Use sua nota do ENEM e ganhe 50% de desconto na matrícula.Powered by Rock Convert

Você pensa em prestar vestibular e está procurando o curso superior mais adequado, porém faltam informações para fazer tal escolha.

Sua meta, daqui por diante, deve ser tomar a decisão mais acertada e, para tanto, é preciso analisar diversos pontos. Dentre eles, as profissões em alta em Santa Catarina, informação que vai aumentar suas chances de ganhar a vida sem precisar mudar de Estado.

Prossiga a leitura deste post e descubra as 6 profissões que mais empregam nas cidades catarinenses!

O mercado de trabalho em Santa Catarina

Santa Catarina liderou as estatísticas de contratações em 2017: mais de 84 mil empregos foram gerados no Estado, somente no mês de janeiro.

Essa animadora notícia foi divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), baseada em informações fornecidas pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O levantamento feito pelo Cadastro mostrou que a indústria vem empregando com força considerável, com 5.904 novas vagas ocupadas.

Logo a seguir aparece o setor agropecuário, responsável pelo novo emprego de 3.409 pessoas.

A força da indústria em Santa Catarina

Santa Catarina possui um expressivo parque industrial, colocando o estado em destacada posição no país.

A indústria de transformação é das mais fortes: ocupa o quarto lugar no Brasil em quantidade de empresas, sendo o quinto lugar nacional no quesito geração de empregos.

Todo esse dinamismo de um estado cuja grandiosidade ajuda a mover o país é refletido em sua participação na composição do PIB (Produto Interno Bruto): segundo o IBGE, Santa Catarina é uma das seis principais economias nacionais.

Nada menos do que 4,2% de toda riqueza brasileira foi produzida no Estado, de acordo com a última pesquisa feita pelo Instituto.

Como a força da indústria alcança o elemento humano

Se você tem aquele velho conceito de que trabalhar na indústria é assumir tarefas monótonas e repetitivas, fique atento: as fábricas usam cada vez mais tecnologias de ponta em seus processos.

Esse fator faz com que o ambiente industrial precise de mão de obra altamente qualificada.

Muito mais tecnológica, a produção industrial depende em grande parte de pessoas capacitadas a resolver as dificuldades que ocorrem durante a produção.

Desse modo, preparar-se para exercer atividade em um dos polos industriais de Santa Catarina é excelente escolha para o futuro.

Mas lembre-se: ao considerar uma carreira, avalie o grau de afinidade com as atividades exercidas no futuro emprego. Para conseguir destaque em uma atividade, é preciso gostar da rotina de trabalho.

A expressividade do agronegócio no estado

O setor agropecuário é um dos que mais emprega em Santa Catarina, nono maior produtor agrícola do país, conforme dados divulgados pelo IBGE.

Para você ter uma ideia do que é o agronegócio no Estado, pense que 700 mil empregos diretos são criados apenas no território catarinense, participando com 29% na composição do Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

Como a força do agronegócio alcança o elemento humano

Como impulsionador da economia catarinense, o agronegócio é importante gerador de emprego e renda na região. Os trabalhos ligados à produção agrícola e animal são, hoje, responsáveis pela atração e manutenção de grande quantidade de mão de obra jovem no Estado.

Cursos superiores qualificam a força de trabalho que atuará na cadeia produtiva ligada ao agronegócio, cuja demanda por profissionais formados é constante e crescente.

Agora que você já tem um panorama do mercado de trabalho em Santa Catarina, vamos revelar quais são as 6 profissões em alta no estado.

As profissões em alta hoje

Elas têm em comum o alto grau de empregabilidade, bons salários e o fato de serem profissões em alta em Santa Catarina.

São 6 cargos de nível superior que aumentam a segurança de o estudante — recém-saído do Ensino Médio — investir em uma carreira. Confira as profissões elencadas abaixo para você se animar e escolher aquela mais indicada para o seu perfil:

1. supervisor de contabilidade e finanças;

2. gerente de vendas;

3. analista de recursos humanos;

4. analista de marketing;

5. engenheiro do meio ambiente;

6. analista de logística

Daqui para frente vamos revelar a você tudo sobre essas profissões. Acompanhe:

1. Supervisor de contabilidade e finanças

A profissão é ligada ao setor contábil, e quem a exerce é responsável por liderar as áreas contábil e fiscal da empresa.

