Até pouco tempo atrás, as pessoas escolhiam suas profissões por motivos como estabilidade financeira e demanda pela mão de obra em determinada área. Com isso, profissão e satisfação com o trabalho raramente coincidiam. Mas no mundo dos millennials, trabalho e prazer têm de andar juntos.

Por isso, transformar um hobby em carreira deixa a posição de sonho para significar maiores chances de sucesso profissional.

Descubra, a partir de agora, pontos importantes sobre o que é hobby e como transformá-lo em profissão!

Saiba o que é um hobby

Hobby quer dizer passatempo em inglês — atividade praticada por prazer nas horas vagas. A finalidade principal de ter um hobby (ou vários hobbies) é relaxar e descontrair.

Portanto, dificilmente alguém começa um hobby pensando em ganhar dinheiro.

Mas você sabia que muitos projetos grandiosos começaram no formato de simples passatempos? Confira alguns exemplos:

O sistema operacional Linux

Linus Torvalds, em setembro de 1991, lançou a primeira versão do sistema operacional Linux. Na época ele tinha apenas 22 anos e cursava Ciência da Computação na Universidade de Helsinque.

Sua criação, que até então era um hobby, entrou para a história e alavancou de vez a carreira do inventor.

3D Robotics

Essa empresa é considerada uma das principais fabricantes de drones no mundo. O fundador, Chris Anderson (em sociedade com Jordi Munoz), conseguiu transformar um hobby em carreira.

Seu passatempo era construir robôs com seus filhos. Daí a fundar a própria empresa e vender tecnologia pelos quatro cantos do planeta foi uma questão de visão e de organização.

O resultado: fama, sucesso e dinheiro, muito dinheiro.

YouTube

O maior site de compartilhamento de vídeos da atualidade começou como um hobby. Seus fundadores, Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, trabalhavam no PayPal em 2005, quando desenvolveram e lançaram o site.

Vendido para o Google em 2006 por US$ 1,65 bilhão, o YouTube conta agora com mais de um bilhão de usuários.

Verifique o potencial do hobby

Quando se trata de decidir o futuro, uma boa dose de pé no chão é fundamental. Veja que converter o passatempo em fonte de renda não acontece em um passe de mágica. Requer muito esforço e dedicação.

Isto posto, saiba que há um investimento a ser feito. Portanto, uma ocupação que não dá retorno é apenas um passatempo — e há hobbies bem caros.

Saiba como identificar se o hobby que você pratica tem chance de se transformar em uma carreira rentável:

  • Existe demanda pelo que você sabe fazer?

  • Há cursos de aperfeiçoamento disponíveis para seu crescimento profissional?

  • Mais pessoas já conseguiram sucesso ao exercer a atividade que você quer praticar profissionalmente?

Se a resposta para alguma dessas perguntas foi positiva, então, há uma boa chance de um hobby se tornar uma ocupação profissional.

Ganhe experiência

Você analisou bem seu passatempo e viu que é viável fazer dele uma profissão. Agora é começar a investir nessa ideia. Uma maneira eficiente de executar o plano é dedicar mais tempo à atividade.

Outra ideia é tentar conseguir alguma remuneração, mesmo que baixa, pelos trabalhos realizados. Dessa forma, você vai ganhar experiência — elemento importante à profissionalização.

Invista em networking

Aumentar sua rede de contatos é um jeito inteligente de coletar informações sobre a carreira que você decidiu construir.

Também é uma maneira de trocar experiências com outras pessoas que já trilharam o mesmo caminho escolhido por você.

Por tudo isso — além de necessário —, investir em networking é muito enriquecedor.

Aperfeiçoe seu talento

Você pratica seu hobby e sabe que é bom no que faz, mas, para ser profissional isso não basta. Fazer carreira exige muito mais do que ser bom, é preciso se especializar no ramo, aperfeiçoar seus conhecimentos e perseverar.

Por exemplo, imagine uma estudante do ensino médio cuja trajetória escolar foi toda trilhada em escolas públicas e que sempre teve gosto pelas artes visuais.

Essa estudante passava grande parte do tempo livre desenhando. Para ela, era um hobby. Trabalhou em alguns locais como freelancer enquanto não decidia que curso superior escolher.

Com os ganhos, ela pode ingressar em uma faculdade: arquitetura e urbanismo foi sua opção.

Já no segundo semestre do curso começou a estagiar na área. O que era hobby se transformou em uma profissão.

Portanto, veja que talento só não é suficiente. É necessário identificar o curso superior que vai levá-lo aonde você quer, além de foco para prosseguir adiante.

Escolha o curso certo

A escolha do curso certo para profissionalizar o seu talento é fundamental para o sucesso na carreira.

Portanto, direcione seus esforços para encontrar uma graduação que possibilita adquirir conhecimentos para tornar seu passatempo um ganha pão, elevando a sua posição de amador para um profissional da área em que decidiu atuar.

Veja, abaixo, 5 cursos superiores que podem promover um talento à condição de especialista:

  1. Administração: se você possui afinidade com liderança e empreendedorismo, vai encontrar nesse curso os elementos certos para sua carreira;

  2. Ciências Contábeis: ideal para você que tem facilidade com os números e acredita que matemática é o seu negócio;

  3. Engenharias: da área das exatas, os cursos de engenharia são para entusiastas de ciências e cálculos.

  4. Odontologia: para os habilidosos, detalhistas e que gostam de lidar com o elemento humano;

  5. Agronomia: mais um curso feito na medida para aqueles que sonham em trabalhar com as ciências, neste caso aplicadas à produção animal e vegetal.

Parta para a profissionalização

Você decidiu focar no seu talento, investiu tempo e disposição para descobrir até onde ele pode levá-lo e agora está seguro de que o seu futuro está em determinada profissão.

Excelente! Esse é o momento de partir para a conquista de sua meta. Ou seja: levar o hobby para o campo profissional e passar a viver disso.

Profissionalizar-se deve ser o seu objetivo daqui por diante. Cursos livres são ótimos, pois agregam conhecimentos e servem como complementos ao curso superior. No entanto, eles não substituem uma graduação.

Em um contexto em que somente os mais bem preparados se destacam no mercado de trabalho, cursar uma faculdade é parte de uma carreira de sucesso.

Mostramos a você que talento — quando bem trabalhado — tem tudo para virar uma profissão.

Com sua habilidade e empenho, transformar o hobby em carreira é apenas questão de tempo e dedicação. Lembre-se: nada de desanimar. Construir o futuro leva tempo, mas compensa toda a energia e empenho empregados na conquista das metas!

Agora que você está pronto para usar seu talento e fazer do hobby um meio de vida, compartilhe este post em suas redes sociais! Quem sabe algum amigo tenha os mesmos interesses?

Facebook Comments