Independentemente se você quer crescer na carreira, passar em um concurso público ou conseguir a aprovação naquele vestibular difícil, você precisa se concentrar e se esforçar ao máximo para conseguir absorver a maior quantidade de conteúdo possível. O problema é que isso nem sempre é tarefa fácil, não é mesmo?

Se você sente que não está tendo um bom rendimento em seu aprendizado e enfrenta dificuldades no processo, fique calmo. No post de hoje, mostraremos 8 formas de manter — ou aumentar — a produtividades nos estudos. Você verá que atitudes aparentemente simples podem gerar ótimos resultados. Acompanhe!

1. Monte um cronograma de estudos

Se você deseja ter mais produtividade nos estudos, essa é, de longe, umas das dicas mais importantes. Isso porque, ao montar um cronograma, você consegue ter mais organização e menos procrastinação na hora do aprendizado. Além disso, você consegue enxergar claramente como a sua rotina pode ser moldada para que os objetivos sejam alcançados.

Para fazer o seu planejamento, pegue papel e caneta e monte um calendário simples, anotando todas as suas atividades — sejam elas pessoais ou profissionais. Depois, é só intercalar os estudos entre esses momentos, de acordo com os horários livres. Se você preferir, dá até para montar um cronograma, usando o computador, tablet ou smartphone.

2. Escolha um bom lugar para estudar

Pode parecer banal, mas o lugar onde você estuda está intimamente ligado à sua produtividade. Alguns alunos preferem ambientes silenciosos, enquanto outros gostam de lugares com músicas de fundo — e ainda há quem prefira espaços agitados e movimentados. Independentemente da sua escolha, uma coisa é certa: o local deve ser livre de distrações. Só assim você vai conseguir se concentrar.

Procure um lugar com boa iluminação, arejado, de fácil acesso e que não tenha aparelhos eletrônicos ou pessoas interrompendo a todo instante. Uma dica importante é ter mais de um local de estudos. Assim, se algum deles estiver indisponível, você já sabe para onde ir. Então, procure um quarto, uma biblioteca ou até mesmo um café.

3. Alterne a maneira de estudar

Você pode ter um método favorito de estudar — ou mesmo ter uma infinidade deles. Porém, se você insiste em apenas uma metodologia, isso pode ter efeito contrário e se tornar improdutivo. Ao variar as formas de estudar, você ativa regiões diferentes do cérebro, contribuindo para uma maior fixação do que está sendo aprendido. Além disso, você não se cansa tão facilmente.

Faça exercícios sobre os tópicos estudados, monte cartões de memorização e mapas mentais, crie um quadro com fórmulas específicas, assista à uma vídeo-aula, ouça gravações e podcasts ou até pratique diferentes modalidades de leitura. Assim, você não terá apenas um estudo mais dinâmico, mas também, muito mais produtividade.

4. Faça pausas regulares

Muitos pensam que estudar por horas e horas é a melhor maneira de aprender. No entanto, além de ser desgastante, isso pode prejudicar os seus estudos. O ideal é fazer pausas regulares para descansar a mente e ter melhores resultados.

Uma dica é usar a técnica Pomodoro, que consiste em fazer pequenos intervalos de 5 a 10 minutos a cada 40 minutos focado — período chamado de “pomodoro”. Após 4 períodos, a pausa pode ser maior — de 15 a 20 min. Vale ressaltar, porém, que esses descansos devem ser feitos com cautela, ou você pode se distrair e perder a noção do tempo.

5. Desligue as notificações das redes sociais

Vivemos em uma era essencialmente digital e utilizamos nossos smartphones para realizar tarefas simples e complexas, como conversar com os amigos ou participar de uma entrevista de emprego. Ao mesmo tempo em que essas ferramentas são bastante práticas no dia a dia, elas podem ser prejudiciais para os estudos.

O ideal é que você mantenha os aparelhos eletrônicos longe na hora de estudar. Assim você não cai na tentação de abrir as redes sociais para ver se há alguma atualização nos seus perfis. No entanto, caso isso não seja possível, certifique-se de desligar as notificações para ficar livre de distrações. Há, também, a opção de instalar alguns aplicativos para ajudar nos estudos.

6. Coma alimentos que ajudam na concentração

Todo mundo sabe que o combo alimentação saudável e prática de exercícios físicos é fundamental para ter mais disposição, saúde e qualidade de vida. Mas você sabia que existem alimentos que são capazes de dar um gás no seu cérebro e ajudar na concentração? Não? Então você precisa ir mais à feira!

Alimentos como brócolis, peixes gordurosos — como salmão, cavala e sardinha —, castanhas em geral, espinafre, abacate, beterraba, linhaça e até mirtilos são exemplos dessas comidas poderosas para a mente. Portanto, inclua-os no seu cardápio e evite os produtos processados e ricos em açúcares e gorduras saturadas.

7. Monte um grupo de estudos

Às vezes, você tem dificuldade em uma matéria e, por mais que se dedique, não consegue assimilar os conteúdos sozinho. Nesse cenário, contar com a ajuda de colegas pode ser uma maneira de tornar o aprendizado mais produtivo. Afinal, cada um pode contribuir naquilo que é mais forte e sanar as dúvidas um do outro.

Atenção apenas na hora de escolher quem fará parte do grupo. Você quer pessoas dedicadas e comprometidas com os mesmos objetivos. Quatro é um bom número de integrantes — acima disso, pode virar bagunça e atrapalhar toda a rotina.

8. Avalie o seu progresso

Por fim, certifique-se de avaliar seus resultados e analisar se tudo aquilo que você tem feito está realmente funcionando. Se você verificar que os métodos adotados não estão gerando bons frutos, pare e veja o que você pode fazer diferente. Descobrir a melhor maneira de estudar é algo progressivo. Você não vai descobrir do dia para a noite. Portanto, não desanime e busque sempre maneiras de aumentar a produtividade. Em breve, você será recompensado e verá que tudo valeu a pena.

Manter o foco nos estudos e não perder o pique é algo que exige paciência e muito esforço, mas seguindo essas dicas e tendo sempre seus objetivos em mente, o desafio torna-se mais simples e rápido.

Esperamos que este artigo seja útil para que você tenha mais produtividade nos estudos. Quer ficar antenado em mais conteúdos como esse? Não deixe de curtir nossa página no Facebook. Siga também nosso perfil no LinkedIn. Bons estudos!

Facebook Comments