O Exame Nacional do Ensino Médio é hoje uma das provas mais importantes do país. Porém, se engana quem pensa que a preparação para esse momento envolve apenas muito estudo. Há outras dicas do ENEM que fazem toda a diferença para um bom resultado final, até porque essa também é uma avaliação que envolve resistência.

Estudar Matemática, Física, História ou qualquer outra disciplina é fundamental, mas é preciso lidar com outras variáveis como o tempo de prova e a interpretação dos enunciados. Por isso, preparar-se com antecedência e planejamento é a melhor opção para quem quer tirar nota máxima — ou chegar perto disso.

E você, já se sente preparado para esse desafio? Veja quais são as nossas sugestões para se dar bem!

1. Leia o edital

O primeiro passo para entender bem a missão que você deve cumprir é ler o edital com calma e atenção. Caso a edição do seu ano ainda não tenha sido divulgada, vale pegar uma publicação anterior para conferir os detalhes — e, depois, não se esqueça de verificar se houve alguma mudança quando sair o novo material.

Esse é o momento de descobrir o que é cobrado em cada uma das provas, que normalmente são divididas em: 

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;

  • Matemática e suas Tecnologias;

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;

  • Redação.

Aproveite para ver também quais são as recomendações para o dia do exame, especialmente aquelas que podem anular a sua participação.

Por exemplo, você provavelmente vai encontrar a informação de que somente canetas esferográficas de tinta preta e fabricadas em material transparente são permitidas. Já pensou levar qualquer outra que você tenha em casa e colocar tudo a perder? Esses avisos estão todos descritos no edital que sai a cada ano.

2. Estabeleça uma rotina de estudos

Sabendo da árdua tarefa que vem pela frente, comece a se organizar para dar conta do recado. De fato, a organização vai ser uma característica imprescindível para o seu sucesso, pois estudar as matérias ao acaso pode deixá-lo perdido e desperdiçar o seu tempo.

Por isso, a melhor solução é montar uma rotina sincronizada com um bom cronograma de estudos. Divida o tempo que você tem disponível até a prova de acordo com os assuntos que precisam ser estudados. Adicione ainda um espaço para praticar a escrita, acompanhar as notícias, resolver listas de exercícios e outras atividades que você considere essenciais para o seu desempenho.

A dica nesse caso é ser o mais realista possível para criar um planejamento que realmente poderá ser colocado em prática. De nada adianta estabelecer metas que dificilmente serão cumpridas, não é mesmo? Lembre-se que você tem outras atividades cotidianas para fazer e, mesmo que esteja disposto, sua vida não é feita apenas de estudo.

3. Valorize o seu descanso

Talvez você ainda não saiba, mas durante o sono são produzidos hormônios responsáveis pela capacidade de memorização e aprendizado. Sendo assim, não tenha dúvidas de que essa é uma parte significativa para o seu sucesso.

A falta de descanso não permite que as energias sejam renovadas e que todo o conteúdo estudado durante o dia seja assimilado. Inclusive, dormir pouco e não atingir o sono profundo é perigoso para a saúde em geral com o passar do tempo.

Além de noites bem dormidas, as pausas ao longo do dia também são importantes para a concentração. Como o nosso cérebro não é capaz de ficar focado por muitas horas seguidas, é recomendável programar alguns intervalos para distrair a mente e depois voltar com mais atenção.

4. Faça simulados

O jeito mais fácil de evitar tantas surpresas no dia da prova é treinar muito antes. Isso quer dizer que ter uma certa experiência é capaz de deixá-lo mais confiante, menos nervoso e inseguro.

Essa é a principal razão de fazer simulados com frequência até que chegue o dia do ENEM. Para que a estratégia funcione, vale preparar uma simulação bem fiel ao momento do exame: fique sozinho em um cômodo, desligue o celular e ligue o cronômetro.

Pesquise na internet edições antigas para refazer e fique concentrado no seu objetivo como se estivesse dentro da sala de prova. Aproveite para perceber quais as suas maiores dificuldades e que método favorece o seu rendimento — por exemplo, começar pelos temas que você considera mais fáceis para depois passar para as questões mais complexas.

5. Encontre um grupo para estudar

Se falta motivação para cumprir um plano de estudos tão longo, uma boa ideia pode ser encontrar pessoas com o mesmo objetivo que você para montar um grupo. Assim, um ajuda o outro a vencer essa fase que acaba sendo bem cansativa.

Talvez vocês não consigam passar todo o tempo juntos, mas vale pensar em uma tática para aproveitar ao máximo os momentos compartilhados. Reúnam as dúvidas, discutam sobre temas relevantes e troquem dicas que facilitam o aprendizado.

6. Faça da redação um hábito

Já ouviu falar que a prática leva à perfeição? Então, não fique desesperado se você não tem o dom da escrita naturalmente, pois o seu esforço é capaz de aprimorar essa habilidade.

O segredo é fazer da redação um hábito na sua rotina. No começo, esse trabalho pode parecer desgastante, mas com o tempo a obrigação vai ficando cada vez mais tranquila. Busque uma lista de temas e se comprometa a escrever pelo menos uma vez por semana.

Depois, entregue o seu texto para alguém que possa ajudá-lo a identificar os erros. Com as sugestões de uma pessoa que entende desse ofício, as chances de você melhorar a cada produção são muito maiores! Caso não tenha ajuda, desenvolva a sua autocrítica e continue praticando — o que mais importa é não desistir.

7. Analise a sua produtividade

É preciso ficar esperto para não perceber tarde demais que você não está rendendo tanto quanto deveria. Lembra que no início você montou um planejamento? Será que ele está funcionando?

Fazer essa pergunta diariamente é um truque para turbinar a sua produtividade. Reveja os períodos em que o seu rendimento é melhor e também as suas técnicas de estudo. Sempre que necessário, faça adaptações para não perder o foco.

8. Fique ligado nas atualidades

Estar informado sobre o que acontece ao seu redor é um dever de todo candidato do ENEM. Como a prova mistura muitos temas, estar por dentro das atualidades com certeza é algo que você não pode desconsiderar.

Aliás, isso ajuda muito a construir os seus argumentos na redação. Imagine ter que escrever sobre um assunto que você desconhece? Explore todas as fontes de notícias possíveis e fique sempre ligado para não perder nada importante! 

9. Tome cuidado com a véspera

Por fim, tome muito cuidado para não morrer na praia. Isto é, reconheça o valor da sua dedicação e não coloque tudo em risco na véspera da prova. Descanse e evite exageros — ainda que seja para estudar. Tenha em mente que as últimas horas não vão mudar o seu destino e ficar esgotado não é uma boa ideia.

Deixe tudo preparado para a prova e acredite no seu potencial. Colocando em prática todas essas dicas do ENEM, você vai ficar mais próximo de alcançar um resultado incrível!

Gostou do post? Para continuar acompanhando outras novidades, não deixe de assinar a nossa newsletter para receber um conteúdo especial!

 

Facebook Comments