Enfrentar o caminho árduo do vestibular e ainda ter que lidar com todos os obstáculos causados pela procrastinação nos estudos não é uma tarefa fácil! Principalmente para quem já tem pressa de se graduar para passar a receber um salário maior — ou seja, não tem tempo nenhum a perder!

No post de hoje, além de mostrar qual é o conceito da procrastinação e quais são seus efeitos na vida do estudante, também daremos o passo a passo de como eliminar essa vontade de “deixar tudo para depois” com o objetivo de garantir melhores resultados. Boa leitura!

O que é procrastinação?

A procrastinação é o adiamento de tarefas ou ocasiões que não trazem o prazer ou a recompensa imediata. “Amanhã eu começo”, “depois eu resolvo”, “ainda tenho tempo, vou fazer depois” são exemplos de frases de um típico procrastinador. Elas soam familiar?

Vale destacar que todos estão sujeitos a cometer essa prática, seja um engenheiro bem-sucedido ou uma simples dona de casa — independentemente do motivo, em algum momento todos nós já inventamos “desculpas” para empurrar as responsabilidades para o dia seguinte, mesmo já tendo a devida consciência de como aquilo poderia nos afetar.

Como a procrastinação nos estudos afeta o estudante?

O hábito de adiar o estudo para uma prova, a revisão de algum conteúdo complexo ou o início de um trabalho que deve ser entregue em poucos dias é algo extremamente prejudicial para o estudante. Entre algumas das consequências dessa prática, podemos citar:

  • baixo rendimento;

  • problemas relacionados à saúde mental;

  • falta de produtividade;

  • sensação de incompetência;

  • acúmulo de conteúdo;

  • trabalhos de baixa qualidade;

  • entre outros.

Visto que o “deixar para depois” pode interferir tanto no aprendizado quanto na sua vida pessoal, fica fácil enxergar que esse mau hábito é muito mais do que um problema pontual para o aluno.

Para que o vestibulando consiga conquistar a nota esperada e, consequentemente, entrar em uma boa instituição de ensino, é preciso que ele supere todas as atitudes procrastinadoras a fim de se tornar um estudante mais dedicado e imediatista com suas atividades.

A seguir daremos o passo a passo de como superar a procrastinação nos estudos. Vamos lá?

Como superar esse mau hábito?

Selecione um ambiente adequado

Se você quer fugir das distrações e melhorar seu rendimento, escolha um ambiente adequado para estudar. Evite lugares barulhentos, desorganizados e que dariam brecha para uma soneca — por incrível que pareça, sua cama não é um local de estudo!

Caso tenha essa possibilidade, vá para alguma biblioteca pública da sua cidade ou para uma praça que você considera segura e silenciosa para ter o máximo de concentração. Mudar seu ambiente vai impactar demais a sua produtividade.

Faça um plano de estudos detalhado

Organização é a chave! Fazer a programação das matérias e conteúdos que vão ser estudados em cada dia da semana — e até no mês —, além de também escolher seus horários de início e término, é algo indispensável para fugir da procrastinação. Isso vai fazer com que você se oriente melhor na hora do aprendizado, evitando o desperdício de tempo pela falta de foco em um único assunto.

Defina prazos e metas

É imprescindível que você defina prazos e metas palpáveis para os seus estudos. Quer aprender toda a matemática do ensino médio em uma semana? Talvez não dê certo.

Portanto, trace metas, de curto, médio e longo prazo, que sejam alcançáveis, como acabar uma lista de exercícios em dois dias, entender o conteúdo de trigonometria em três meses e diminuir o tempo de resolução de provas de matemática até o vestibular, respectivamente.

Depois disso, basta estipular um prazo limite para o término de cada meta. A gestão do tempo para acabar de cumprir uma tarefa, além de colaborar com a organização, também evita a possibilidade de fazer “corpo mole” para iniciá-las.

Cumpra uma rotina de estudos

Você estuda todos os dias? Não?! Pois, então, deveria começar agora! O costume de aprender novos conteúdos e treinar exercícios diariamente potencializa a capacidade de compreensão de diversos assuntos, por ser um treinamento para o cérebro, e transforma a atividade em um hábito, tornando-a automática e menos entediante.

Divida o conteúdo em pequenas partes

Quando a matéria é muito extensa e complexa, a melhor atitude a se tomar é dividi-la em pequenas partes a fim de simplificar o aprendizado.

Não entendeu o conteúdo todo de uma vez? Tudo bem! Não é motivo para pânico ou para desistência, isso é algo extremamente normal. Basta separar o “grosso” da matéria e ir aprendendo aos poucos. Assim, você vai ter a oportunidade de compreender e absorver melhor o assunto de modo geral.

Faça pausas entre as sessões de estudo

Afinal, ninguém é de ferro para ficar horas e horas estudando a mesma coisa, não é mesmo? Em algum momento vamos perder a concentração e, por consequência, a capacidade de assimilar o que estamos lendo. Portanto, avalie o seu próprio ritmo e faça pequenas pausas quando o estudo já estiver exaustivo.

Uma ótima sugestão é utilizar a técnica pomodoro, a qual busca auxiliar a concentração e a gestão de tempo, a partir de ciclos de 25 minutos de imersão na atividade e 5 minutos de descanso. Este método já é usado há décadas por diversos profissionais e estudantes que desejam aumentar a produtividade e o rendimento de tempo.

Adote a estratégia da recompensa

A falta de motivação é um dos maiores motivos para a procrastinação do estudante que, por já saber que a aprovação ainda está distante, acaba ficando desanimado em várias tarefas consideradas “chatas” durante o percurso.

Para evitar isso, é sempre válido elaborar recompensas a cada compromisso finalizado — cumprimento da rotina, alcance das metas diárias, entre outros. Isso vai tornar a sua jornada para a faculdade muito mais fácil e prazerosa!

Lembre-se do seu motivo de estudo

Por fim, nunca se esqueça do seu motivo de estudar. O que você vai ganhar passando no vestibular? Qual é o seu principal objetivo com tanto estudo? Concentre-se nisso sempre que você pensar em desistir ou “deixar para depois” uma tarefa já programada. Tenha sempre em mente o prêmio final e use isso como motivação para continuar dando o seu máximo!

Gostou do nosso passo a passo de como combater a procrastinação nos estudos? Então, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais e ajudar seus colegas que precisam de uma mãozinha também!

 

Facebook Comments