A escolha de um curso e de uma universidade com que você sempre sonhou são passos importantes ao considerar sucesso de seu futuro profissional e, claro, sua satisfação pessoal. Para muita gente, hoje, estudar em outra cidade, nesse sentido, entra como parte da trajetória.

Sabe aquele amigo que estava prestando vestibular e passou em outro estado, no curso tão desejado? Uma vaga muito concorrida em Engenharia? Ou talvez o colega que resolveu sair da capital em direção ao interior para começar o curso de Agronomia? As situações podem soar familiares e, se você estiver vivendo um dilema parecido, não precisa se desesperar!

Pensando nisso e no que é fundamental levar em consideração antes de tomar a decisão definitiva de estudar em outra cidade, reunimos 7 dicas para dar uma força à sua decisão final. Continue a leitura a seguir e entenda em detalhes cada uma delas!

1. Procure informações básicas sobre a cidade

Hoje, com a internet e todas as tecnologias e informações aliados a ela, é fácil encontrar informações sobre quaisquer locais. Assim, se estiver considerando uma mudança para seu início universitário, procure saber o tamanho da cidade e suas principais características.

Leve em consideração a infraestrutura existente nela, em se tratando de comércio e serviços, o clima, a segurança, as opções de lazer e as diferenças mais evidentes em relação ao local em que você mora atualmente. Esse comparativo pode ser muito relevante na decisão final.

2. Informe-se sobre o curso e a universidade

Às vezes, em uma cidade que pareça incrível, o curso que você escolheu pode não ser tão bom quanto gostaria. Ou ele pode ser ainda melhor em um campus mais distante. Assim, busque conhecer a grade curricular, o corpo docente, o tamanho da instituição de ensino e, claro, a opinião dos alunos que vivenciam essa realidade.

3. Procure grupos de universitários que moram no local

Estudar em outra cidade é uma escolha que faz parte da vida de muitos jovens — e é fácil ter acesso a eles por meio das redes sociais. Uma dica que costuma funcionar é pesquisar grupos relacionados ao tema no Facebook.

No Brasil, há muitas cidades repletas de universitários, devido ao tamanho das faculdades e da oferta de cursos que concentram. Dessa forma, é comum que jovens de outros municípios ou regiões migrem e comecem a viver próximos ao seu local de estudos.

Nesses grupos, dá para você conversar com pessoas que já vivem a experiência e, depois, se realmente tiver tomado uma decisão, encontrar e anunciar vagas para dividir moradia, comprar móveis e utensílios domésticos. Uma verdadeira rede de apoio, não?

4. Encontre uma moradia próxima ao campus ou de fácil acesso

Se você vai mudar de cidade pensando em sua vida universitária, nada mais adequado do que otimizar a rotina e morar pertinho do local de estudos, certo? Assim, fica muito mais fácil se deslocar para as aulas diárias, para ir à biblioteca ou para se reunir com seus colegas para planejar um novo trabalho em grupo, por exemplo.

Em alguns casos, todavia, há cidades em que as instituições de ensino ficam muito afastadas, sendo melhor morar mais próximo ao centro. Para essas opções, vale entender melhor o sistema de transporte e definir trajetos em que consiga economizar tempo e se deslocar com segurança.

Para decidir onde morar, considere toda a estrutura que há nas redondezas, como mercados, farmácias, pontos de ônibus, restaurantes, hospitais, academias, centros de lazer e tudo mais que fizer sentido em seu dia a dia.

5. Organize sua vida financeira

Se você quer estudar em outra cidade, é bom começar a organizar suas finanças desde já! Alguns universitários podem contar com o apoio de suas famílias para as despesas. Outros precisam desde o início ter um trabalho para conseguirem arcar com todos os custos ou com parte deles.

Independentemente da sua situação, a organização pessoal e das contas faz com que o sonho saia da imaginação. Defina bem o quanto você precisa para pagar aluguel, água, luz, alimentação, transporte, cursos e lazer e se lembre também de sempre guardar um valor extra para sua reserva de emergência e, claro, para poupar pensando no futuro.

Caso ainda não tenha um estágio ou trabalho formal, não se desespere! Hoje, há muitas opções de ganhar uma renda extra e empreender na internet durante o período na universidade, sem ficar no vermelho.

6. Informe-se sobre o mercado de trabalho

Você pretende ir para outra cidade somente para fazer o curso ou acha que vale a pena se mudar definitivamente para lá? Antes de tomar uma decisão, informar-se sobre o mercado de trabalho é uma excelente iniciativa.

Não à toa, ela ajuda a desenhar planos. Se valer a pena permanecer no local, por exemplo, desde o estágio você já deve começar a criar uma rede de contatos profissionais e networking que podem auxiliar a abrir portas para uma carreira notável.

7. Visite a cidade e a faculdade

Pode ficar um pouco difícil ir até o local em que você deseja estudar, caso ele seja muito distante e em razão do valor da viagem e do tempo investido. De qualquer forma, a experiência física ainda é uma das melhores formas de se comprovar, com uma primeira impressão, se estudar em outra cidade é o caminho certo para o seu caso.

Se puder, converse com sua família ou com amigos e se planeje com antecedência. Faça um tour pelo local, marque uma visita ao campus, caminhe e projete seu futuro ali nos próximos anos. Se fizer sentido, então está na hora de começar a se planejar, certo?

Ao fim, ainda que a decisão possa intimidar muitos universitários, estudar em outra cidade pode ser uma experiência incrível e transformadora para sua vida. Quando todo o planejamento é feito e o curso e a instituição de ensino são escolhidos da melhor forma, os anos na graduação podem se tornar inesquecíveis!

Gostou de nosso artigo e quer ler mais conteúdos como esse? Então, assine já a newsletter da UCEFF e receba nossas novidades diretamente em sua caixa de entrada!

 

Facebook Comments