Sabia que um dos maiores desafios enfrentados pelos jovens é justamente o aproveitamento do tempo dedicado aos estudos? Muitos até entendem bem a matéria na qual devem se aprofundar, mas não conseguem sentar e se dedicar a ler a respeito dela, pesquisar conteúdos complementares e praticar exercícios. Como resultado, acabam perdendo a oportunidade de ficar devidamente preparados para as provas que vão realizar. Porém, isso pode mudar se você adotar uma estratégia simples, mas bastante eficaz: investir em música para foco.

Como você verá neste post, ela pode ser uma grande aliada quando o assunto é aumentar a concentração, melhorar a produtividade e ampliar a retenção de informação. Ficou curioso? Pois acompanhe até o fim para saber mais a respeito do assunto!

Dificuldade em focar para estudar

A dificuldade em focar para estudar está ligada principalmente a dois fatores: a ansiedade e o estresse. Eles aparecem por conta de diversas causas, como o medo de um mau desempenho nos exames, o receio de não ser aprovado no vestibular, o surgimento de problemas de saúde, algum desentendimento familiar ou o julgamento de terceiros (colegas e amigos, por exemplo).

Com isso, o seu estado emocional fica abalado e você se torna não só ansioso e estressado, mas também nervoso e irritado ao extremo. Tudo isso prejudica o seu bem-estar e, principalmente, a capacidade da sua mente de trabalhar 100%.

Por mais que você tente ler e manter a atenção nos livros, cadernos e anotações, não consegue memorizar nada. O raciocínio fica lento e desconexo e, para completar, ainda se distrai com a maior facilidade do mundo.

Música para foco

Uma pesquisa da Escola de Medicina da Stanford University e um estudo do Departamento de Psicologia Aplicada da Cardiff Metropolitan University chegaram à mesma conclusão: vale muito a pena usar música para foco durante os estudos. A razão disso está no fato de que ouvir melodias agradáveis reduz consideravelmente a produção do cortisol e da noradrenalina — hormônios responsáveis pelo estresse e a ansiedade, respectivamente.

Em contrapartida, a música estimula a liberação de serotonina, endorfina e dopamina no organismo — que são os hormônios relacionados ao bem-estar, ao equilíbrio emocional e ao bom humor. Além disso, também aumenta a atividade cerebral, especialmente no que diz respeito às funções cognitivas, à memória e o nível de concentração. Resumindo: é capaz de aprimorar a sua performance e garantir que o seu aprendizado seja muito mais produtivo e satisfatório.

Que tipo de música ouvir

“Certo, já sei que música para foco nos estudos é uma ótima estratégia. Porém, qual tipo de canção eu devo ouvir quando estiver lendo e resolvendo exercícios?”, você deve estar se perguntando. Bem, a ideia levantada pelos estudos é que sejam melodias lentas, com ritmo uniforme e com ausência parcial ou total de letras, como é o caso das instrumentais.

Em plataformas de streaming de música, como Spotify, Tidal, Apple Music e Deezer é possível encontrar inúmeras melodias nesse formato. Além disso, caso esteja sem tempo para montar a sua playlist, você pode simplesmente pesquisar listas feitas por outros usuários ou disponibilizadas pelos próprios serviços. Bem prático e rápido, não é?

Outro detalhe importante que você não deve deixar de lado é o volume da música. Isso porque, numa escala de 0 a 100, ele deve ficar, no máximo, por volta de 50. Ou seja, como se fosse um sutil som ambiente. Acima disso, ele pode se tornar incômodo e virar uma distração que dificulta a sua capacidade de se concentrar.

Mais dicas para foco e concentração

Até aqui, você viu como a música pode ser uma grande aliada para melhorar a sua atenção e o seu aprendizado, especialmente em época de provas. Porém, essa não é a única tática da qual os estudantes podem se aproveitar para melhorar a produtividade, viu? Abaixo, você vai conferir outras dicas úteis para ajudá-lo a ter mais foco. Tome nota de quais são elas!

Adote checklists diárias

Faça checklists diárias de estudo com matérias que você deve estudar, quantidade de exercícios que deve fazer, resumos que precisa completar e atividades que deve entregar. Isso ajuda você a se organizar, a trabalhar melhor o seu tempo e a não desviar a atenção por conta de distrações.

Não coma durante os estudos

Evite comer enquanto estuda, especialmente se a quantidade de alimento é grande. Afinal, isso fará com que você faça pausas forçadas e contínuas para terminar a refeição. Para completar, se a comida for pesada, você pode terminar com dor de barriga, distensão abdominal, azia ou desconforto gástrico, o que só vai deixá-lo incapacitado de prosseguir com suas tarefas.

Tenha um ambiente adequado para estudar

Crie um ambiente de estudo que seja organizado, confortável e limpo. Do contrário, a bagunça vai se tornar um problema, levando-o a procrastinar suas atividades, estimulando a preguiça e até mesmo aumentando o nível de apatia e irritação.

Identifique o melhor horário para leituras

Opte por ler conteúdos mais complexos e que exigem maior reflexão crítica em períodos do dia em que você está mais disposto. Assim, você consegue reter melhor as informações, assimilar as ideias presentes nos textos e formular conceitos e teorias a partir disso.

Deixe as redes sociais de lado

Fuja da tentação de checar as novidades nas redes sociais para não se deixar levar por postagens de amigos, publicações de famosos ou notícias das páginas que segue. Para isso, uma boa ideia é desativar as notificações tanto na tela do smartphone quanto na tela do notebook.

Como mostrado, investir em música para foco nos estudos é um ótimo método para reduzir o estresse e a ansiedade que tanto atrapalham o seu aprendizado. De quebra, ainda contribui para ajudá-lo a reter mais informações e procrastinar bem menos. Por isso, não deixe de adotá-lo e também seguir as outras dicas que elencamos para aumentar a sua concentração. Você só tem a ganhar com todas elas!

E já que o tema do post foi justamente sobre o que você deve ouvir, aproveite para conferir uma lista com podcasts para ampliar o seu conhecimento e ficar por dentro do que acontece no mundo!

 

Facebook Comments