Escolher um curso de graduação traz diversas dúvidas e preocupações com o futuro. Uma delas é entender quais serão as alternativas de trabalho no mundo real, depois da formatura. Alguns cursos oferecem uma ampla variedade de oportunidades, enquanto outros têm um campo mais restrito. Entender qual é a posição de cada curso pode ajudá-lo a escolher a graduação certa para você.

Neste post, vamos focar nas 5 possibilidades de atuação para o estudante que busca uma carreira em Engenharia Mecânica. Então, se você pensa em fazer esse curso, confira quais serão as suas principais alternativas de trabalho!

1. Na indústria

A indústria ainda é o principal campo de atuação do engenheiro mecânico. Ele deve desenvolver e construir componentes mecânicos para máquinas e aparelhos dos mais diversos tipos, desde guindastes até automóveis, desde bombas de extração de petróleo até smartphones. A boa notícia é que, basicamente, qualquer segmento da indústria precisa de um engenheiro mecânico em alguma etapa de sua linha de produção.

E, se você está preocupado com o fim dos empregos causado pela automatização, fique tranquilo. É verdade que muitas carreiras de baixa especialização acabam, sim, sendo substituídas pelas máquinas; porém, os engenheiros (principalmente aqueles que investem em qualificação) continuam sendo necessários, pois são eles que projetam essas máquinas.

Atuando na indústria, um engenheiro mecânico experiente (nível sênior) pode ganhar mais de R$8 mil, segundo dados do Mapa VAGAS de Carreiras. Além disso, você pode começar a trabalhar antes de se formar, participando de um programa de estágio ou de trainees.

2. Como gestor

Embora seja normalmente associado a cargos técnicos, o engenheiro mecânico pode se dedicar a uma carreira de gestão. Essa possibilidade ficou ainda mais real com o surgimento da carreira em W, que inclui a gestão de projetos entre os caminhos profissionais disponíveis.

Sendo um gestor de projetos, você não vai se ocupar tanto da criação e implementação de novas tecnologias, mas vai coordenar as equipes que realizam esse trabalho. Dessa forma, mais do que se preocupar com aspectos técnicos, o engenheiro deve promover a comunicação entre os membros do seu time, controlar os prazos, avaliar os resultados.

Essa é a opção de carreira em Engenharia Mecânica ideal para quem lida bem com responsabilidade, não perde o foco sob pressão e, ainda por cima, tem excelentes habilidades de relacionamento.

Ah, e se você gosta de desafios e quer uma vida profissional dinâmica, ser gestor de projetos é a escolha certa; cada projeto tem um tempo definido para começar e acabar. Depois que chega ao fim, você parte para uma proposta totalmente nova.

Um gestor de projetos, assim como o engenheiro mecânico sênior, pode ganhar mais de R$8 mil. Porém, para chegar ao topo da carreira, precisará de mais do que apenas o tempo de experiência. Enquanto a graduação em Engenharia Mecânica traz os conhecimentos essenciais para gerenciar projetos, você só poderá seguir essa carreira se investir em cursos de pós-graduação e certificados específicos.

3. No setor público

Se você não está interessado em seguir carreira em Engenharia Mecânica dentro da iniciativa privada, pode optar por um trabalho no setor público — isto é, como funcionário do Estado.

Vários concursos públicos trazem vagas para engenheiros. Você pode conquistar um emprego em um órgão público ligado a planejamento, extração de recursos naturais, saneamento básico, defesa civil, e assim por diante. Nesses setores, talvez você não trabalhe especificamente na sua área de formação, mas os conhecimentos básicos adquiridos no curso serão essenciais.

O salário para quem escolhe atuar no setor público pode variar muito, mas o que realmente atrai profissionais é a estabilidade que ele oferece. Depois de aprovado e convocado, você terá um emprego para a vida toda.

4. Como empreendedor

As grandes empresas ainda chamam a atenção de muitos profissionais; quem nunca sonhou com a oportunidade de trabalhar em organizações como a Bosch, a Honda, a Unilever? Por outro lado, existe uma tendência cada vez mais forte ao empreendedorismo, isto é, à iniciativa de criar seu próprio negócio.

O desafio é grande, mas quem tem uma formação em engenharia ganha vantagem na linha de partida. É que essa é uma área na qual você pode facilmente criar uma empresa de consultoria, prestando serviços para outras empresas. O mercado é amplo e você não precisa de uma estrutura muito cara para começar.

Quanto você vai ganhar com o seu empreendimento? Bom, vários fatores afetam a resposta. Um dos principais é a sua habilidade para networking, já que ela será indispensável para conseguir novos clientes. Entretanto, o que motiva os profissionais a arriscar nesse caminho não é (necessariamente) a possibilidade de ganhos; em vez disso, eles estão em busca de liberdade e flexibilidade, de um equilíbrio mais positivo entre a carreira e a vida pessoal.

5. Na carreira acadêmica

A carreira acadêmica envolve a decisão de continuar no mundo dos estudos. Depois que você termina a graduação, pode começar um mestrado, partir para o doutorado, e até o pós-doutorado. A meta final é tornar-se professor universitário.

O professor universitário não se limita a dar aulas; ele também se envolve em pesquisas, buscando resolver problemas do seu campo. Ele realiza experimentos, conduz análises, produz conclusões. Também fazem parte do seu cotidiano a publicação de artigos técnico-científicos e a participação em eventos acadêmicos, como congressos e simpósios.

Nos primeiros anos (especialmente do mestrado ao pós-doutorado), a carreira acadêmica não é conhecida por ser a mais gratificante em termos financeiros; aliás, muitos estudantes de pós-graduação precisam conciliar essa atividade com algum outro trabalho. Entretanto, depois de tornar-se professor efetivo em uma boa instituição, os melhores profissionais da academia ganham tanto quanto seus colegas da indústria ou do setor público.

Neste post, você descobriu 5 das principais possibilidades de atuação na carreira em Engenharia Mecânica. Existem outras? Com certeza! E você poderá descobri-las por meio do contato e da troca de ideias com colegas, professores e profissionais que ocorre dentro da própria faculdade.

Você gostou das opções de carreira em Engenharia Mecânica, mas não tem certeza de que esse é o curso certo para você? Então, aproveite também para fazer a leitura de nosso post com os 10 sinais de que você tem o perfil ideal para ser um engenheiro mecânico!

 

Facebook Comments