Com a proximidade do vestibular, é comum muitos estudantes ficarem tensos e focarem nos livros e cadernos para assimilar o máximo possível de conteúdo. Porém, o que vários esquecem (ou até não sabem) é que dá para expandir o conhecimento sobre diferentes acontecimentos históricos por meio das produções cinematográficas. Afinal, não faltam excelentes filmes para estudar história!

Alguns, por exemplo, recriam cenários marcantes e contextos sociais que perduraram por anos; outros são baseados em fatos reais e adaptam acontecimentos importantes no país e no mundo. Listamos cinco produções para você estudar — e aprender — enquanto se entretém. Quer saber quais são? Confira!

1. Lincoln

Para começar nossas sugestões de filmes para estudar história, nada melhor do que uma obra que aborda uma das personalidades mais lembradas globalmente: Abraham Lincoln. No longa, são mostrados os terríveis anos de 1861 a 1865, que marcaram os Estados Unidos devido à guerra civil.

Motivados por diferenças, como receita estadual, modelo de produção e sistema escravocrata, os estados do sul passaram a enfrentar os do norte — e milhares de vítimas foram feitas durante os conflitos.

Durante o desenrolar desse capítulo da história norte-americana, Lincoln — presidente à época — precisou lidar com pressões políticas de ambos os lados, especialmente ao insistir na mudança da constituição vigente para abolir a escravidão — algo que a Carolina do Sul, Flórida, Alabama e outros estados confederados não queriam sob hipótese alguma.

Junto a tudo isso, o filme ainda explora a questão da segregação racial, a autoindependência que alguns governadores declararam sob o governo do presidente e, por fim, o assassinato de Lincoln.

2. Getúlio

Outra dica de filme fica por conta de Getúlio, uma produção nacional que se aprofunda sobre um dos nossos presidentes: Getúlio Vargas, que esteve no cargo por 15 anos. Na obra, vemos os momentos finais da vida desse político, marcado por escândalos e por uma enorme instabilidade política que levou ao golpe militar em 1945.

O longa é excelente, não só pela interpretação de Tony Ramos — que foi bastante elogiado pela crítica —, mas principalmente por trazer um período marcante da história do país, e que é fonte de diversas perguntas no Enem. Isto é, o populismo do governo, a alcunha de “pai dos pobres”, o debate (e reconhecimento) dos direitos trabalhistas, a dissolução do poder legislativo durante o segundo mandato de Getúlio, a simulação de um golpe comunista (Plano Cohen), além, é claro, do suicídio cometido pelo ex-presidente.

3. A Queda – As Últimas Horas de Hitler

Outro filme para estudar história que não poderia faltar nesta lista é A Queda – As Últimas Horas de Hitler. Afinal, o nazismo é um tema frequente em questões de vestibulares, não apenas por ser algo recente — e que impactou todo o mundo —, mas porque é um contexto político e sociocultural extremamente denso que causa repercussão até hoje.

Nesse longa, acompanhamos não o auge ou a caminhada de Adolf Hitler ao poder na Alemanha. Pelo contrário, vemos os momentos finais da Segunda Guerra Mundial que são contados por uma jovem que trabalhou como secretária do ditador.

À medida que o enredo avança, vemos como as tropas nazistas foram derrotadas pelos países Aliados (EUA, Inglaterra e França) na frente ocidental — e a dimensão do papel da extinta União Soviética na invasão pelo lado oriental do país. Em meio ao caos que se instaura, Hitler perde o controle e tenta, junto a outros militares que o seguiam, impedir os avanços inimigos.

Em paralelo a isso, a produção traz alguns indícios — e os relatos da secretária, Traudl Jungle — da provável doença que Hitler tinha: doença de Parkinson. Algo que diversos historiadores apontam como um fato real.

4. Operação Valquíria

Como dissemos há pouco, o período marcado pelo nazismo é envolto por diversas camadas densas de questões sociais e econômicas e por alguns períodos marcantes da história — que vão desde o Tratado de Versalhes até a Segunda Guerra Mundial. Nesse último evento, por exemplo, houve diversos levantes e planos elaborados para eliminar Hitler.

É justamente contando um dos mais famosos — a Operação Valquíria, planejada pela alta patente do exército — que o filme, de nome homônimo, ambienta o próprio enredo. Nele, somos apresentados ao coronel Claus von Stauffenberg que, junto a dois generais, arquiteta a morte do líder alemão.

O que os levou à rebelião foi a iminente derrota no conflito, dado o avanço das potências inimigas e a possibilidade de estourar uma guerra civil no país, em meio ao caos que se instalava. Para tanto, a estratégia se resumia em usar a SS nazista como bode expiatório para que houvesse um golpe militar bem-sucedido.

Repleto de suspense, é quase impossível desgrudar os olhos da tela e segurar a ansiedade pelo desenrolar dos acontecimentos e pelo fim que levou cada integrante desse audacioso plano.

5. Adeus, Lênin!

Para finalizar nossa lista de filmes para estudar história, há o surpreendente Adeus, Lênin!, um drama/comédia que, basicamente, é um complemento aos últimos dois longas citados — inclusive, vale até planejar uma maratona. Que tal?

O motivo é que a história retrata o período logo após a recente guerra, em que a Alemanha foi dividida pelas nações vencedoras do conflito, o que acarretou a separação de Berlim em duas partes: a ocidental e oriental.

É justamente nessa última parte, controlada pelo regime comunista, que vive Alexander e sua mãe. Em meio a impasses ideológicos dos dois, que divergem sobre a vida que levam, ele se vê diante de um grande problema. 

Por causa do choque de ver seu filho manifestando-se contra o regime, a matriarca entra em coma por um longo período — tempo suficiente para a queda do Muro de Berlim e para uma mudança radical da sociedade. Para evitar o choque novamente, Alex tenta preservar o apartamento como se eles vivessem ainda sob o regime comunista.

Gostou das nossas dicas de filmes para estudar história? Então, aproveite o próximo final de semana e assista a todos eles — sempre acompanhado de muita pipoca, é claro! E se você tem outras sugestões de longas para compartilhar com a gente, já sabe: deixe um comentário no post!

Facebook Comments