Veja 5 motivos para cursar uma faculdade de Agronomia

Veja 5 motivos para cursar uma faculdade de Agronomia

Veja 5 motivos para cursar uma faculdade de Agronomia
Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Há quem pense que a faculdade de Agronomia diz respeito apenas a técnicas de cultivo, mas é uma área bem mais ampla do que se imagina. Para quem pretende ter uma carreira de sucesso, com muitas possibilidades de atuação e ganhos iniciais atrativos, esse pode ser o curso perfeito.

No post de hoje, você vai compreender tudo o que precisa saber sobre essa graduação e ver 5 motivos para ter a Agronomia como caminho para o sucesso de sua carreira. Acompanhe!

Como é o curso de Agronomia?

A faculdade de Agronomia dura 5 anos e traz uma grade curricular multidisciplinar. De forma simples, é possível conceituá-la como um trabalho voltado para plantações e rebanhos, primando pela produtividade, qualidade e sustentabilidade de seus processos — e observando novos métodos e tecnologias, tanto no âmbito rural quanto no industrial.

As técnicas de criação de animais e cultivo se estendem a diversas áreas, pois os agrônomos conhecerão por completo todas as fases da cadeia produtiva. Portanto, o próprio plantio, passando por questões industriais de processamento, até a chegada dos itens agropecuários no mercado (comercialização) são alguns dos conteúdos abordados durante o curso.

Para dar conta de todas as informações necessárias para a prática profissional, o curso traz disciplinas técnicas e científicas. São contempladas as áreas da Biologia, Exatas e Humanas, em que o aluno estuda bioquímica, aspectos de gestão de pessoas e estatística, por exemplo.

Por que devo cursar uma faculdade de Agronomia?

A descrição do curso, por si só, já é um diferencial para atrair muitas pessoas para o ramo. Mas as vantagens não param por aí.

Veja, a seguir, 5 motivos para você fazer Agronomia e conquistar o espaço que tanto sonha em sua carreira. Continue a leitura e confira!

1. Valorização no mercado

Conforme o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq – USP, a área ligada à Agronomia é responsável pelo aumento do PIB. Esse é um curso essencial para o país, pois há uma grande demanda de profissionais responsáveis pela cadeia produtiva dos alimentos de origem vegetal e animal.

Também, é preciso considerar os novos rumos do mercado, que prima por uma economia colaborativa e sustentável. Nesse sentido, o Agrônomo assume papéis ligados à economia e gestão, trazendo um novo viés para quem pretende seguir uma carreira sólida e promissora.

Um exemplo é a necessidade de lidar com os recursos hídricos de maneira sustentável. Outro aspecto é a tecnologia — cada vez mais utilizada no cotidiano da produção agropecuária. Sem contar o ângulo da gestão, que precisa de formados em Agronomia com múltiplas habilidades.

2. Alta demanda no território brasileiro

A alta demanda por esses profissionais se faz provar com dados futuros para a produção agrícola no Brasil. Segundo o Ministério da Agricultura, haverá um aumento de 9,3 milhões de hectares de plantio de soja nos próximos dez anos, chegando a 43,2 milhões de hectares, até 2027. Um aumento de quase 30% sobre a área plantada hoje no país. Essa projeção positiva também se estende a outros itens agrícolas, como é possível visualizar no estudo.

Com a promessa de um mercado bem aquecido para os próximos anos, também há necessidade de profissionais preparados para lidar com as exportações, configurando oportunidades valiosas para os recém-formados.

Dessa forma, há oportunidade de trabalho em:

  • órgãos governamentais;

  • companhias de importação e exportação;

  • ramo industrial de alimentos;

  • fornecedores de maquinário, adubos e sementes;

  • empresas de logística;

  • e, ainda, nas grandes propriedades rurais.

É bom também ficar atento, também, a outro mercado crescente no Brasil: a produção de orgânicos. Nesse contexto, serão necessários agrônomos altamente capacitados, o que valoriza ainda mais essa profissão. Fazer uma faculdade de Agronomia se configura, então, como uma excelente opção para se manter competitivo e ter sucesso na carreira.

3. Possibilidade de atuar de diferentes formas

Como já vimos, o curso de Agronomia traz uma formação ampla e multifacetada, com um vasto campo de atuação para quem está ingressando na carreira. Por isso, o futuro agrônomo tem um leque amplo de ramos de atuação, tais como:

  • voltar-se para aspectos socioeconômicos da área rural;

  • planejar e gerir construções rurais;

  • inspecionar o funcionamento de maquinários do ramo agropecuário;

  • lidar com insumos e implementos;

  • atuar na área industrial e comercial, gerenciando os processos da cadeia produtiva;

  • trabalhar em instituições financeiras do ramo, em programas de crédito rural, por exemplo;

  • verificar topografia;

  • fazer geoprocessamento;

