Quem está se preparando para cursar uma faculdade e entrar no mercado de trabalho no Sul do Brasil precisa acompanhar as tendências. A realidade trabalhista é muito dinâmica e passa por constantes mudanças e reinvenções — principalmente em uma sociedade globalizada e tecnológica como a nossa.

As habilidades de flexibilidade e inteligência de mercado estão sendo cada vez mais exigidas dos profissionais. Afinal, não é aconselhável entrar em uma realidade sem conhecê-la e sem estar preparado para se adaptar às mudanças.

Quer aproveitar todas as vantagens de exercer sua profissão no Sul? Então leia nosso post e conheça as tendências que vão impactar o mercado de trabalho nos próximos anos!

1. Menor índice de desemprego do Brasil

A região apresenta nível de desemprego mais baixo do país. Nada mal, não é? Essa tendência oferece mais segurança e conforto para os profissionais que estão se graduando nos Estados do Sul. Enquanto o restante do Brasil enfrenta recessão, muitas áreas nessa região aumentaram os índices de emprego — principalmente na indústria, na construção civil e no setor de serviços.

Em alguns setores que enfrentaram dificuldades e fecharam vagas, como no agronegócio e comércio, o cenário já é de melhora. A tendência para o futuro próximo é a retomada do crescimento e a criação e consolidação de novas vagas de trabalho formal.

Assim, quem está iniciando o curso de graduação agora pode nutrir expectativas positivas para a formatura. Cursar o Ensino Superior e se especializar para atuação no mercado ainda tem um impacto positivo na empregabilidade.

2. Alta demanda por profissionais da área de tecnologia

Essa é uma realidade que já está sendo vivenciada nos últimos anos — não só no mercado de trabalho no Sul do Brasil, mas em todo o país. As áreas ligadas ao conhecimento tecnológico mantêm um comportamento estável, mesmo em períodos de crise econômica. No Sul, as multinacionais e startups seguem buscando profissionais com competência na área.

Além da quantidade de vagas, as condições de trabalho na área de tecnologia são vantajosas — com salários maiores do que a média e benefícios diferenciados. Para aproveitar tudo isso, entretanto, o mercado exige qualificação. Como esse é um campo ainda em crescimento no Brasil, há escassez de profissionais capacitados em funções mais específicas, como programação.

A demanda ligada à tecnologia impacta todo o mercado de trabalho. A tendência é que cada vez mais as empresas invistam nessa área e automatizem seus processos. Com isso, o profissional de TI passa a ser absorvido em diferentes campos. Além do emprego formal, a demanda por serviços autônomos, como freelancers, também está crescendo bastante.

3. Crescimento da necessidade de profissionais de agronomia

Outra realidade no mercado de trabalho no Sul do Brasil para os próximos anos é a procura por agrônomos. A Agronomia está entre as profissões do futuro — principalmente na região Sul, onde o agronegócio representa uma importante parcela da economia. Portanto, esse é um curso muito vantajoso para quem está decidindo qual carreira seguir. 

A produção rural é uma das atividades mais tradicionais no Brasil, que ainda é um país reconhecido pela exportação de produtos agropecuários de qualidade — e os Estados do Sul contribuem significativamente para o setor. Assim, é um campo de trabalho interessante para quem almeja a profissão.

Uma importante tendência nessa área é o surgimento de novas ferramentas e soluções. O agrônomo em formação precisa se adequar ao novo mercado de trabalho no campo, marcado pelo desenvolvimento tecnológico. Equipamentos e processos informatizados fortalecem e expandem cada vez mais a produção rural.

Além do crescimento das vagas de emprego, quem pensa em estudar Agronomia também pode esperar salários e condições de trabalho atrativos. Entre os principais campos de atuação estão a administração de propriedades rurais, o melhoramento genético, os cargos públicos na área de fiscalização e a consultoria autônoma para pequenos e médios negócios.

4. Economia ecológica

A sustentabilidade é um conceito que tem se fortalecido nas discussões sociais e está entrando com força no mercado de trabalho. Assim, é uma tendência que precisa ser considerada pelos profissionais que se preparam para as demandas do futuro. A expectativa é que as empresas passem a trabalhar cada vez mais dentro de uma lógica sustentável.

Considerando a economia ecológica, profissões ligadas à biologia, agronomia e meio ambiente estarão em alta nos próximos anos. Mas as oportunidades não se limitam a pessoas formadas nessas áreas. A tendência é que todos os campos de trabalho valorizem mais os profissionais que conhecem e aplicam o conceito da sustentabilidade.

Dessa forma, especializações que capacitam o profissional a atuar em maior equilíbrio com o meio ambiente são bem-vindas. Áreas como Engenharia de Produção, Arquitetura, Marketing e Direito são alguns exemplos de campos em que esse conhecimento se aplica como um importante diferencial.

5. Flexibilidade nas relações de trabalho

Essa é uma tendência que o mercado brasileiro já está vivendo e que vai se fortalecer a partir das mudanças no cenário global e das alterações nas nossas leis trabalhistas. Por isso, a flexibilidade é uma das habilidades mais valorizadas pelas empresas.

Um profissional flexível acompanha as demandas do mercado, se adapta às novidades da empresa e tem visão analítica para solucionar problemas com agilidade. Nos próximos anos, essas serão competências centrais para quem pretende entrar e se manter no mercado de trabalho no Sul do Brasil.

Essa é a realidade colocada em prática, por exemplo, por quem planeja uma carreira em W. Muitas empresas estão seguindo a tendência de funcionar de modo mais horizontal, a partir de equipes de projetos — e não mais de uma hierarquia rígida. Com isso, as companhias buscam profissionais multidisciplinares, que desenvolvem a visão sistêmica do negócio.

6. Estímulo ao empreendedorismo

Além de valorizar profissionais flexíveis, a expectativa é que o próprio mercado se torne cada vez mais flexível. Relações mais fluidas — e conceitos como o home office — estão entre as tendências que promovem mais qualidade de vida e maior produtividade no trabalho.

O trabalho autônomo e o empreendedorismo também são bastante estimulados no Brasil e, principalmente, na região Sul — que tem algumas cidades na lista dos melhores locais para empreender. Nos próximos anos, o profissional pode aproveitar muitos benefícios gerindo o seu próprio negócio.

Essas são as seis principais tendências para o mercado de trabalho no Sul do Brasil nos próximos anos. Conhecer essas particularidades e se preparar para elas é a melhor forma de se tornar um profissional completo. Assim, você começa a construir o seu sucesso hoje mesmo.

Quer acompanhar mais conteúdos como este com dicas de carreira e mercado de trabalho? Assine nossa newsletter e receba as novidades do blog!

Facebook Comments