Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Você que acredita ter futuro na medicina veterinária, vai gostar de saber: sua escolha é das mais promissoras, pois a profissão é muito abrangente e está em plena expansão! A formação na área se dá por meio de graduação em nível superior, tem duração de 10 semestres e conta com diversos campos de atuação. 

Dentre os pré-requisitos para ter sucesso na carreira em veterinária, estão disposição para aprofundar conhecimentos em saúde, afinidade com os animais e muito senso de responsabilidade.

Elencamos, a seguir, 5 alternativas de atuação para o graduado em Medicina Veterinária. Acompanhe e saiba quais são!

1. Consultório próprio

Se você tem perfil para seguir a carreira em veterinária e tem o sonho de abrir seu próprio negócio, um consultório vai satisfazer ambas as expectativas.

No dia a dia do consultório, o médico veterinário atende animais de diferentes espécies, presta consultas, faz curativos e aplica vacinas. Já outros procedimentos, como internação e realização de cirurgia, só podem ser feitos em clínicas e hospitais veterinários.

E por falar em cirurgia, você sabia que um médico veterinário pode se especializar em operações de animais? Confira abaixo!

Cirurgia geral e especializada

Essas especialidades são das mais abrangentes dentro da Medicina Veterinária, já que o cirurgião veterinário atua em procedimentos variados.

Listamos alguns tipos de cirurgia executadas pelos especialistas na área:

  • partos;
  • luxações e fraturas;
  • castrações;
  • vasectomias;
  • cesarianas;
  • biópsias.

Ao optar por ser um cirurgião veterinário, o alcance do seu trabalho será imenso, tendo em vista a extrema utilidade das cirurgias na promoção da saúde animal.

2. Saúde pública 

Isso mesmo, se você pensa que o trabalho do veterinário está ligado somente aos cuidados com pets e animais de fazenda, enganou-se muito. O papel do veterinário treinado em saúde pública, por exemplo, é desempenhado de diferentes maneiras, todas visando a promoção da saúde humana.

A formação em Medicina Veterinária torna o profissional apto a desenvolver atividades relacionadas à epidemiologia, bem como o prepara para agir ativamente na luta contra as zoonoses.

Mais uma forma de o veterinário trabalhar na saúde pública é aplicando seus conhecimentos em laboratórios de pesquisa que visam erradicar doenças transmitidas dos animais para os seres humanos.

Muitas outras instituições precisam dos serviços desse profissional, como as indústrias especializadas em produtos biológicos e de medicamentos.

O veterinário atua ainda na vigilância sanitária, realizando inspeção e controle dos produtos de origem animal.

Veterinários encontram campo de atuação também em programas de controle ambiental, saneamento e na conservação da fauna.

Inseridos em equipe multidisciplinar de saúde pública, têm por missão participar do controle e profilaxia das doenças animais que atingem os seres humanos.

3. Tecnologia de produção animal

O veterinário é um profissional muito requisitado na Região Sul do país, especialmente em estados cuja economia é fortemente ligada ao agronegócio, como Santa Catarina. 

Essa projeção da atividade no Sul, além de em outras regiões, está fundamentada em sua capacidade de garantir maior produtividade e qualidade à criação e manutenção dos rebanhos.

Na área rural, o veterinário intervém de forma decisiva na produção de alimentos, aplicação de técnicas de seleção genética, prevenção de doenças, no manejo e na nutrição animal.

Além dessas, muitas outras iniciativas e ações contam entre as responsabilidades que destacam o veterinário no campo. É possível, inclusive, afirmar que esse profissional chega a ser disputado em algumas regiões, dada a sua grande importância para as propriedades rurais e a indústria de alimentos.

4. Veterinária Esportiva

Tratar dos problemas musculoesqueléticos de animais de competição, em especial cavalos e cães, é o foco da Veterinária Esportiva. O veterinário que escolhe seguir essa especialidade vai lidar com prevenção, diagnóstico e tratamento de lesões e outros problemas dos animais de alta performance. 

Para você ter uma ideia do alcance desse trabalho, imagine os casos de cavalos de corrida que precisavam ser sacrificados ou aposentados em função de traumas — como as lesões tendíneas graves. Com a evolução da Medicina Veterinária Esportiva, muitos desses animais agora voltam às atividades normais, por meio de tratamentos apoiados no transplante de células-tronco. 

O veterinário esportivo trabalha em conjunto com outros especialistas, como cirurgião ortopedista, fisioterapeuta e neurologista. Além deles, especialistas em acupuntura e massagem podem integrar uma equipe multidisciplinar de Medicina Veterinária Esportiva.

A especialidade pode ser exercida em diferentes localidades, incluindo os grandes centros urbanos. Isso porque cada vez mais os donos de animais de estimação buscam melhorar a qualidade de vida dos seus bichos com a prática de exercícios. Para fazer isso com total garantia, recorrem aos recursos da Medicina Veterinária Esportiva, indicados para os animais que acompanham seus donos durante os exercícios físicos.

5. Ensino

Ao decidir pela área do ensino, o veterinário vai assumir tarefas que incluem preparação de aulas e outras atividades didáticas. Esses conteúdos, de responsabilidade do professor, são ministrados a alunos de ciências biológicas e saúde, tanto na área da medicina veterinária quanto em outras correlacionadas.

A formação do veterinário que escolhe ensinar inicia na graduação em Medicina Veterinária, sendo geralmente complementada por especialização. Mestre, doutor e pós-doutor são os graus mais altos dentro da carreira.

Além de atuar em sala de aula, o veterinário que direcionar sua carreira à docência vai planejar cursos, bem como participar diretamente da administração universitária.

Desenvolver pesquisas, assim como orientar trabalhos acadêmicos, estão entre as atribuições do professor graduado em veterinária. O campo de atuação desse educador engloba tanto entidades de ensino particulares quanto públicas.

Destacamos, acima, 5 possibilidades para uma carreira em veterinária que você vai poder seguir após a graduação. Essas e outras tantas possibilidades da profissão multiplicam as suas chances de sucesso e satisfação, à medida que você fica livre para escolher a área com a qual mais se identifica. 

Claro que começar certo é meio caminho andado quando se vai fazer um curso superior. Então, a escolha da faculdade é fator elementar na construção da sua vida profissional. Por isso, fique atento: somente uma faculdade que realmente tenha compromisso com o ensino é capaz de oferecer a você o curso adequado e uma sólida formação.

Para conhecer a faculdade que vai ajudá-lo a escrever sua história profissional, entre já em contato com a Uceff

Facebook Comments