A Engenharia sempre foi muito requisitada por jovens que prestam vestibular e anseiam por uma carreira bem-remunerada no futuro. É sempre válido lembrar que o mercado de Engenharia é dividido em vários segmentos — Mecânica, Química, Civil, Automação, Computação etc. — e que cada um possui sua particularidade. Portanto, quando for decidir o seu curso, tenha em mente os seus gostos e com o que você realmente quer trabalhar a longo prazo.

Mas, afinal, será mesmo que vale a pena apostar na graduação dessa área? O que podemos esperar desse mercado? Neste post, elaboramos uma lista com as principais tendências do mercado de Engenharia para tirar todas as suas dúvidas. Confira!

Aquecimento das principais áreas do mercado de Engenharia

Engenharia Civil

Após o aumento da renda geral da população e, consequentemente, do consumo desenfreado, nos últimos anos, a Engenharia Civil começou a apresentar elevados índices de crescimento, principalmente graças ao mercado imobiliário.

Você pode se perguntar: “Mas a compra e venda de casas e apartamentos não decaiu após a última crise financeira”? Sim, porém, além de já possuir projeções positivas para os próximos anos, o segmento não se limita somente a esse mercado. Ele está presente na produção de energia, mineração, agronegócio, entre outras áreas que estão em alta neste momento.

Engenharia de Produção

O futuro do engenheiro de produção tem como base o avanço e a chegada de novas tecnologias — como a internet das coisas, inteligência artificial, análise de dados, impressora 3D, entre outros. Com a maior demanda por esses mecanismos, que têm o objetivo de acelerar e flexibilizar os mais diversos processos de produção, haverá necessidade de mais pessoas capacitadas para comandá-los, aumentando a oferta de oportunidades para esses profissionais.

Engenharia de Computação

Assim como no segmento de produção, a tendência primordial na Engenharia de Computação é a tecnologia. Há expectativas de que os programas e máquinas se tornem cada vez mais avançados e presentes no cotidiano da população. Sendo assim, esse curso é uma opção válida para os anos que seguem.

Engenharia Mecânica

A Engenharia Mecânica é um dos segmentos mais diversificados do mercado. Não se restringindo somente à área do automobilismo — a qual também é vista com boas projeções, graças ao maior cuidado com a sustentabilidade em todos os ramos —, esse curso tem o objetivo de criar soluções práticas e inovadoras durante o desenvolvimento de sistemas mecânicos. Mais uma vez, o crescimento do consumo e a procura por eficiência vão abrir várias possibilidades para quem escolher esse segmento.

Necessidade de qualificação técnica e teórica

A economia não anda bem, não é mesmo? Você já deve ter percebido a quantidade assustadora de pessoas desempregadas nesses últimos tempos. Afinal, até as grandes empresas têm que diminuir a quantidade de funcionários em momentos de crise e, como consequência, há um aumento no nível de exigência de qualificação técnica e teórica do trabalhador.

Para que o futuro engenheiro continue recebendo várias ofertas, com boas remunerações e em companhias renomadas, é preciso que ele invista tempo para se qualificar ao máximo. O importante é se destacar e se tornar um profissional acima da média.

Demanda por profissionais com bom relacionamento

Ter uma boa comunicação e saber trabalhar em equipe são duas qualidades que as empresas vão buscar em um trabalhador. E, embora pareçam artifícios básicos de qualquer pessoa, muitos profissionais acabam focando apenas nos conhecimentos técnicos e se esquecem de formar um bom relacionamento com a equipe, os supervisores e clientes, o que acaba afetando o processo do trabalho.

As companhias não estão mais dispostas a investir em colaboradores que não possuem habilidades sociais e que não conseguem trabalhar com outras pessoas — isso não é algo eficiente. Portanto, se você quer ser um engenheiro com muitas ofertas de emprego, foque-se em ter boas atitudes sociais e não somente em aumentar sua quantidade de especializações.

Utilização de novas tecnologias

Como já falamos, não há dúvida de que o avanço das tecnologias vai impactar diretamente todos os ramos do mercado. Muitos cargos serão substituídos por máquinas, tornando-se obsoletos — e a Engenharia não está fora disso!

Contudo, embora já seja esperado o desaparecimento de diversas formas de trabalho braçais, novos empregos também serão criados a fim de suprir as novas demandas desse novo mercado automatizado.

Além disso, os profissionais da área vão começar a trabalhar lado a lado com essas novas tecnologias, tendo a chance de experimentar inovações em equipamentos, novos softwares, otimização de materiais, entre outros.

Crescimento da Engenharia sustentável

O viés da sustentabilidade não é brincadeira: cada vez mais, as grandes potências estão percebendo os efeitos drásticos que a utilização exagerada dos recursos naturais sem a devida conservação pode trazer. Sendo assim, não tinha como a Engenharia sustentável ficar de fora da nossa lista de tendências, não é mesmo?

Nesse cenário, as equipes de Engenharia vão ter que fazer planos e projetos, tendo como base o conceito de sustentabilidade e a utilização dos meios naturais de forma racional a fim de não comprometer gerações futuras.

Automatização dos processos

Atualmente, a automatização já é uma realidade e traz diversos benefícios para a produção: monitoramento de resultados em tempo real, otimização do tempo, geração de relatórios precisos de performance etc. A tendência é que os sistemas automatizados se tornem ainda mais presentes na rotina do profissional, fazendo com que ele tenha um papel indispensável na condução desses processos.

Desafios da eficiência energética

Não é de hoje que enfrentamos desafios da eficiência energética e também não será amanhã que iremos superá-los. Nesse sentido, o papel do engenheiro é procurar soluções, por meio de projetos e processos, com o objetivo de diminuir a dependência dos recursos naturais para a produção de energia. Esse é um ramo da Engenharia no qual dificilmente faltará oportunidades algum dia.

Viu como a Engenharia é uma ótima aposta para a graduação? Então, procure uma boa instituição de ensino e faça a sua inscrição no segmento com o qual mais se identificar. Aproveite todo o potencial de crescimento que essa área vai oferecer nos próximos anos.

Gostou de aprender sobre as tendências para o mercado de Engenharia? Então, continue com a gente. Saiba também quais são os principais desafios de um universitário para já chegar na graduação preparado para tudo!

 

Facebook Comments