Dentre as atribuições do supervisor contábil está a integração e a importação de informações e dados entre os diferentes departamentos da organização.

Ou seja, cabe a esse supervisor fazer com que o trânsito de dados aconteça com eficiência.

Esse profissional trabalha direta ou indiretamente com o departamento pessoal, com o setor de vendas e financeiro do empreendimento, bem como atua nas áreas financeira, fiscal e de custos.

Sua atuação se dá na conferência, exame e liberação de documentação, a exemplo de inventários, balanços e balancetes.

Identificar problemas e buscar soluções e inovações para a área de atuação são algumas das diversas missões do Supervisor de Contabilidade e Finanças.

Também fazem parte de suas atribuições a conferência e instrução de procedimentos relacionados a estornos e conciliações, fechamento de contas e elaboração de planilhas de custos da empresa.

É desse profissional a responsabilidade de zelar pela gestão contábil da organização, acompanhando e dando suporte a todo tipo de procedimento que envolva contabilidade.

Curso para atuar na área

Para fazer carreira e ter desempenho à altura do esperado na profissão, é necessário que o candidato a supervisor de contabilidade e finanças faça uma graduação em Ciências Contábeis.

Perfil do profissional

O supervisor contábil deve ser hábil em raciocínio lógico e possuir capacidade de adaptação — pois o mundo da contabilidade e o mercado financeiro estão em constante mudança.

Saber liderar, delegar tarefas, gerir pessoas e trabalhar em equipe são habilidade interpessoais valorizadas em um supervisor contábil.

Dinamismo, proatividade e comprometimento — aliados à ética — completam os atributos que fazem o sucesso na carreira.

Campo de trabalho

A demanda por profissionais aptos ao exercício do cargo de supervisor contábil ocorre em empresas de todos os ramos e setores, bem como em escritórios especializados em contabilidade.

Há ainda a opção de trabalhar como autônomo, prestando assessoria contábil a organizações de diferentes tipos e setores.

Evolução na carreira

A carreira de um supervisor contábil geralmente inicia com o cargo de analista contábil. Contador, gerente contábil e diretor financeiro são as evoluções que ocorrem de acordo com o tempo e com o progresso das competências do profissional.

2. Gerente de vendas

A contribuição do gerente de vendas dentro da empresa é estratégica, porque inclui planejamento, direção, organização e controle de processos ligados a recursos e informações.

Suas tarefas vão desde o controle financeiro até a criação de campanhas.

Para ir de um ponto a outro dessas possibilidades de atuação, o gerente de vendas assume funções de apoio à área de vendas, planejamento de demandas, elaboração de orçamentos, além de entrar em contato com clientes e executar diversas tarefas relacionadas às demandas sob sua responsabilidade.

Curso para atuar na área

A gerência de vendas é trabalho para o profissional que escolhe cursar Administração de Empresas, ou outro curso superior que habilite o profissional para exercer as funções do cargo.

Perfil do profissional

Habilidoso em negociação e no relacionamento interpessoal, o candidato à vaga de gerente de vendas deve ter muita facilidade de comunicar suas ideias. É preciso, ainda, ter capacidade para enfrentar riscos e trabalhar sob pressão.

Criatividade, agilidade de pensamento e domínio de informática são qualidades esperadas desse profissional, que se beneficia muito de fluência em idiomas estrangeiros.

Campo de trabalho

A extrema relevância da área de planejamento e execução de vendas nas empresas assegura múltiplas oportunidades ao trabalhador que busca um cargo de gerente de vendas.

Empresas de todos os setores procuram pessoas aptas a exercer o cargo. O especialista em vendas pode atuar em corporações de diferentes áreas e portes.

Abrir sua própria representação comercial ou consultoria é outra maneira de fazer carreira em vendas.

Evolução na carreira

A carreira de um gerente de vendas pode iniciar na função de vendedor. A evolução profissional é questão de tempo, formação e dedicação.

De vendedor, o profissional pode passar a representante comercial, gerente de vendas — e até se tornar um diretor comercial.

3. Analista de recursos humanos

O analista de recursos humanos tem como responsabilidade orientar e apoiar a empresa nos processos que envolvem gestão de pessoas.

