Não passei no SiSU e agora? Entenda o que você pode fazer

não passei no sisu e agora
6 minutos para ler

Você se preparou por meses para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mas, quando saiu o resultado, veio aquela bomba de água fria: “não passei no SiSU, e agora?” Pois saiba que não há motivos para desespero!

Apesar de o sonho de ingressar no Ensino Superior parecer mais distante, ainda há várias opções para conseguir entrar na faculdade. Certamente uma delas se encaixa no seu perfil e objetivos.

Pensando nisso, neste post, vamos explicar o que fazer se você não passar no SiSU e quais são as outras alternativas para ingressar no Ensino Superior — algumas delas, inclusive, usando a própria nota do Enem. Continue a leitura e confira!

O que fazer se você não passar no SiSU?

Desde a sua criação, o Enem passou por uma série de mudanças para aumentar as chances de os estudantes conseguirem ingressar no Ensino Superior. Dessa forma, junto dos programas sociais das próprias faculdades particulares, o exame se tornou mais um facilitador para aqueles candidatos com poucos recursos financeiros ou oriundos do ensino público.

Um desses facilitadores é o Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), ele tem o objetivo de selecionar os candidatos, por meio de um sistema online, para preencher as vagas oferecidas por universidades públicas que utilizam apenas o resultado do Enem em seus processos seletivos.

Porém, como a demanda de candidatos é muito maior do que a oferta de vagas, é comum não conseguir o ingresso naquele curso pretendido. Se isso acontecer com você, saiba que algumas ações podem ajudar.

Saiba lidar com a frustração

Antes de mais nada, é preciso saber lidar com essa frustração de não passar no SiSU. Afinal, você se preparou durante todo o ano para o exame, mas o plano de entrar na faculdade acabou não dando certo como esperado — e isso pode ser bem difícil de lidar no começo.

Após o choque inicial, procure não desanimar, pois há várias alternativas para dar início à sua jornada acadêmica — e você precisará se preparar para elas!

Aguarde a lista de espera do SiSU

O primeiro passo é aguardar a lista de espera do SiSU. Afinal, muita gente consegue a aprovação em mais de uma instituição de ensino, por diferentes métodos de ingresso, e acaba desistindo de algumas das vagas.

Por isso, se você não conseguiu entrar nas duas chamadas regulares do programa, ainda poderá ficar na lista de espera para a primeira opção de curso na instituição desejada. Porém, como essa etapa é de responsabilidade de cada faculdade, é preciso ter atenção para não perder nenhuma oportunidade, certo?

Quais são as alternativas para ingressar na faculdade?

Se você não conseguir ingressar no Ensino Superior pela lista de espera do SiSU, saiba que é possível se candidatar a outros programas do Governo ou, até mesmo, fazer o vestibular da instituição de ensino escolhida — tanto para cursos EAD como presenciais. Conheça melhor cada um desses processos, a seguir!

Novo FIES

Desenvolvido em 2001, o Programa de Financiamento Estudantil (FIES) passou por uma série de mudanças durante os anos e, recentemente, foi reformulado como Novo FIES. Basicamente, ele é um sistema que permite ao aluno cursar uma faculdade particular e pagar os custos apenas após a sua conclusão.

Para participar, é preciso ter renda de até 3 salários mínimos por membro da família e fazer acima de 450 pontos no Enem, além de redação com nota superior a zero. O processo seletivo abre todo semestre e, caso não consiga a vaga, também é possível entrar na lista de espera.

Prouni

Já o Programa Universidade Para Todos (Prouni) oferece bolsas de estudo parciais e integrais para alunos que fizeram o Ensino Médio na rede pública ou na privada por meio de bolsa de estudos.

Para conseguir a bolsa parcial, é preciso ter uma renda bruta de até 3 salários mínimos por pessoa da família. Já para concorrer à bolsa integral, a renda não pode ultrapassar um salário mínimo e meio por membro.

Assim como ocorre no Novo FIES, o candidato precisa ter obtido uma pontuação superior a 450 pontos no Enem, além de nota maior que zero na redação.

Sisutec

Se você está tentando uma vaga em cursos de educação profissional e tecnológica, o Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica) pode ser uma boa pedida.

Assim como no Prouni, é preciso ter cursado o Ensino Médio em escola pública ou privada com a utilização de bolsa. A diferença é que, no Sisutec, a nota do Enem serve como critério de seleção.

A desvantagem dessa opção de ingresso é que ela não é oferecida todos os semestres — a última vez foi em 2015. Por isso, vale a pena ficar de olho nessa alternativa, mas considerar as demais como prioridades.

Vestibulares

Por fim, nossa última dica de como superar o questionamento “não passei no SISU, e agora?” é apostando no vestibular agendado — principal forma de ingresso da maioria das faculdades particulares do país.

O exame varia de acordo com a instituição de ensino, mas, normalmente, é realizado em uma ou duas fases, compostas por questões de múltiplas escolhas ou dissertativas, mais uma redação. O resultado é divulgado próximo ao início das aulas e, na maioria das vezes, também é possível entrar na lista de espera.

Por que optar pela UCEFF?

Com tradição na área de Gestão e Negócios, a UCEFF é uma faculdade com ótimo reconhecimento no mercado, principalmente no que diz respeito às empresas da região de Santa Catarina. Além disso, ela tem conceito geral nota 4 no MEC, com os cursos EAD sendo avaliados com a nota máxima.

O vestibular da UCEFF é a principal forma de ingresso, sendo realizado semestralmente. O exame é composto por uma prova multidisciplinar e uma redação, para avaliar tanto os conhecimentos gerais e específicos do Ensino Médio, como a produção escrita do candidato.

Além do vestibular agendado, é possível conquistar uma vaga por meio da nota do Enem. Já para aqueles que têm diploma de Ensino Superior, a faculdade também oferece opções para facilitar o acesso a uma segunda graduação.

Como vimos, se você está se perguntando “não passei no SISU, e agora?”, saiba que ainda há outras alternativas para ingressar na faculdade. Portanto, não desanime: levante a cabeça, conheça a fundo cada uma dessas opções e veja qual delas melhor se encaixa no seu perfil e aos seus objetivos.

A UCEFF pode ajudar você a conquistar o sonho do diploma de Ensino Superior. Entre em contato conosco e veja como!

Facebook Comments
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This