Começar uma faculdade com um objetivo bem definido é uma grande vantagem. Logo, quem pretende ser dono da própria empresa e cursa uma graduação consegue aproveitar muito mais os ensinamentos na vida prática.

Com a ajuda de uma boa instituição de ensino, as chances de sucesso do empreendimento são bem maiores.

Quer entender melhor como a faculdade pode ajudar a abrir seu próprio negócio? Confira este post especial com 4 motivos pelos quais os empreendedores devem investir em um diploma de curso superior.

1. Desenvolver conhecimento estratégico sobre o mercado

Você sabia que o site Buscapé foi desenvolvido por três universitários? Pois é, hoje ele é o maior portal de comparação de preços da América Latina e lucra milhões de reais por ano.

O Buscapé não nasceu por acaso. Os três fundadores se uniram já com uma ideia na cabeça: inovar o mercado da internet. Eles fizeram diversas pesquisas, fomentados pelo que viam na faculdade de tecnologia, e descobriram um problema que precisava de solução.

E, assim, criaram o software que, posteriormente, seria o Buscapé — usando os conhecimentos adquiridos no curso para criar o produto e expandir o negócio.

O Buscapé só se tornou possível, pois seus fundadores estavam cursando faculdades ligadas à tecnologia. Conforme avançavam em suas disciplinas e pesquisas acadêmicas, puderam conhecer melhor o mercado e ter as bases da ideia que se tornou tão lucrativa.

Para quem pretende abrir a própria empresa, é fundamental entender bem o mercado em que pretende atuar. Mas, lembre-se: nem sempre Administração é o curso ideal para todos os futuros empreendedores.

Se você pensa em abrir uma empresa ligada à viagem, por exemplo, é necessário entender o objeto do seu negócio, ou seja, conhecer mais sobre o mercado de Turismo, Hotelaria e assim por diante.

Tente compreender melhor a sua ideia de negócio e, então, pesquise as melhores opções de curso.

2. Ter a possibilidade de fazer networking

Ao cursar uma faculdade, você vai conviver com pessoas da área e terá uma vivência no meio de colegas e professores que também têm atividades paralelas. Isso gera uma troca de experiências e ideias muito interessante.

Conhecer o mercado — e as pessoas que atuam nele — é um ótimo passo para quem quer empreender.

As faculdades promovem muitas possibilidades de networking com simpósios, feiras, grupos de estudos, incubadoras e muito mais.

Uma das maiores vantagens é a rede de colegas que você cria ao longo do caminho. E isso é possível convivendo com pessoas que pretendem atuar ou já atuam no mercado. Assim, você vai se manter atualizado e poderá contar com a ajuda de parceiros e colegas.

Além disso, conversar com os docentes é uma ótima forma de entender como moldar melhor o seu negócio. Afinal, eles já possuem bastante experiência para ajudar nas questões práticas.

A graduação, portanto, é o lugar em que você poderá encontrar um sócio ou mesmo alguém para investir na sua ideia. Pense nisso!

3. Melhorar o currículo da sua empresa

Começar do zero é empolgante, mas também intimidador. A concorrência é grande no mercado empreendedor atual.

Por isso, ao abrir a sua empresa, é interessante ter um aval de uma faculdade para mostrar aos seus clientes — e possíveis investidores — que o negócio não surgiu do nada e que você sabe o que faz.

A vida de uma empresa fundada por alguém que tem apenas conhecimento empírico pode ser bem mais árdua. O mercado pode interpretar como uma tentativa de negócios de alguém que não tem embasamento — e isso pode atrapalhar ou atrasar muito o sucesso da empreitada.

Apesar de vivermos tempos modernos, os investidores ainda sentem mais segurança sabendo que estão em contato com uma empresa fundada por alguém que possui nível superior.

4. Estudar faz diferença

Quem abre uma empresa tendo feito um curso superior terá menos tombos no processo, pois o aprendizado é mais eficiente e direcionado aos objetivos, podendo facilmente ser aplicado aos negócios.

Por décadas, o Brasil foi o país dos bacharéis. O sonho de todo pai e mãe era ver seu filho médico, engenheiro ou advogado. Hoje em dia sabemos que empreender pode ser muito mais interessante e promissor.

Esqueça a ideia de que a pessoa nasce empreendedora e conseguirá seguir apenas com o talento e uma boa ideia. Estudar é um caminho que possibilita empreender de uma maneira mais acertada — e consciente dos riscos.

Emerson Andrade, fundador do Peixe Urbano, estudou Administração e fez MBA em Stanford. Ele diz que a faculdade e a especialização deram o conhecimento necessário sobre diferentes áreas, o que permitiu montar o melhor time para o negócio crescer.

Quem tem conhecimento, estará mais bem preparado para aproveitar as oportunidades que surgem constantemente — além de tomar as melhores decisões.

Realizado em 2010, um estudo da Fundação Kauffman comprovou que os donos de negócios com formação superior possuem um faturamento maior do que os empreendedores que cursaram apenas o ensino médio.

E não é um pouco maior, o faturamento dessas empresas chega a ser o triplo das demais. Esses dados mostram a relação direta entre formação e bons resultados.

Os conhecimentos possibilitados pela graduação diminuem a sensação de risco que abrir uma empresa sempre traz. O estudo dá a segurança necessária para que o empreendedor tenha sucesso e saiba conduzir o negócio da melhor maneira possível.

Com isso, a alegação de que um empreendedor não precisa de ensino superior é um mito que aos poucos está sendo derrubado. Quem quer empreender precisa estudar, pois o conhecimento é o combustível para o sucesso de uma empresa.

E aí? Entendeu a importância de uma faculdade para quem quer ser dono da própria empresa? Na graduação, você terá muitas oportunidades de crescimento — pessoal e profissional —, poderá aumentar sua rede de contatos e garantir os melhores fornecedores para oferecer o melhor produto.

Se você quer abrir o seu negócio e ficou animado em cursar uma faculdade, mas está apreensivo sobre como bancar os estudos, sugerimos a leitura do nosso artigo especial sobre os 3 tipos de financiamento universitário que são alternativas ao FIES.

Facebook Comments