A esse profissional é delegada a tarefa de analisar contratações, mudanças, promoções e transferências de cargos e funções.

Encarregar-se de demissões e outras condutas relacionadas à movimentação de pessoal é sua missão, bem como cuidar da aplicação de normas e procedimentos que contribuem com a tomada de decisões nos assuntos relacionados ao gerenciamento de recursos humanos.

Curso para atuar na área

Uma graduação em administração ou ciências contábeis, seguida de uma pós-graduação em gestão de pessoas, habilita o estudante a atuar como analista de recursos humanos.

Perfil do profissional

O analista de recursos humanos deve estar pronto para gerir estrategicamente o pessoal a serviço de uma organização. Para isso, precisa de capacidade de liderança e tomada de decisões.

Habilidades que favorecem a comunicação e permitem identificar e reter talentos são diferenciais para a carreira decolar.

Campo de trabalho

O analista de RH é um profissional requisitado por toda empresa — como organizações de diversos tamanhos, indústrias e outros estabelecimentos.

Evolução na carreira

O plano de carreira engloba os cargos de assistente, analista, coordenador, especialista, supervisor, gerente e diretor.

4. Analista de marketing

Cada vez mais as empresas buscam profissionais qualificados para destacar seus produtos e serviços no mercado. Nesse contexto, o analista de marketing tem visibilidade e procura assegurados.

Seu trabalho consiste em traçar estratégias e planos a fim de que a empresa alcance as metas e os objetivos estipulados pela direção. Das suas atribuições, faz parte atuar em diferentes mídias e implementar padrões de comunicação visual e escrita para a organização.

Para conseguir esses resultados, o analista de marketing se vale de diversos recursos e conhecimentos, que incluem elaboração de questionários e pesquisas de mercado para análise dos dados coletados.

Tudo é feito para promover — com eficiência — determinada marca, produto ou serviço.

Curso para atuar na área

É possível começar na carreira com a graduação em Administração e buscar especialização em Marketing por meio de uma pós-graduação.

Perfil do profissional

O analista de marketing deve ter liderança, raciocínio analítico, capacidade para ir além do senso comum, natural curiosidade e estar aberto a mudanças e inovações.

Precisa ser capaz de interpretar os anseios do público, entender a sociedade em funcionamento ao seu redor e o mercado no qual sua empresa está inserida.

É imprescindível que esse profissional tenha familiaridade com as diversas tecnologias de informação e comunicação (TIC) e capacidade para usar ferramentas e plataformas digitais.

Campo de trabalho

O profissional de marketing encontra um vasto campo de atuação. Ele pode trabalhar na área de marketing de empresas, em agências especializadas e institutos de pesquisa, além de prestar consultorias a organizações privadas e atuar em órgãos públicos.

E mais: como empresas de todos os portes identificaram a necessidade de investir em Marketing Digital, a procura por especialistas nessa área é crescente, dando mostras de continuar em franca ascensão por muito tempo.

Evolução na carreira

A carreira do analista de marketing divide-se em júnior, pleno e sênior.

Como o segmento está em plena expansão, aumentam as chances de um profissional competente evoluir rapidamente na profissão.

5. Engenheiro do meio ambiente

Toda atividade humana provoca impacto sobre o meio ambiente — e é tarefa do engenheiro ambiental aplicar seus conhecimentos em prol da preservação dos recursos naturais.

Com base em metodologias de gestão ambiental e conhecimentos específicos da legislação ambiental, o profissional busca preservar recursos, promover desenvolvimento sustentável, avaliar os efeitos das atividades do homem sobre a natureza e planejar ações que contribuem para minimizar os resultados negativos das operações comerciais e industriais.

Outra preocupação do engenheiro ambiental é com a saúde humana. Para preservá-la, esse profissional procura meios de reduzir diferentes tipos de poluição: ar, água, solo e sistemas ambientais.

Atuar no saneamento, planejar sistemas de drenagem para evitar enchentes e inundações, recuperar áreas degradadas: esses são alguns dos trabalhos do engenheiro sanitarista e ambiental.

Além disso, é possível atuar na construção civil, área em que há muito a ser feito por esse engenheiro. Ele possui capacitação para analisar o impacto causado por construções no meio ambiente e também para emitir laudos e pareceres técnicos.

