Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

O momento de escolher uma profissão ideal é sempre difícil. Se você tem sonhado com a possibilidade de estudar para se tornar dentista, é fundamental que conheça detalhadamente as áreas da Odontologia em que poderá atuar.

Nem todos os profissionais, afinal, estão em consultórios tradicionais, na prática clínica. Devido à própria concorrência hoje existente nesse mercado, as especializações, após a graduação, tornam o dentista mais competitivo diante de seus colegas de profissão.

É possível atuar com crianças, saúde do trabalho, estética, implantes e muito mais. A seguir, apresentamos detalhadamente oito oportunidades de atuação para auxiliar na sua escolha, com seus respectivos benefícios profissionais. Confira!

1. Implantodontia

O cirurgião-dentista que escolhe a área tem um trabalho complexo a fazer, de modo que se responsabiliza pelas reabilitações de quaisquer portes com implantes, a depender do nível de comprometimento das estruturas dentárias do paciente.

Após avaliação, aplica materiais que suportem próteses unitárias, removíveis e totais na maxila e na mandíbula.

Segundo dados do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), no Brasil, o número de implantes odontológicos realizados ao ano no Brasil se aproxima de um milhão. Demanda não falta, certo?

2. Saúde Coletiva e da Família

Nessa área, cabe ao profissional identificar problemas relativos à saúde bucal de uma comunidade. Assim, ele elabora e executa projetos voltados a zelar pela saúde odontológica de todos.

O dentista que escolhe a Saúde Coletiva e da Família pode trabalhar em ações de educação voltadas à saúde pública, ao controle de doenças e à vigilância sanitária. Seu foco, sempre, é na prevenção.

3. Odontologia Legal

A Odontologia Legal é uma das áreas da Odontologia em expansão, voltada à análise e à perícia. Nela, o profissional, conhecido como odontolegista, faz identificação de corpos e elabora relatórios, atestados, laudos e pareceres.

Ele também executa perícia em vivos, mortos, íntegros ou em fragmentos. Pode trabalhar com perícia trabalhista, civil, criminal e voltada ao setor administrativo.

Atendendo aos interesses da justiça, encarrega-se de elaborar laudos técnicos, atestados odontológicos e realizar o reconhecimento de corpos por meio da análise da arcada dentária.

Hoje, é comum que haja odontolegistas em convênios odontológicos, autônomos e, principalmente, em Instituto Médico Legal (IML).

4. Odontologia Estética

Também conhecida como restauradora, essa é uma das áreas da Odontologia que mais crescem. Nela, os profissionais realizam procedimentos para promover a vaidade e o bem-estar dos pacientes.

Entre eles, é possível citar clareamento dentário, peeling da gengiva, utilização de facetas de porcelana e resinas, bem como restaurações. Todos voltados a conquistas estéticas e de simetria.

No clareamento, é comum que se utilize tanto gel clareador e moldeiras, fora do consultório, quanto tecnologia laser, realizada na hora pelo dentista. Outro procedimento em expansão é a gengivoplastia, em que é feita adaptação do tamanho da gengiva para que o sorriso fique mais harmônico.

50% de desconto na matrícula utilizando a nota do ENEMPowered by Rock Convert

5. Endodontia

A endodontia é reconhecida como uma das áreas que mais tem evoluído nos últimos anos. Nela, o profissional trata traumatismos dentários em cirurgias e procedimentos cada vez menos dolorosos ao paciente, em decorrência da tecnologia empregada na área.

O foco é no tratamento de canal e de quaisquer males ligados à raiz e à polpa dentárias. É função do dentista avaliar a gravidade de lesões detectadas, bem como perceber males relacionados ao nervo, fraturas, traumas e cáries não tratadas que evoluíram demais.

6. Odontopediatria

Bons hábitos começam na infância, certo? Para o odontopediatra, essa máxima é coisa séria! Não à toa, o profissional colabora a favor da fala e da mastigação desde o início da vida, ajudando a preservar os dentes de leite de seus pacientes.

Cabe a ele dar as primeiras orientações referentes aos cuidados com a saúde bucal a bebês, crianças e adolescentes. Assim, lida diretamente com o emocional dos pequenos, que tendem a ficar nervosos sob essas circunstâncias.

Você provavelmente já ouviu alguém falar que tem trauma de dentista desde a infância, não? Mas esse não precisa ser um pré-requisito da profissão! Com a postura e os cuidados necessários voltados a manter a calma do público infantil, dá para conquistar grandes sorrisos!

Ao odontopediatra, assim, é imprescindível investir no consultório a fim de que se torne um local mais agradável para receber crianças. Ademais, é lá que dá as recomendações de creme dental e escova de dente adequados para cada idade, acompanhadas pelos familiares.

Em um trabalho voltado à prevenção, identifica quaisquer fatores de risco no início e trata lesões nos tecidos moles.

7. Traumatologia

O dentista que atua em Traumatologia tende a se envolver em cirurgias de alta complexidade, visto que diagnostica lesões, anomalias e quaisquer traumatismos presentes na boca. Também pode ser chamada de Traumatologia Bucomaxilofacial.

Desse modo, analisa maxilar, gengiva e mandíbula de seus pacientes com a finalidade de recuperar seus dentes e, se necessário, fazer enxertos.

Além das atribuições citadas, também realiza biópsias, faz cirurgias com fins protéticos, vasculha e identifica tumores e males decorrentes de doenças virais, tais quais sífilis e AIDS, ainda que sua forma de transmissão seja, em muitos casos, sexual.

8. Odontologia do Trabalho

Semelhante à Medicina do Trabalho, a Odontologia do Trabalho é uma área em que se procura a adequação do ambiente laboral à preservação da integridade e da saúde bucal de cada um dos trabalhadores.

Nessa especialidade, há assessoria técnica e ergonômica, bem como ações de conscientização e educação de colaboradores referentes aos cuidados importantes a se ter para preservação de todas as partes do rosto estudadas e zeladas pela profissão.

Afinal, uma empresa, independentemente de seu porte, em que todos cuidem bem de sua saúde, não somente em termos médicos, como também odontológicos, tem uma equipe mais produtiva e apta a lidar com os desafios do dia a dia.

Após conhecer mais sobre o tema, deu para notar que há uma variedade de áreas da Odontologia a escolher após concluir o curso, certo? Se você realmente sonha com a possibilidade de se tornar dentista, não deixe de se aprofundar nos estudos de cada uma delas para decidir com qual se identifica e trilhar um caminho de sucesso na carreira!

Gostou deste post e quer saber mais sobre o assunto? Então, baixe já nosso kit de conteúdos com tudo sobre Odontologia e impulsione seu conhecimento!

 

Facebook Comments
50% de desconto na matrícula usando nota do ENEMPowered by Rock Convert