  • ser um pesquisador ou dar aulas em universidades e cursos técnicos (área acadêmica);

  • analisar o mercado e ser um consultor especializado;

  • tornar-se especialista em leveduras e outros itens voltados à microbiologia;

  • administrar os processos da área rural, incluindo gestão de recursos humanos;

  • avaliar questões ligadas à defesa sanitária;

  • coordenar cooperativas, seja para grandes ou pequenos produtores;

  • acompanhar processos ligados à fitotecnia;

  • promover e gerir os processos, zelando pelo meio ambiente e prestando contas em relatórios de impacto ambiental, saneamento, reflorestamento, entre outros itens ligados à sustentabilidade, conservação e preservação;

  • trabalhar com reprodução de rebanhos;

  • controlar a qualidade da produção agroindustrial;

  • e muitas outras possibilidades!

Há diversos caminhos para quem se forma em Agronomia, e essa é uma grande vantagem. Além de poder trabalhar em diversos tipos de empresa, é importante ressaltar que o curso dá uma boa base para atuar como empreendedor e autônomo.

O melhor é que a graduação em Agronomia traz uma ampla visão de mundo, preparando o profissional para o mercado de trabalho, desde os períodos iniciais até o estágio. Tudo isso torna o egresso bem mais competitivo e capaz de superar os desafios nas diversas áreas.

4. Alto salário inicial

Como é uma profissão que lida com a cadeia produtiva e tem diversos ramos de atuação, a Agronomia traz uma remuneração variável, mas com um salário inicial acima do de outras áreas correlatas. Esse é um dos benefícios, uma vez que o trabalho com gestão da produção agropecuária costuma pagar muito bem.


5. Graduação inovadora e de qualidade

No contexto atual, o curso prepara os seus alunos para lidar com as inovações do mercado. Afinal, novas tecnologias são usadas todos os dias na cadeia agropecuária e industrial. Além disso, é necessário primar por maneiras diversas de realizar uma gestão eficiente, ampliando o conhecimento sobre as técnicas e metodologias de gerenciamento e aprendendo o que há de mais moderno para tornar-se um profissional requisitado pelas empresas.

Quem se forma em Agronomia também será capaz de analisar dados e cenários para tomar decisões, em especial durante situações de crise, lidando com problemas que podem ser desde um defeito simples em maquinário na indústria, uma baixa nas vendas de alimentos ou, ainda, uma catástrofe natural, como chuvas e doenças, que devastam toda uma produção.

O mercado brasileiro vem trabalhando com aspectos inovadores, como Big Data aplicada à administração agrícola, drones para monitoramento e plataformas virtuais criadas especialmente para empreendimentos agropecuários. Por isso, o curso deve primar por transmitir todas as novidades desse setor.

Viu como é vantajoso cursar a faculdade de Agronomia? Se quiser saber mais informações sobre o curso, entre em contato e garanta um futuro de sucesso!

Facebook Comments

About The Author

1 Comentário

  1. Aquim Naciz de Mendonça

    .Estou escrevendo um livro e para justificar uma ideia tive este pensamento,:é difícil como fazer uma árvore, já adulta, que cresceu torta, vir a ficar totalmente reta. Mas com paciência e mui trabalho, se a natureza daquela árvore for de uma espécie que cresce reta, isto pode acontecer. Paulatinamente, vai se puxando-a com uma catraca, tendo uma corda presa acima da tortura. Puxa-a um pouco, espera-se um tempo, depois de alguns meses, novamente puxa mais um pouco e passado algum tempo, amarre uma corda exatamente no ponto da tortura, ao contrário da outra corda, e com uma catraca vai exercendo força paulatinamente, para que a árvore perca aquela tortura. Passado todo tempo necessário, aquela árvore se endireitará. Vai dar muito trabalho, mas você vai conseguir. Isto vai acontecer porque a árvore a está viva e continua crescendo, continua a multiplicação de suas células, e devido o crescimento, agora´ estar sendo forçado ao alinhamento, todo processo a partir de então, convergirá para a árvore vir a ser reta.
    Gostaria da colaboração de um engenheiro agrônimo, para saber se é possível se confirmar esta ideia

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Quer ainda mais dicas?

Cadastre-se agora para receber gratuitamente por e-mail.

manual-de-lideranca

Manual do Financiamento Estudantil

Faculdade de Psicologia: o curso e suas oportunidades

UNIDADE CENTRAL

Rua Lauro Müller, 767 Bairro Santa Maria Chapecó - SC | Contato: (49) 3319-3838 / 89812-214

CENTRO UNIVERSITÁRIO

Rua Carlos Kummer, 100 Bairro Universitário Itapiranga - SC | Contato: (49) 3678-8700 / 89896-000

UCEFF Palmital

Av. Irineu Bornhausen, 2045 Bairro Quedas do Palmital Chapecó - SC | Contato: (49) 3319-3800 / 89814-650

Share This