É esse profissional que obtém a licença ambiental indispensável à execução de qualquer obra. Outras tarefas do engenheiro ambiental incluem a fiscalização da emissão de gases e do descarte de resíduos em indústrias.

Curso para atuar na área

O bacharelado em Engenharia Ambiental e Sanitária habilita o estudante a trabalhar como engenheiro do meio ambiente.

Perfil do profissional

O engenheiro sanitarista e ambiental deve dominar matemática e química, assim como ciências físicas e biológicas.

Como sua atividade profissional vai ser desempenhada em conjunto com outros profissionais de diferentes áreas, esse engenheiro deve ser capaz de trabalhar em equipe.

Algumas qualidades contam a favor do interessado no curso de engenharia ambiental e sanitária, como ética, responsabilidade, capacidade de pensamento sistêmico e facilidade de comunicação interpessoal.

Campo de trabalho

O mercado de trabalho do engenheiro ambiental e sanitário aumentou muito nos últimos anos. Pesquisa publicada na revista Forbes aponta a Engenharia Ambiental em quinto lugar no ranking das 15 graduações mais promissoras.

Regiões onde há grande concentração de atividades agrícolas e industriais — como Santa Catarina — têm grande demanda por esse profissional.

Além do agronegócio e da indústria empregarem o estudante formado em Engenharia Ambiental e Sanitária, também há oportunidades para esses profissionais no setor público.

Grandes construtoras do país, produtoras de petróleo, gás e energia são outros exemplos de empresas que contratam engenheiros ambientais.

Evolução da carreira

O engenheiro ambiental e sanitário entra em uma grande empresa na posição de trainee. Depois de um tempo na empresa é possível alcançar os cargos de engenheiro júnior e engenheiro sênior.

Gerenciar equipes de trabalho faz parte da trajetória de muitos engenheiros ambientais. Postos de direção e prestação de consultorias integram as possibilidades da carreira.

6. Analista de logística

A atuação de um analista de logística inclui negociar com fornecedores, analisar compra de produtos, maquinários e equipamentos — sempre com foco no desenvolvimento da empresa.

Outras atividades são inerentes ao cargo, entre as quais a racionalização de atividades organizacionais e o aperfeiçoamento de técnicas ligadas aos processos produtivos.

A gestão de projetos é uma das atribuições do analista de logística, tarefa que visa minimizar perdas e otimizar o uso dos recursos da empresa.

Esse profissional tem diversas responsabilidades, tais como:

  • controlar o estoque;

  • acompanhar o atendimento de pedidos;

  • orientar a armazenagem, embalagem e o transporte de produtos.

Mais um dado importante: o analista trabalha diretamente com profissionais de áreas distintas da empresa, como integrantes do departamento comercial, financeiro, de transporte e almoxarifado.

Curso para atuar na área

A graduação em Engenharia de Produção habilita o estudante a exercer o cargo de analista de logística.

Perfil do profissional

Capacidade para liderar, boa comunicação e relacionamento interpessoal, agilidade e dinamismo são qualidades que fazem um analista de logística crescer na profissão.

Esse analista tem mais facilidade para atuar na área se possuir a habilidade de trabalhar sob pressão, além de jogo de cintura para contornar situações de conflito.

Campo de trabalho

O profissional de logística pode atuar em todo tipo de empresa, havendo demanda por seu trabalho em organizações do setor de alimentos, móveis e decorações, eletroeletrônicos e e-commerces.

Evolução na carreira

A trajetória profissional de um analista de logística inclui cargos de gerência e supervisão.

Como se capacitar para ocupar esses cargos?

Todos esses cargos são direcionados a profissionais qualificados por meio de graduação específica.

Isso significa que, para exercer alguma dessas seis profissões em alta no estado de Santa Catarina, é preciso ter o diploma de uma graduação. Matricular-se no ensino superior, então, é pré-requisito para fazer carreira nas áreas mais promissoras no Estado.

A carência de profissionais bem preparados para atuar nos cargos de especialistas faz com que os salários do pessoal mais capacitado sejam muito atrativos.

Se essas razões ainda não são suficientes para você se matricular o quanto antes em um curso superior, veja abaixo mais 5 motivos que tornam um diploma indispensável:

1. O mercado de trabalho está a cada dia mais exigente

Encontrar um trabalho é cada vez mais difícil para quem só tem o ensino médio, já que os melhores cargos são ocupados por pessoas com diploma superior.

