Cada vez mais, as empresas precisam lidar com um enorme fluxo de dados, fazendo com que seja necessário contar com profissionais capacitados em Sistemas de Informação e que possam acessá-lo e organizá-lo sempre que necessário.

Tal colaborador será, portanto, o responsável pela criação e adaptação de programas, administração de redes, planejamento e desenvolvimento de sistemas, e recuperação de dados. Por isso, poderá atuar tanto em empresas voltadas para a Tecnologia da Informação (TI) como em setores que lidem com bancos de dados.

Se você tem interesse nessa área de atuação, continue a leitura deste post e saiba mais sobre o trabalho de um profissional de Sistemas de Informação e a sua importância para o mercado. Além disso, entenda como funciona a graduação semipresencial e conheça o curso na UCEFF. Boa leitura!

O que faz um profissional de Sistemas de Informação?

O profissional formado em Sistemas de Informação é o responsável, dentro de uma empresa, por gerenciar e desenvolver programas de compartilhamento e armazenamento de dados, de forma a garantir que todos os setores da organização tenham acesso a tais informações.

Além disso, ele também desenvolve aplicações, sistemas, interfaces gráficas, critérios de navegação e codificação de programas. Por fim, pode criar metodologias de desenvolvimento e linguagens de programação.

Para atuar no mercado de trabalho, é preciso apenas ter um diploma emitido por uma instituição que seja reconhecida pelo MEC. Não é necessário se inscrever em órgãos ou conselhos da categoria.

Segundo o site de empregos Vagas.com, a média salarial de um Analista de Sistemas de Informação no Brasil é de R$ 4.537, podendo chegar a R$ 6.528. Além de trabalhar como Analista, o graduado poderá atuar também como Programador de Sistemas, Gerente de Desenvolvimento, Auditor e Administrador de Banco de Dados, entre outras carreiras.

Qual é a importância desse profissional para o mercado?

Devido à inovação tecnológica e à forma como o mundo corporativo se posiciona nela — valorizando o conhecimento aprofundado sobre os clientes —, esse colaborador se torna indispensável para qualquer negócio, uma vez que é ele quem vai administrar as informações de fontes internas e externas para alimentar os bancos de dados.

Esses dados coletados e armazenados são confidenciais e, por isso, é preciso que o funcionário atue de forma a mantê-los em segurança para não colocar a empresa em risco. Assim, é importante que o indivíduo apresente algumas das características mais importantes do perfil de um profissional de tecnologia, como:

  • manutenção de suas capacidades técnicas;
  • criatividade e raciocínio lógico;
  • paciência;
  • iniciativa, flexibilidade e receptividade; e
  • facilidade para trabalhar em equipe.

Apesar de, a cada ano, novos profissionais serem inseridos no mercado de trabalho, ainda há uma alta demanda por mão de obra qualificada — chegando a sobrar vagas no país.

A região sul do Brasil, por exemplo, está repleta de oportunidades para profissionais capacitados. Porém, devido à escassez de indivíduos qualificados, as empresas acabam tendo que “importar” funcionários de outras regiões do país.

E essa realidade tende a continuar pelos próximos anos: segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a expectativa é de que sejam geradas 350 mil novas vagas de trabalho até 2024.

Como funciona a graduação semipresencial em Sistemas de Informação?

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC), a graduação em Sistemas da Informação deve contar com conteúdos voltados tanta para a Informática como para a Tecnologia da Informação.

O curso costuma ser oferecido tanto na formação de bacharelado como de licenciatura. Normalmente, conta com 10 semestres de duração, com um mínimo de 300 horas de estágio obrigatório.

Algumas matérias encontradas nas grades curriculares dos principais cursos são:

  • Engenharia de Software;
  • Redes de Computadores;
  • Inteligência Artificial;
  • Computação Gráfica;
  • Robótica;
  • Probabilidade e Estatística;
  • Lógica;
  • Programação;
  • Administração e Economia; e
  • Simulação de Sistemas.

Por conta disso, é comum encontrar opções de cursos na modalidade de ensino semipresencial. Além de funcionar muito bem, essa ainda é uma ótima escolha para aquelas pessoas que já estão inseridas no mercado de trabalho e buscam formalizar os seus estudos ou aprimorar os seus conhecimentos.

Afinal, nessa modalidade, o aluno não precisará se deslocar todos os dias para a faculdade, gastando tempo, dinheiro e energia no trânsito das grandes cidades. Ao optar pela graduação semipresencial, será possível manter o foco naquilo que realmente importa: o estudo!

Como é o curso na UCEFF?

O curso de bacharel em Sistemas de Informação da UCEFF, na modalidade semipresencial híbrida, busca capacitar os alunos a planejar, analisar, avaliar e gerenciar as tecnologias da informação, para que eles possam atuar em áreas como:

  • Desenvolvimento de softwares;
  • Análise de sistemas;
  • Gerenciamento de sistemas de informação;
  • Gestão de bancos de dados; e
  • Administração de redes.

A graduação semipresencial híbrida tem uma duração de 4 anos e é oferecida no período noturno nas unidades em Chapecó e Itapiranga. Em sua grade curricular, o aluno terá contato com disciplinas como:

  • Fundamentos de Programação;
  • Matemática Aplicada a Sistemas;
  • Sistemas Operacionais;
  • Engenharia de Software;
  • Inglês Profissional;
  • Linguagens de Programação;
  • Gerência de Projetos;
  • Mídias e Marketing Digital;
  • Redes de Computadores;
  • Data Analytics;
  • Programação Web, Mobile e Desktop; e
  • Segurança da Informação.

A modalidade de ensino semipresencial híbrido da UCEFF oferece aos alunos cinco disciplinas de 80 horas em cada semestre, entregues durante quatro semanas letivas e com um total de 11 encontros presenciais — três matérias com três encontros, e duas matérias com um encontro cada.

Neles, os professores poderão ensinar novos conteúdos e aplicar avaliações, tanto em sala de aula como em laboratórios. E, por meio da plataforma virtual UCEFF Connect, os alunos têm acesso antecipado aos materiais de estudo.

Como vimos, a carreira em Sistemas de Informação está em constante crescimento, uma vez que as empresas necessitam cada vez mais de profissionais que possam analisar os dados coletados e gerenciá-los em bancos de dados.

Para ter destaque perante a concorrência, é importante investir na formação e manter os seus conhecimentos atualizados. Nesse sentido, uma ótima opção é a graduação em Sistemas de Informação, principalmente na modalidade de ensino semipresencial híbrido, que ajuda você a focar naquilo que realmente importa: os estudos!

Se você gostou de saber mais sobre essa área de atuação, aproveite para conhecer melhor o nosso curso!

Facebook Comments