Conciliar trabalho e estudo é uma tarefa que exige disciplina para alcançar os resultados esperados. É um desafio e tanto, mas é possível transformar a necessidade de fazer as duas coisas em um processo fácil e saudável.

No período de aulas da faculdade, certamente você enfrentará momentos de cansaço físico e mental. Para evitar problemas que podem levá-lo a desistir dos estudos, você deve ter muita força de vontade e se esforçar para não deixar o trabalho interferir negativamente em sua vida de estudante.

Afinal, você está pensando no futuro — em criar condições de obter sucesso profissional. Os sacrifícios devem ser feitos agora.

Para ajudá-lo a superar os desafios ao conciliar trabalho e estudo, preparamos sete dicas para você seguir e aplicar em sua jornada. Vamos lá?

1. Organize sua rotina para conciliar trabalho e estudo

Esse é o primeiro ponto — e o mais importante. Antes de mais nada, você precisa ter noção das suas obrigações para poder organizar a sua vida quando estiver trabalhando e estudando.

Sem a organização da rotina, você ficará perdido em meio a tantas tarefas, demandas profissionais e compromissos pessoais. É preciso separar um tempo na sua agenda para cada aspecto de sua vida — tanto profissional quanto acadêmica.

Para isso, use uma agenda, seja ela de papel ou digital — como o Google Calendar (iOS e Android). Com as anotações de todos os seus compromissos, é bem mais fácil ter tempo para se dedicar a cada uma de suas obrigações.

Essa é a primeira dica porque todas as outras dependem de sua organização. Sem isso, você não conseguirá aplicá-las. Portanto, lembre-se: é preciso ter disciplina.

2. Não se esqueça do lazer

Passar quatro ou cinco anos somente dividido entre trabalho e estudo não é uma boa ideia. Sem momentos para relaxar e descansar, o período do curso na faculdade fica bem mais difícil de ser conduzido.

Por isso, não deixe de se divertir. Reserve sempre um tempo para o lazer. Pode ser uma saída com amigos, um momento em que você quer ficar em casa assistindo séries ou uma viagem curta. O importante é encontrar um espaço para relaxar a cabeça.

3. Crie um cronograma de estudos

Parte da sua organização depende de como você vai colocar as demandas da faculdade na sua rotina. Ao longo do curso, você deverá estudar para as provas, preparar trabalhos, manter a leitura em dia da bibliografia indicada — entre várias outras tarefas não tão simples.

A dica aqui é não adiar. Se as obrigações do seu emprego devem ser feitas no período de trabalho, as da faculdade também precisam de um tempo. Se você procrastinar, pode acumular com outras tarefas e complicar sua organização.

Portanto, após organizar a sua rotina, crie um cronograma de estudo baseado na grade de aulas e nas exigências dos professores. Assim, anote no calendário não só as entregas de trabalhos e provas, mas também as horas de estudo que você vai dedicar para cada matéria.

Assim, você não vai precisar estudar na véspera das provas, reduzindo o estresse e melhorando suas notas.

Tenha em mente que esse período de conciliação do trabalho e estudo, talvez exija alguns sacrifícios. Portanto, diminua aquela saída para a balada com os amigos. O estudo vai exigir tempo inclusive nos fins de semana — quando você estará mais disposto.

4. Converse com seu chefe e professores

Esse é um ponto sensível para quem procura conciliar trabalho e estudo. Nem sempre a agenda de um compromisso será compatível com a do outro — e você está no meio dos dois.

Por isso, converse com seu chefe. Explique a ele que você está fazendo a faculdade — e quais são seus objetivos. Diga que você espera crescer e se desenvolver na empresa, como parte da sua formação. Assim, no momento em que você precisar falar sobre a necessidade de sair um pouco mais cedo, por exemplo, ele saberá do que se trata.

A mesma coisa vale com os professores. Haverá situações em que você vai chegar atrasado — ou mesmo faltar à aula por conta de alguma demanda do trabalho. Com um diálogo aberto, os professores entenderão sua situação.

5. Utilize a tecnologia ao seu favor

As lojas de aplicativos estão recheadas de ferramentas para aumentar a produtividade. Use-as ao seu favor. Confira quatro dicas de ferramentas úteis para ajudá-lo a se organizar:

Wunderlist

Este é um organizador de tarefas. Você faz listas das tarefas que precisa cumprir, estabelece prazos e é avisado no dia. Essencial para controlar sua rotina e não esquecer de nada (iOS e Android).

Evernote

O melhor aplicativo de anotações. Com essa ferramenta você cria cadernos para escrever suas dúvidas e ideias, tirar fotos e iniciar rascunhos de trabalhos. Permite sincronização na nuvem e pode ser usado no desktop (iOS e Android).

Drive

O armazenador de arquivos na nuvem do Google é essencial para não ficar perdido sem saber onde estão seus arquivos Com ele, tudo fica em um só lugar, além de funcionar como backup (iOS e Android).

Pocket

Encontrou uma página na internet e quer ler depois? Use o Pocket! Ele salva páginas e sites que você acha interessante para acessar depois. Use tags e separe os links por assuntos. Assim, você não perde nada (iOS e Android).

6. Seja multimídia

A tecnologia não se restringe aos aplicativos ou sites. Para facilitar ainda mais o seu estudo, a sugestão é abusar do material multimídia.

Um exemplo: grave suas aulas. Assim, quando você precisar lembrar de alguma explicação ou tiver qualquer dúvida, basta acessar as suas gravações. Você pode voltar a elas sempre.

Outra dica é assinar podcasts. Há vários deles dedicados ao ensino e à informação. Você pode ouvir no deslocamento de casa para o trabalho e para a faculdade. Os vídeos também são uma ótima opção para aprender. Assistir a videoaulas complementares reforçam o conteúdo passado em aula e otimiza seu tempo.

Por último, adote os e-books. Eles facilitam a vida de quem precisa ler e se informar. A versão digital dos livros elimina peso na mochila e é acessível de qualquer lugar, pois você pode ler do smartphone ou tablet.

7. Controle suas finanças

Por último, a questão financeira. Falamos da necessidade de organizar a rotina e pensar nos sacrifícios. Para fechar, você deve pensar em como não comprometer o seu dinheiro no período de trabalho e estudo.

Fazer faculdade exige investimentos. Além do material didático e das mensalidades, há despesas com apostilas, alimentação e transporte. Se você não tiver bem claro para onde vai o seu dinheiro, provavelmente enfrentará problemas financeiros já a partir do primeiro semestre.

Então, liste todas as suas despesas e separe os valores para todas as suas necessidades. Dessa forma, você saberá o quanto pode gastar semanalmente.

Porém, é preciso ter cuidado: não antecipe quantias de uma semana para outra, pois isso vai desequilibrar o seu orçamento. Se o dinheiro estiver curto em uma semana, adapte-se a essa realidade.

Todos esses sacrifícios servirão para um objetivo maior: formar-se na faculdade e se capacitar para um mercado de trabalho cada vez mais exigente.

Pronto para conciliar trabalho e estudo com facilidade? Se você gostou das nossas dicas, siga nossas redes sociais para acompanhar nossas atualizações: estamos no Facebook e no LinkedIn.

Facebook Comments