Portanto, quem interrompe os estudos antes de obter um diploma universitário, acaba tendo de se contentar com funções mal pagas, quando não é obrigado a enfrentar difíceis batalhas contra o desemprego.

2. O ambiente acadêmico amplia a visão de mundo

O ambiente da faculdade é o lugar certo para sair do senso comum e perceber melhor o mundo ao redor.

Ter contato com os professores e vivência com os colegas proporciona interações construtivas, que poderão levá-lo a novos pontos de vista, além de ser uma ótima oportunidade para melhorar seus relacionamentos interpessoais e fazer networking.

3. O ensino superior está mais acessível

Em um passado não muito distante, fazer faculdade era privilégio destinado a poucas pessoas.

Agora, o ensino superior está mais acessível, pois seus vários incentivos — como descontos sobre as mensalidades, financiamento estudantil e bolsas — alcançam grande número de estudantes.

4. A graduação resulta em novas perspectivas de vida

A graduação é uma oportunidade de sair do conformismo e melhorar suas perspectivas para o futuro. A educação abre caminhos, multiplica oportunidades e acelera o crescimento pessoal e profissional.

Seja qual for sua decisão sobre a carreira, é necessário tirá-la do plano imaginário e transformá-la em realidade. Só dessa maneira você vai ter o sucesso que deseja e merece!

5. O diploma do ensino superior é valorizado no Brasil

valorização do diploma de ensino superior se expressa nos valores dos salários, que chegam a ser até 152% mais altos para os diplomados, em comparação com os profissionais de nível médio — de acordo com levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP).

Como escolher certo uma profissão?

Agora que você já está por dentro das profissões em alta em Santa Catarina, sabe como fazer para se capacitar nas áreas em ascensão e por que um diploma é essencial, confira dicas imperdíveis para escolher sua carreira!

Analise seus gostos e habilidades

Sua decisão quanto à escolha profissional deve começar por uma criteriosa análise daquilo que é capaz de motivar você. Portanto, como as mais simples perguntas tendem a apontar conclusões reveladoras, você pode começar sua reflexão por questões básicas, que levem ao autoconhecimento.

Nesse sentido, pergunte a si mesmo: o que o move? Que tipo de atividade o estimula, com qual prática ou hobby você tem mais afinidade? Voltar o olhar para si mesmo dessa maneira e identificar interesses e valores é imprescindível para tomar uma decisão com grandes chances de acerto.

Fique atento ao seu perfil

Analisar o seu perfil vai fornecer elementos para identificar, por exemplo, com qual grande área do conhecimento você se encaixa melhor, se das Exatas ou Humanas. Esse já é um bom começo para optar pelo curso superior certo, aquele para seguir firme até obter o diploma.

Mais um jeito campeão de conhecer qual caminho profissional está mais alinhado à sua personalidade e metas é realizar um teste vocacional. Existem muitas alternativas dessa modalidade de exame, incluindo versões online, gratuitas e com duração de poucos minutos.

Busque por quem já trabalha na área

Procurar interagir com profissionais atuantes em carreiras que despertam o seu interesse ajuda a saber se determinada profissão oferece o que você quer. Uma boa estratégia para conseguir esse contato é participar das feiras profissionais, eventos voltados a reunir quem busca uma profissão e quem já trabalha nela.

Nessas feiras, você vai ter acesso a uma grande quantidade de elementos para favorecer sua tomada de decisão. Entre eles, palestras ministradas por orientadores, conversas com professores de diferentes disciplinas e oficinas estruturadas para promover o primeiro contato entre você, futuro universitário, e a profissão que pensa em seguir.

Pesquise a fundo as profissões

Algumas carreiras chamaram a sua atenção? Pois bem, busque conhecer o máximo possível a respeito delas! Isso vai permitir averiguar se as atividades exercidas no cotidiano profissional são compatíveis com seu estilo de vida e anseios de realização.

Coletar a maior quantidade disponível de dados sobre a profissão pretendida contribui também para ganhar familiaridade com seus demais aspectos, tais como o reconhecimento social e o retorno financeiro que propicia.

