Muitas vezes, bater à porta da vida adulta pode provocar uma certa insegurança. Afinal, são poucos os jovens que possuem certeza de qual caminho seguir e, menos ainda, aqueles que têm total confiança de que serão bem-sucedidos.

Nesses momentos cruciais, é importante respirar fundo e não deixar que a ansiedade tome as decisões por você. Trabalhar como freelancer pode ser a oportunidade perfeita para conhecer as opções disponíveis e delinear com segurança um caminho para o seu futuro.

A modalidade de trabalho freela está ganhando espaço no mercado de trabalho nos últimos anos e já se provou ser a forma de trabalho do futuro. Além disso, ela permite que você flexibilize diversos aspectos em sua vida.

Quer entender melhor quais são as vantagens de trabalhar como freelancer? Separamos, neste post, as 5 principais. Acompanhe!

1. Flexibilidade, flexibilidade e mais flexibilidade

Como freelancer, você não precisará trabalhar a mesma quantidade de horas todos os dias, nem deverá começar e encerrar o trabalho em horários predeterminados.

Além disso, não será necessário correr para conseguir aproveitar o curto horário de almoço para realizar tarefas pessoais de horário comercial.

Como freelancer, você deve cumprir as tarefas solicitadas pelo cliente, mas a forma como realizará esse serviço será definida por você.

Se quiser trabalhar apenas três dias por semana, você pode, desde que cumpra tudo o que combinou com o cliente — além de demonstrar responsabilidade, você não queimar o seu filme e perder a chance de novas contratações.

Além disso, se necessitar ou quiser tirar férias — seja para se divertir ou para resolver algum assunto pessoal — você não precisa negociar com o chefe ou esperar pela época em que esse direito estará disponível.

Basta se programar ou manter um fundo de emergências guardado na poupança.

Você ainda vai encontrar flexibilidade de local de trabalho (você poderá trabalhar no seu quarto, em um espaço de coworking, café ou, até mesmo, durante viagens), de vestimenta (que tal trabalhar de pijama?), de horários (prefere trabalhar de madrugada?) e até de rendimentos (você ganha mais, se trabalha mais).

Mas cuidado: tanta liberdade exige disciplina e organização.

Você vai ser o seu próprio chefe. Por isso, atente para não pegar leve demais, ou correrá o risco de não ter dinheiro suficiente no fim do mês e poderá perder clientes.

2. Uma folga para os seus pais

Se você ainda não trabalha e quer começar a ajudar em casa ou, simplesmente, dar uma folga para os seus pais ganhando um dinheiro para fazer as coisas que gosta, o trabalho como freelancer é ideal, pois permite um comprometimento proporcional ao quanto você quer ganhar.

Se você já trabalha fora para ajudar seus pais, saiba que ser um freelancer pode ser a saída para fazer uma grana extra e investir em você mesmo.

Dependendo do modo e da seriedade com a qual você leva o trabalho, há chances até de substituir o seu emprego fixo — proporcionando renda igual ou maior.

Mas, atenção! Não jogue tudo para o alto para perseguir uma carreira como freelancer sem antes ter a certeza de que você não vai prejudicar a sua família.

Comece devagar, no seu tempo livre, e aumente o ritmo aos poucos — até mudar completamente de vida!

3. Currículo turbinado e aprendizado constante

Existem diversas formas de começar a trabalhar como freelancer.

Cada área demanda conhecimentos específicos.

Se você quer trabalhar como designer, por exemplo, precisa dominar os softwares de edição de imagens. Se quer ser redator, deve saber escrever muito bem.

Nesse sentido, escolher uma atividade freelance pode ser um bom exercício de autoconhecimento, afinal, você vai oferecer para o mundo aquilo que sabe fazer melhor.

Ao mesmo tempo, é uma maneira de aprender constantemente, pois a cada trabalho você vai precisar de novas habilidades — de forma a superar os desafios trazidos por cada cliente.

Todas essa bagagem vai somar ao seu currículo. E cada nova habilidade também vai contar pontos para conquistar novos clientes e também para futuras entrevistas de emprego — se assim você desejar.

Venda suas habilidades de forma que o cliente sinta confiança ao contratá-lo, mas não minta.

Evite afirmar que sabe fazer algo se você não domina minimamente o necessário para realizar a tarefa solicitada.

Você pode buscar cursos rápidos e workshops nas áreas de interesse para começar a desenvolver habilidades que ainda não possui. Outra dica é pesquisar por tutoriais online e treinar muito antes de se candidatar para um job.

4. Valorização do tempo e dos estudos

Graças a essas vantagens já listadas acima, você vai saber direitinho quais caminhos funcionam ou não para a sua vida.

Isso permite ser mais certeiro na hora de escolher como dar prosseguimento aos seus estudos.

Além disso, trabalhar como freelancer permite distribuir melhor o tempo dedicado ao trabalho e aos estudos, facilitando a sua vida e melhorando as suas notas.

Quando se fala em faculdade, então, isso é fundamental! Boas notas e tempo para participar das atividades extracurriculares são cruciais para aproveitar ao máximo a experiência do ensino superior.

É sempre bom lembrar o quanto disciplina e organização são importantes para conseguir manter uma relação saudável entre estudos, trabalho e lazer.

5. Ausência de limites territoriais

Parece estranho falar sobre limites territoriais, mas, pense bem: quando você procura por um emprego convencional, prioriza aqueles que são mais pertos de onde você mora, certo?

Esse tipo de limitação não existe quando você trabalha como freelancer.

Você pode morar em Chapecó e trabalhar para uma empresa de São Paulo, por exemplo. Se você domina línguas estrangeiras, pode trabalhar para outros países! O limite para o alcance do seu trabalho é apenas você quem dá.

Esse tipo de experiência pode render frutos ainda mais interessantes se, por exemplo, você atender a eventos da sua área de interesse — como congressos ou encontros.

A troca de conhecimentos proporciona um crescimento real — tanto pessoal como profissional.

Apenas tome cuidado se uma empresa distante e desconhecida solicitar seus serviços, para não ser vítima de maus pagadores. Busque sempre referências de clientes e sugestões de outros freelancers.

Trabalhar como freelancer pode ser o caminho ideal para conhecer as opções disponíveis para o seu futuro.

Muitos começam assim e seguem sendo freelancers a vida toda, ou usam esse tipo de trabalho para ingressar rapidamente no mercado e se destacar para uma vaga mais convencional em uma grande empresa.

A principal vantagem desse tipo de trabalho é a liberdade: tanto no dia a dia como na hora de tomar decisões.

Está preparado para experimentar a vida de freelancer? Curta nossa página do Facebook para receber mais dicas de estudos e trabalho!

 

Facebook Comments