Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Você costuma ser o amigo em seu grupo que demonstra mais empatia e paciência para ouvir os problemas e desabafos dos demais? Considera-se uma pessoa analítica? Tem interesse por leitura e pela mente humana? Então, você provavelmente tem o perfil do psicólogo.

Ao optar por uma graduação e uma profissão, é comum ter dúvidas, já que há um peso grande sobre o caminho a seguir. Alguns aspectos de sua personalidade, entretanto, ajudam bastante na escolha, especialmente para quem considera atuar na área de Psicologia.

Já pensou que essa pode ser uma boa profissão para você? Continue a leitura de nosso artigo e entenda o perfil que o mercado busca em psicólogos.

O que faz um psicólogo

O psicólogo é aquele profissional que está absolutamente ligado aos mistérios da mente humana. Em sua prática, independentemente do local em que atua, dedica-se aos estudos de fenômenos comportamentais e psíquicos de outros indivíduos.

Para tanto, observe seus ideais, valores e, principalmente, emoções. Em terapias, pelas quais costuma ser mais conhecido, atende a pessoas de diversos perfis, de crianças a casais. É responsável também pelo diagnóstico, tratamento e prevenção de transtornos de personalidade, transtornos mentais e de quaisquer distúrbios relacionados.

Após concluir a graduação e obter o registro no Conselho Federal de Psicologia (CFP), pode atuar em clínicas, hospitais, consultórios e, além de no setor de saúde, nos departamentos de recursos humanos de empresas.

Atualmente, há muitos psicólogos responsáveis pelo recrutamento de novos candidatos, por exemplo. Em um processo seletivo, assim, você pode ser entrevistado por alguém da mesma área. Ou antes disso, em um teste vocacional.

Hoje, após aprovação do CFP para a realização de sessões de terapia online, a procura por esse serviço tem crescido significativamente. Isso encoraja pacientes a buscar por auxílio psicológico e abre mais um espaço importante para a atuação dos profissionais da Psicologia. 

Características importantes no perfil do psicólogo

Se você se interessa pela profissão e quer saber se tem as características ideais para investir nela, conheça alguns dos aspectos mais importantes observados em quem escolhe essa carreira.

Capacidade de empatia

A prática da empatia, sem dúvidas, é o que norteia o perfil do psicólogo. Sintonizar-se com o que há de mais profundo em seu paciente, sem que isso afete sua postura profissional, é fundamental para transformar vivências e ajudá-lo no caminho do autoconhecimento.

Assim, é importante que você saiba se comunicar bem e procure ouvir atentamente cada situação e sentimento detalhado por quem está sob seu atendimento. Tente se colocar no lugar das pessoas, a fim de propor a elas boas soluções.

Não ter preconceitos

Acha que Psicologia é a sua área? Então, saiba que a prática requer que os profissionais evitem julgar as atitudes daqueles que ouvem durante a terapia. Esse é um ambiente em que se estabelecem relações de confiança e, portanto, preconceitos não combinam com a postura do psicólogo.

Durante seu atendimento, espera-se que deixe de lado ideias preconcebidas e evite, com isso, quaisquer entraves de comunicação.

Frequentemente, ao buscar uma forma de auxiliar no processo de autoconhecimento, quem atua na área se vê diante da necessidade de rever valores, conceitos culturais e relacionamentos — sejam eles amorosos, familiares ou até com amigos.

Gosto por leitura

Para ter um bom trabalho em Psicologia, é essencial estar sempre em contato com novas leituras. Não à toa, elas  permitem que o profissional se mantenha atualizado e se aprofunde nas correntes psicológicas que segue em sua prática terapêutica. Entre essas, alguns exemplos são a junguiana e a freudiana.

Além disso, o gosto por leitura proporciona melhoria da capacidade analítica e interpretativa de textos, a qual se aproxima bastante da postura que se espera diante dos pacientes.

O hábito da leitura torna qualquer profissional mais comunicativo, melhorando seu discurso e a forma com que dialoga com cada indivíduo. Daí a importância de trabalhar e estudar, a fim de obter maior êxito na carreira.

Perfil analítico

A análise é o que norteia a prática da Psicologia. Somente com ela, ao ouvir atentamente o que cada indivíduo tem a dizer, o psicólogo consegue estabelecer métodos para conversar com ele e orientá-lo.

Espera-se, assim, que ouça sempre com muita atenção, fique atento a sinais da linguagem corporal e transmita tranquilidade e confiança.

Um perfil analítico, ao observar, consegue também identificar transtornos mentais e, caso seja necessário, encaminhar seus pacientes ao atendimento psiquiátrico.

Habilidades de persuasão e sinceridade

Após ouvir e identificar as dificuldades de cada pessoa, o perfil do psicólogo o leva a ajudar a encontrar as soluções para os problemas apresentados. Desafiador? Sim, mas vale lembrar que a busca consiste em orientar os pacientes com persuasão e gentileza, pelas respostas existentes dentro deles mesmos.

Somente com sinceridade, firmeza e habilidade de convencimento, um profissional da área consegue inspirar a transformação comportamental com base nas características e vivências do indivíduo.

Como é a graduação em Psicologia

Se você sente que é esta carreira que deseja seguir, então, é válido se informar a respeito da graduação em Psicologia.

Atualmente, o curso tem duração média de cinco anos no Brasil. Entre as opções, há graduações com habilitação em licenciatura e bacharelado.

A decisão varia conforme seus objetivos profissionais. Se quiser atuar em consultório ou empresas, por exemplo, o ideal é o bacharelado. Se, por outro lado, gostar da ideia de seguir carreira acadêmica e dar aulas, invista na licenciatura.

Antes de começar a escolher uma instituição, o conselho é avaliar suas condições financeiras e sua disponibilidade de tempo. Verifique, por exemplo, se tem o perfil para solicitar crédito universitário e providencie a documentação necessária para entrar com o pedido. 

Reunindo conhecimentos das áreas de saúde e humanas, a graduação em Psicologia tem em sua grade curricular disciplinas como:

  • Processos de Observação da Psicologia;
  • Sociologia;
  • Neuropsicologia;
  • Psicologia Social;
  • Psicologia da Personalidade;
  • Fundamentos Filosóficos e Epistemologia da Psicologia;
  • Psicologia da Aprendizagem;
  • Psicologia do Desenvolvimento;
  • Psicologia da Educação;
  • Princípios da Análise do Comportamento;
  • Teorias e Técnicas Psicoterápicas.

Além das aulas teóricas, os alunos realizam estágio obrigatório, de forma que tenham experiências clínicas para que ingressem no mercado de trabalho preparados.

Depois de conhecer mais sobre o perfil do psicólogo e do curso de Psicologia, dá para entender por quais motivos a área é tão fascinante, certo? A mente humana é um campo em que os estudos só tendem a crescer e a prática profissional aproxima cada pessoa da chance de ajudar diariamente outros indivíduos, conhecendo mais sobre eles e também sobre si.

Gostou de nosso artigo e tem alguma dúvida sobre a graduação ou deseja falar a respeito de experiências na área? Então deixe seu comentário no campo abaixo!

Facebook Comments