Essa visibilidade tende a ser determinante para você “abraçar” de vez um caminho ou desistir de seguir sua trajetória. Por exemplo, para quem considera cursar Medicina Veterinária, não basta gostar de animais: é preciso ser capaz de lidar com eles em toda a sua complexidade.

Saber isso de antemão é crucial para checar se há compatibilidade com as atribuições do trabalho. Por consequência, ainda seguindo com o exemplo, conhecer que tipos de atendimentos presta um veterinário, em que ambiente ele atua, quantas horas compõem a sua jornada diária e outros aspectos profissionais é fundamental.

Guie sua escolha pela afinidade

Como já citado, o retorno financeiro deve ser posto na balança na hora de analisar o potencial de uma profissão. Porém, é desaconselhável escolher uma área de atuação baseando-se somente no nível salarial possível de atingir.

Veja que empenho e dedicação demandam afinidade com as práticas profissionais. Portanto, na falta desse envolvimento, as chances de sucesso — inclusive relacionado aos ganhos monetários — ficam reduzidas, enquanto as de frustração sobem consideravelmente.

Nesse sentido, fuja de direcionar sua pesquisa apenas à parte econômica das muitas profissões existentes. Lembre-se: a sua melhor escolha será aquela capaz de levar à satisfação de fazer algo que você realmente goste.

Conheça os desafios à sua espera

Saber de antemão os pontos desafiadores da carreira que se quer seguir é essencial para checar se há compatibilidade com as atribuições do trabalho.

Dessa maneira, ainda seguindo com o exemplo da carreira em veterinária, é importante entender que esse profissional presta atendimento em situações que exigem extremo equilíbrio e sangue-frio.

Estar a par dos ambientes em que ele atua, de como é sua jornada diária e a quais públicos são destinados seus serviços estão entre as muitas especificidades fundamentais para se estar ciente.

Levantar tais aspectos antes de começar uma jornada formativa servirá para você pensar se tem — ou não — o perfil que certa carreira demanda. Afinal, todo trabalho envolve dificuldades, e saber quais são elas é um facilitador para você notar se tem aptidão para contorná-las.

Invista na sua qualificação

Decidiu subir na vida, ter sucesso, reconhecimento e dar uma direção para os seus talentos? Saiba que seu próximo passo deve ser investir em si mesmo, de forma a construir o seu futuro profissional.

Como você viu anteriormente aqui no post, as profissões em alta em Santa Catarina são todas de nível superior. Isso significa que, ao escolher uma das carreiras que mais empregam e mais bem remuneram na atualidade, considerando-se a região Sul do país, você tem de cursar uma graduação.

Como as vantagens de fazer faculdade foram elencadas em um tópico próprio, vamos aqui apenas ressaltar que não serve qualquer faculdade: tem que ser de qualidade.

Tenha em mente que aproveitar todos os benefícios de um bacharelado, tecnólogo ou licenciatura depende, principalmente, de você se matricular em uma instituição de ensino certificada pelo Ministério da Educação(MEC) e com nota alta no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

A infraestrutura do local também vai influenciar sua aprendizagem; logo, a faculdade precisa oferecer instalações bem equipadas, com recursos tecnológicos avançados. Quanto aos professores, alto nível de qualificação e experiência na área ligada à disciplina que ensinam são indispensáveis.

Em relação aos cursos, fique atento se estão alinhados às demandas do mercado atual, que valoriza formação integral. Para isso, devem ter grades curriculares que privilegiem a conexão entre conhecimentos teóricos e práticos.

Ao longo do post, você descobriu o atual panorama do Estado no que se refere às áreas que mais movimentam sua economia. Em seguida, conheceu 6 carreiras em evidência, bem como informações sobre cada uma delas e dicas para acertar na escolha.

Além disso, aprendeu o que considerar ao decidir pela faculdade ideal para obter formação de nível em alguma das profissões em alta em Santa Catarina. Com essas informações apresentadas, esperamos ter contribuído para sua tomada de decisão. Agora é com você: tenha foco em sua meta e prossiga firme até alcançá-la!

De todas as profissões elencadas neste post, qual chamou mais a sua atenção? Já se imagina fazendo a graduação ou ainda está na dúvida? Comente aqui suas impressões sobre faculdade e carreira!

Facebook Comments
50% de desconto na matrícula usando nota do ENEMPowered by Rock Convert