revista Exame.

Atualmente, há mais de 182 agtechs ativas no país, de acordo com dados da Associação Brasileira de Startups, Abstartups. Esses negócios são voltadas a solucionar questões agrícolas com inovação e medidas disruptivas. Desde tecnologias ligadas a equipamentos do campo até a otimização de tempo, melhoria de sementes, fertilizantes e irrigação.

Opções, afinal, não faltam. Com um bom planejamento e definição de metas, pequenas, médias e grandes empresas do agronegócio podem crescer nesse mercado ao apostar em uma atitude mais empreendedora. Quer saber como? Então, continue a leitura de nosso artigo.

Utilização de novas tecnologias

Ferramentas inovadoras, como aplicativos, sensores, drones, satélites e GPS, são excelentes alternativas para gerenciar e monitorar os dados em lavoura. Esse suporte tecnológico, afinal, quando adequadamente planejado, melhora os indicadores de desempenho.

Big Data

Para gerenciar o volume de informações geradas antes, dentro e depois da porteira, vale contar com o apoio de Big Data. A partir desse conceito, são instalados e administrados dispositivos ligados à internet das coisas (IoT) com sensores que produzem relatórios precisos sobre:

  • dados agrícolas em geral;

  • crescimento das lavouras;

  • mudanças climáticas;

  • manejo de pragas e controle de defensivos;

  • processos de plantio;

  • irrigação e economia de água;

  • qualidade e fertilidade do solo.

Assim, com recomendações tecnológicas e métricas de análise mais precisas, é possível obter crescimento da produtividade por hectare e redução de custos e, com isso, propor também alternativas de negócios sustentáveis.

Business intelligence (BI) ou inteligência empresarial

Para empreender no agronegócio, como em outros setores, é importante tomar decisões rapidamente.

As plataformas de análise e rastreabilidade, somadas a ferramentas de comunicação, ajudam gestores, como profissionais de Agronomia e Engenharia, a aproveitar o potencial de crescimento das empresas e atuar de forma ágil ao lado da equipe.

Quando é detectada redução de produtividade em alguma plantação, por exemplo, os agentes ligados a ela tomam conhecimento e podem propor alternativas a fim de solucionar a crise.

As ações profissionais, dessa forma, ganham acerto com a agricultura de precisão, em que a prioridade é gerar eficiência. Além disso, beneficiam-se do acesso a informações obtidas por meio de rastreamento GPS e das imagens em tempo real das lavouras, a partir de drones.

Marketing digital no agronegócio

O marketing digital é um conceito amplo, que engloba estratégias de Search Engine Optimization (SEO), Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing. Nele, toda a presença on-line da empresa é determinante para obter novas oportunidades no mercado.

Quem deseja empreender no agronegócio e crescer deve buscar se posicionar nesse setor, seja por meio de uma presença relevante nas mídias sociais, por um site com artigos que utilizem SEO e estejam atualizados a respeito do setor em que a empresa atua ou por campanhas de marketing de atração. Com isso, atraem-se novos investidores, parceiros e, claro, produtores rurais.

O marketing digital, afinal, tanto quanto o agronegócio, vive diversas transformações e requer uma postura dinâmica de quem busca crescer com ele.

Apostar em sustentabilidade

A preocupação com o meio ambiente tem impactado cada vez mais negócios. No setor agro, não poderia ser diferente.

Com uma perspectiva sustentável, além de a empresa se tornar mais rentável, ela também assume um papel de responsabilidade diante dos impactos sofridos pelo planeta, a fim de preservar seus recursos.

Vale a pena levar em consideração, especialmente:

  • medidas de economia de água;

  • implantar políticas voltadas a recuperar solos em processo de degradação;

  • investimentos em pesquisas que tornem a lavoura mais produtiva e sustentável;

  • estudos da rentabilidade de resíduos gerados;

  • adoção de políticas de preservação da vegetação.

Nesse mesmo âmbito, surgem mais iniciativas no agronegócio voltadas ao cultivo de produtos orgânicos e a valorização de iniciativas que também colaborem com o crescimento do agricultor familiar.

Definição de estratégias para empreender no agronegócio

Quem busca empreender no segmento deve ter estratégias traçadas a fim de trabalhar com base em um planejamento anual. Assim, torna-se mais fácil manter a equipe motivada e focada em resultados.

Um plano de negócios, nesse caso, pode ser o ponto de partida. Com auxílio de ferramentas como Canvas, facilita-se a definição de missão, metas e perfis do consumidor e do mercado que se busca impactar.

Pesquisa mercadológica

O agronegócio, como outros segmentos, vive constantes atualizações. Para empreender nele e obter resultados favoráveis, além de melhorar as métricas, é importante acompanhar as tendências e entender suas dinâmicas.

Cada segmento, afinal, seja de pecuária, sucroalcooleiro, grãos ou produtos florestais, por exemplo, tem suas dinâmicas. Estar atualizado sobre os eventos e notícias do setor, assim, torna-se fundamental.

Referências para empreender no agronegócio

Conforme apresentado neste artigo, há muitas formas de empreender no agronegócio e crescer. Todas elas se relacionam ao comprometimento do empresário e à realização de uma gestão qualificada: desde as pessoas até as finanças.

Para quem ainda tem dúvidas sobre novos modelos de sucesso no mercado ou para aqueles que estão à procura de referências agro de relevância, vale a pena acompanhar alguns sites, como:

  • Tecnologia do campo: portal com reportagens e materiais completos sobre novas tecnologias ligadas à área agro;

  • Sebrae: destaque às dicas e artigos sobre empreendedorismo;

  • Portal do Agronegócio: novidades do setor, indicadores econômicos e eventos do agronegócio valiosos para fazer networking;

  • Revista Safra: análises e informações sobre agronegócio brasileiro e mundial;

  • StartAgro: conteúdos multiplataforma para falar sobre agronegócio, empreendedorismo e inovação no Brasil e no mundo.

Empreender no agronegócio, finalmente, é um desafio que pode proporcionar excelentes resultados às empresas e aos profissionais que atuam nelas. O fundamental, nesse caso, é abraçar o compromisso de inovar e investir em novas tecnologias, a fim de melhorar sua produção e, consequentemente, seus indicadores de desempenho e rentabilidade.

Gostou de nossas dicas e quer que mais pessoas de sua base de contatos tenham acesso a informações sobre a importância do empreendedorismo nesse mercado? Então, não deixe de compartilhar nosso artigo em suas redes sociais!

 

Facebook Comments