Quer descobrir se o perfil do aluno EAD encaixa com a sua realidade? Os cursos nessa modalidade são ideais para quem precisa conciliar os estudos com o trabalho e com os compromissos pessoais.

Os benefícios do EAD são inúmeros e, por conta da flexibilidade, diversos estudantes têm optado pelo formato para entrar no ensino superior e iniciar a jornada acadêmica. O mais bacana é que a alternativa, além de ser mais acessível, oferece opções interessantes para praticamente todas as áreas do conhecimento.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e entenda de vez qual é o perfil do aluno EAD e suas maiores vantagens. Confira!

Como funciona um curso EAD?

Os cursos EAD ocorrem de forma prática e simples, com grande parte da grade curricular acontecendo com o auxílio da internet. A plataforma utilizada para as aulas é o ambiente de aprendizagem virtual, chamado também de AVA. Na sala virtual, os estudantes têm acesso aos conteúdos, materiais didáticos e ainda realizam as tarefas e atividades propostas pelos professores.

Um dos pontos mais vantajosos desse formato é que é possível assistir às aulas no horário que for mais conveniente para você. No entanto, muitas pessoas pensam que o curso EAD é mais fácil do que fazer uma graduação presencial. Além de ser um mito, na verdade, o EAD pode exigir até mais dedicação e empenho do aluno, justamente devido à autonomia e à flexibilidade.

O diploma neste formato tem a mesma validade dos cursos presenciais, no entanto, é preciso que a faculdade e a graduação sejam reconhecidos e autorizados pelo Ministério da Educação (MEC) para emitir o diploma. Mesmo assim, não há grandes diferenciações de uma modalidade para outra, exceto em relação ao perfil do aluno EAD.

Qual é o perfil do aluno EAD?

De certo modo, por conta da maior liberdade que o estudante tem de organizar os seus horários e seus momentos de estudo, o curso EAD pode exigir mais dedicação. Na verdade, a diferença mais relevante entre os alunos EAD e presenciais é, justamente, a forma de lidar com o processo de aprendizagem.

Pelo próprio modelo a distância, é preciso ter mais estímulo e motivação, tendo uma postura ativa diante da transmissão do conhecimento. Mesmo que não existam horários fixos de aula ou a presença do professor em todos os momentos, o indivíduo deve se empenhar para ser mais participativo e, com isso, obter melhores resultados.

A seguir, listamos as principais características que o estudante EAD deve apresentar para atingir melhores índices no ensino superior.

Disciplina

Para montar uma boa rotina e segui-la com responsabilidade, é fundamental ter disciplina e evitar que distrações externas tirem o seu foco dos estudos. Contando com essa qualidade, o aluno conseguirá reservar momentos para o descanso, para o lazer e, também, para se dedicar a outros compromissos que não têm, necessariamente, relação com o curso.

Automotivação

Da mesma forma, trabalhar a automotivação constantemente é fundamental para atingir melhores resultados no processo de ensino.

Sem a necessidade de estarem fisicamente em sala de aula ou por não serem cobrados pelos professores, muitos estudantes não conseguem ter motivação suficiente para dar continuidade aos estudos. Nesses momentos, é preciso priorizar as tarefas e delimitar objetivos claros para ter mais estímulo e incentivo para dar seguimento ao curso.

Organização

Outra característica essencial para o sucesso do aluno EAD é a capacidade de se organizar, de modo que seja possível cumprir com todos os outros compromissos, sem precisar sacrificar os estudos em alguns dias. Isso é ainda mais importante para quem deseja conciliar o trabalho com os estudos, mas não quer perder a qualidade da formação acadêmica.

Familiaridade com a tecnologia

Ter qualquer tipo de familiaridade com a tecnologia também é uma competência esperada dos alunos no formato EAD. Como as aulas e demais atividades ocorrem na plataforma de aprendizagem virtual, é preciso tanto ter uma boa conexão com a internet quanto demonstrar agilidade com as ferramentas tecnológicas para alcançar uma boa experiência e melhores resultados no ensino.

Como escolher um curso EAD?

São diversas as vantagens do EAD para o aluno, mas você sabe quais são os critérios que devem ser considerados ao escolher um curso nessa modalidade? O primeiro passo é a avaliação da grade curricular e da qualidade da instituição de ensino que está ofertando a graduação.

Também é imprescindível atentar em relação às ferramentas disponibilizadas para o desenvolvimento da aprendizagem virtual. O ideal é que a plataforma utilizada para as aulas seja intuitiva, simples e fácil de ser utilizada. Outro ponto, ainda, é verificar a reputação e a avaliação da faculdade no mercado e nos órgãos oficiais de educação.

Além disso, o corpo docente deve ser devidamente qualificado e, de preferência, apresentar diferenciais para os estudantes EAD. Você também pode fazer uma pesquisa mais aprofundada sobre a instituição de ensino, conversando com ex-alunos, professores ou, até mesmo, com empregadores da sua área de atuação para entender qual a imagem transmitida pela faculdade.

Mesmo que você ainda não tenha todas as características bem desenvolvidas, elas podem ser trabalhadas gradualmente ao longo do período do curso. O importante, na verdade, é se adaptar e ser flexível para encarar os possíveis desafios dessa escolha. Existem, atualmente, algumas técnicas e aplicativos voltados, justamente, para quem precisa se organizar e ter maior motivação para os estudos.

Por isso, é fundamental considerar que ter tamanha liberdade para elaborar o seu próprio cronograma de estudos pode exigir mais planejamento e dedicação. O comprometimento, por sua vez, é bastante positivo para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, sendo uma competência cada vez mais valorizada no mercado de trabalho.

Agora que você já conhece o perfil do aluno EAD e os desafios presentes na formação acadêmica, será mais simples optar por um curso que tenha a ver com o seu perfil, não é mesmo? Lembre-se de que o único responsável pelo seu processo de ensino, nesse momento, será você. Por isso mesmo é tão importante ter automotivação e estímulo pessoal para conseguir superar as dificuldades e atingir melhores níveis de aprendizado.

Se você gostou do conteúdo, aproveite e compartilhe o artigo nas redes sociais para que essas valiosas informações alcancem mais pessoas interessadas no tema!

Facebook Comments