Biomedicina vale a pena? 6 motivos para cursar

6 minutos para ler

A Biomedicina é uma área da saúde que se dedica a investigar doenças que afetam os organismos vivos e o meio ambiente. Os profissionais encontram um mercado de trabalho aquecido e repleto de oportunidades promissoras, além de salários atrativos.

A procura por biomédicos é crescente, tanto para a atuação clínica quanto laboratorial, diagnóstico, pesquisa e inovação. Na faculdade, os alunos encontram um currículo que engloba diferentes setores, como Medicina, Biologia, Química e Farmácia.

Quer entender se cursar Biomedicina vale a pena? Acompanhe a seguir e confira 6 motivos para investir na área!

Como o curso de Biomedicina funciona?

A formação em Biomedicina faz parte das Ciências da Saúde, e tem o intuito de preparar os alunos para atuar na promoção da saúde, prevenção e na cura de doenças. O curso forma profissionais para atuar nas mais diferentes áreas, como análise clínica, biologia molecular e microbiologia de alimentos.

A graduação é ofertada tanto na modalidade presencial quanto semipresencial com aulas EAD. A última opção possibilita que o aluno tenha maior flexibilidade de horários na rotina e, com isso, consiga conciliar os compromissos de trabalho com os estudos, caso seja necessário.

A matriz curricular de Biomedicina é composta por disciplinas que unem a teoria com a prática. Com duração de 4 anos, ou seja, 8 semestres, as atividades apresentam aproximadamente 3.160 horas. A carga horária é a mesma no formato semipresencial e presencial. 

Veja quais são as principais matérias do curso a seguir:

  • Bases da Bioquímica e Genética Humana;
  • Biomedicina: Ciência, Profissão e Tendências;
  • Comunicação Organizacional e Tecnologia;
  • Biologia Celular e Fundamentos de Biologia Molecular;
  • Hematologia Básica;
  • Imunologia Básica;
  • Saúde e Segurança do Trabalho;
  • Bioquímica Clínica;
  • Patologia;
  • Microbiologia Geral;
  • Bacteriologia Clínica;
  • Ética e Relações Humanas;
  • Química e Composição dos Alimentos;
  • Citologia Oncótica;
  • Farmacologia;
  • Gestão Empreendedora e Inovação;
  • Líquidos Corporais;
  • Toxicologia;
  • Técnicas de Biologia Molecular.

O currículo tem abordagens e metodologias inovadoras, e apresenta conteúdos das principais patologias e seus métodos de diagnóstico. Com isso, o futuro biomédico conta com uma formação sólida, tendo a oportunidade de se destacar no mercado de trabalho.

Ao contrário de outras graduações da área, a Biomedicina tem um foco direcionado à pesquisa científica e estudos voltados para a promoção da saúde e bem-estar na sociedade. As análises realizadas pelos biomédicos garantem, portanto, uma atuação de mais qualidade para toda a equipe de saúde.

Afinal, cursar Biomedicina vale a pena?

De muitas profissões da saúde, a Biomedicina é considerada uma das mais promissoras atualmente. Com isso, o profissional conta com uma extensa variedade de oportunidades, além de remunerações atrativas.

Isso porque, constantemente o mercado de trabalho busca biomédicos qualificados para ocupar vagas de emprego. Sua atuação é fundamental para a saúde pública, vigilância sanitária, programas governamentais voltados para a erradicação de doenças e para a evolução das pesquisas como um todo.

Certamente, não faltam razões para seguir carreira na Biomedicina, não é? A seguir, confira 6 motivos que confirmam que realmente vale a pena se especializar no ramo!

1. Currículo flexível

Na faculdade, o estudante de Biomedicina encontra um currículo amplo e flexível que engloba diferentes matérias da Biologia e Medicina, como vimos. Com isso, o futuro biomédico tem a chance de adquirir uma formação multidisciplinar e valiosa para o seu desenvolvimento.

Além disso, é possível estudar no formato semipresencial, o que traz mais comodidade para quem precisa conciliar os estudos com outros compromissos pessoais. 

2. Diversas áreas de atuação

Com uma matriz curricular diversificada, as áreas de atuação também são vastas. Para se ter uma ideia, o profissional encontra oportunidades em variados ramos do mercado, podendo trabalhar com DNA, citologia, estética, bioindústria, imagenologia, entre outros. 

Os conhecimentos, habilidades e competências adquiridos no curso de Biomedicina, portanto, preparam os estudantes da melhor forma para exercer a prática profissional com total excelência.

3. Possibilidade de dar aulas

Um interessante caminho é atuar com docência, dando aulas e fazendo pesquisas em instituições de ensino superior. Nos últimos anos, com as inovações tecnológicas, a demanda por biomédicos para essa área é crescente, tanto para o setor clínico quanto laboratorial.

O profissional pode escolher, por exemplo, se dedicar aos estudos que envolvem o desenvolvimento de novos medicamentos e vacinas, ou auxiliar em pesquisas relacionadas a novos equipamentos e produtos.

4. Salário atrativo

De acordo com o portal Salário, hoje, um biomédico ganha em média R$ 2.800,69 no mercado de trabalho, considerando uma jornada de 41 horas semanais. A remuneração pode ser ainda maior, dependendo das experiências, formação, área de atuação e perfil de cada profissional.

Também existem oportunidades promissoras de seguir carreira fora do país. Nesse caso, os biomédicos são requisitados para uma série de atividades em laboratórios de biologia molecular, produção de medicamentos e desenvolvimento de terapias.

5. Novas tecnologias

Diante das transformações advindas das novas tecnologias, há muitas possibilidades de emprego para os biomédicos, como citamos. Uma grande parte da demanda vem do aperfeiçoamento de produtos e de subáreas do setor, como a biotecnologia e a bioinformática.

Uma aposta interessante, por exemplo, é a imagenologia e a estética, dois ramos que apresentam forte crescimento e necessidade de profissionais capacitados e especializados.

6. Profissão do futuro

Há quem considere a Biomedicina como uma das profissões do futuro mais promissoras da saúde. Isso porque é comum encontrar biomédicos contribuindo em diferentes campos do conhecimento, a partir de pesquisas, investigações e inovações tecnológicas.

Com isso, o que se espera é que os empregadores ofereçam remunerações cada vez mais atrativas. O mercado de trabalho já está bastante aquecido e a perspectiva para o futuro é que o setor cresça ao longo dos próximos anos.

Viu só como a formação em Biomedicina vale a pena? Para se preparar da melhor forma, é fundamental escolher uma instituição de ensino reconhecida, como a UCEFF. 

Aqui, você pode estudar Biomedicina no formato semipresencial híbrido, tendo a chance de adquirir uma formação acadêmica ética, humanizada, crítica e reflexiva. Com o diploma em mãos, será possível aproveitar as mais de 30 áreas de atuação da carreira.

Entre em contato com a equipe da UCEFF agora mesmo e confira mais sobre os diferenciais do nosso curso de Biomedicina!

Facebook Comments
Quiz - A carreira acadêmica é para você?
Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This