Em tempos em que o mercado de trabalho se torna cada vez mais tecnológico e os processos, consequentemente, são automatizados, as equipes nas empresas assumem novas configurações que requerem boas práticas de gestão de pessoas, de forma a tornar os negócios mais bem-sucedidos e produtivos.

Lidar com diferentes personalidades, afinal, é um desafio, mas cada uma pode ter um papel determinante ao desenvolvimento do grupo. Para tornar essa ação mais efetiva, assim, é possível contar com o apoio da inovação e focar em treinamento e especialização.

Quer saber mais sobre gestão de pessoas e entender a importância dela para sua carreira? Então, continue a leitura deste post!

O que você aprende com a gestão de pessoas?

A gestão de pessoas, especialmente familiar para profissionais que têm formação em Recursos Humanos, Administração e Psicologia, engloba, em uma empresa, atração, contratação, retenção e motivação de colaboradores. 

Com ela, dessa forma, a intenção é a de maximizar resultados e fazer com que a empresa cresça e tenha um bom ambiente organizacional. Sabe aquela ideia tão divulgada de que é fundamental vestir a camisa do local em que se está? Essa é a linha de raciocínio que segue.

A partir do gerenciamento de recursos humanos, espera-se que haja, na carreira, uma visão mais completa do negócio e um contato mais próximo com todos os profissionais envolvidos na operação.

A motivação no trabalho, não à toa, é um elemento a se abordar desde antes de seu início, já na primeira entrevista de emprego, como em casos de programa de trainee, que buscam envolver os candidatos na cultura organizacional, criando funcionários mais integrados e satisfeitos. 

Assim, são trabalhados com destaque os itens a seguir:

Valorização do mercado

Aqui, fala-se de entender as competências de cada pessoa em uma equipe e conciliá-las, permitindo que personalidades distintas dialoguem em um cenário colaborativo. Por exemplo, alguém com perfil mais organizacional trabalha harmonicamente com um colaborador cujo enfoque seja a criatividade.

Juntos, desenvolvem-se e ampliam suas capacidades, aprendendo um com o outro por meio da gestão de pessoas.

Organização de equipes

Diferentes cargos e funções em uma equipe podem facilmente levar a desentendimentos ou à falta de produtividade, decorrente de processos mal organizados, o que pode até gerar retrabalho.

Assim, o profissional que foca sua carreira em gerenciar pessoas aprende a definir de forma mais certeira aquilo em que cada um precisa se dedicar com mais afinco.

A partir disso, é possível delimitar etapas do fluxo de trabalho e atribuí-las, o que faz com que a empresa maximize seus resultados e entenda quanto tempo é investido em cada tarefa.

A organização de equipes também torna as operações de cada área mais claras. Por exemplo, as atribuições do marketing não se confundem com as do comercial e, em vez de conflitarem, todos contribuem para melhorar os resultados.

Gestão de conflitos

Na convivência humana, desde que o mundo é mundo, há conflitos. Seja por diferenças pessoais ou por discordâncias no ambiente de trabalho, o profissional que orienta sua carreira para a gestão de pessoas desenvolve um perfil conciliador e promove o diálogo quando há um ambiente conflituoso.

Por meio do trabalho de liderança e relacionamento interpessoal, é possível assumir uma postura reflexiva e desenvolver mais empatia, que pode ser passada adiante para os demais membros do grupo com que atua.

Otimização da força produtiva

Tornar a empresa mais eficiente está entre os principais objetivos de quaisquer negócios. Afinal, fala-se frequentemente sobre maximizar resultados. Hoje, ainda que haja um sem-número de tecnologias e ferramentas capazes de trabalhar a produtividade de um local, é inegável que nada ajuda mais do que ter uma equipe otimizada.

Com um pensamento que entende a importância de ser empreendedor e também saber se relacionar, a gestão de pessoas colabora para que sejam desenvolvidos novos processos e para que eles sejam coerentes com as metas a se alcançar. 

Como desenvolver suas habilidades em gestão de pessoas?

Antes de sequer decidir qual carreira seguir, já é possível trabalhar orientando-se para gestão de pessoas. Durante sua formação e no início da vida profissional, espera-se que esse indivíduo tenha um perfil colaborativo, com habilidade para diálogo e aptidão para a liderança, voltado a solucionar não somente os seus problemas, como também a auxiliar aqueles que o cercam a resolver os que afetam todo o negócio.

Para adquirir essas habilidades de uma forma que seja mais reconhecida pelo mercado, além disso, e como alternativa para validar o que já coloca em prática, vale a pena investir em aperfeiçoamento pessoal e em especialização, como na pós-graduação.

MBA em Gestão de Pessoas

Para quem trabalha com GP, o maior capital de uma empresa é o seu grupo de funcionários. Assim, o MBA em Gestão de Pessoas ajuda a desenvolver o marketing pessoal, trabalha a liderança, permite que profissionais entendam como formar e gerenciar equipes e possam até mesmo trabalhar no futuro como consultores. 

Entre as disciplinas trazidas pela grade curricular, é possível citar:

  • Coaching positivo: construindo a excelência;

  • Consultoria em desenvolvimento organizacional e gestão de pessoas;

  • Design Thinking;

  • Ergonomia e segurança no trabalho;

  • Estratégia de pesquisa científica;

  • Gestão de conflitos de gerações nas empresas;

  • Gestão do tempo x produtividade;

  • Gestão Estratégica da comunicação: assertividade e feedback;

  • Indicadores Estratégicos de RH;

  • Inteligência emocional aplicada à gestão.

Para seguir adiante com a ideia, a dica é avaliar sua disponibilidade de tempo e conhecer melhor a matriz curricular da instituição de ensino em que deseja se matricular, de forma a definir se é compatível com suas expectativas de aprendizado em gestão de pessoas.

Hoje, há ainda a oferta de cursos semipresenciais e de pós-graduação a distância que facilitam a vida e a organização de todos, especialmente daqueles cujo dia a dia de trabalho já demanda mais tempo à disposição.

Lidar com gestão de pessoas e desenvolver essa competência em sua carreira pode abrir portas no mercado e dar a você uma visão mais ampla e empática de todos que trabalharem em sua equipe. A especialização, no futuro, abre portas para que você assuma cargos de liderança e, principalmente, maximize resultados, independentemente do perfil do negócio com que trabalhe.

Gostou de nosso artigo e quer ficar por dentro de novos conteúdos da UCEFF? Então, siga nossos perfis oficiais no Youtube, no Instagram e no Facebook!

 

Facebook Comments